Seiva elaborada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A seiva elaborada é uma solução aquosa, composta principalmente por aminoácidos e açúcares, que é transportada pelo floema nas plantas vasculares.

Nas folhas e outros órgãos verdes ocorre a fotossíntese, que é um processo de produção de glicose, que é o principal produto para a respiração celular. A seiva elaborada transporta esse produto para todas as partes da planta que dele necessitam, principalmente os que não realizam fotossíntese, como as raízes.

Nas folhas,também, a sacarose produzida na fotossíntese é bombeada para o interior dos tubos crivados e células crivadas do floema,assim,fazendo uma pressão osmótica no interior dos elementos floemáticos.

O movimento da seiva elaborada no floema é explicada pela teoria do fluxo de massa, que associa as diferentes concentrações de açúcar nas várias partes da planta com a transferência de água da seiva bruta para dentro dos vasos crivosos do floema; segundo esta teoria, a passagem dos açúcares das células onde são produzidos para as células do floema teria que ser realizada por transporte ativo, assim como a sua passagem para as células dos órgãos de reserva ou outras onde esses açúcares sejam necessários para o metabolismo.[1]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Fisiologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.