Selah Sue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Selah Sue
Selah Sue em Nurembergue, Alemanha (2010)
Informação geral
Nome completo Sanne Putseys
Nascimento 3 de Maio de 1989 (25 anos)
Local de nascimento Leefdaal, Flandres
 Bélgica
Gênero(s) Reggae, Ska, soul
Ocupação(ões) cantora, compositora
Instrumento(s) vocal, violão
Gravadora(s) Because Music
Influência(s) Erykah Badu, Lauryn Hill, The Zutons, M.I.A.
Página oficial www.selahsue.com

Selah Sue, nascida Sanne Putseys (Leefdaal, 3 de maio de 1989) é uma cantora e compositora belga [1] . Seu álbum de estréia, Selah Sue lançado dia 4 de março de 2011 vendeu mais de 720.000 cópias na Europa, sendo 320.000 apenas na França. Os singles "Raggamuffin", "Crazy Vibes" e "This World" tiveram considerável popularidade na Bélgica, França, Suiça e Holanda. Em 2011 Selah Sue ganhou o European Border Breakers Awards,(EBBA). Em janeiro de 2012, foi novamente premiada pela escolha do público. A revista Rolling Stone a considerou como artista revelação do ano de 2012.


Carreira artística[editar | editar código-fonte]

Sanne Putseys (Selah Sue) é belga. Nasceu em Leefdaal e cresceu na cidade de Leuven. Desde os nove anos de idade se interessou pela música e com quinze anos de idade aprendeu a tocar violão como autodidata e começou a escrever algumas músicas. Estudava psicologia na Universidade Católica de Leuven, eventualmente abandonando o curso para seguir se apresentando. Tocava em pequenos bares e pubs na sua cidade, convivia com outros artistas e tocava em eventos do tipo "palco livre" quando Conheceu Milow (Jonathan Vandenbroeck), produtor e cantor belga, que notou seu talento e a convidou para abrir seus shows. Neste período Selah Sue recebeu treinamento na Ancienne Belgique que ajuda artistas promissores mas que não tem contrato com alguma gravadora. Com poucas músicas próprias, Milow a incentivou a compor mais músicas, estas que resultaram no seu primeiro álbum homônimo, assinado pela gravadora Because Music e o início de colaborações com vários outros artistas.

Seu primeiro disco foi lançado no dia 4 Março de 2011 na Europa e dia 28 de Agosto de 2012 nos Estados Unidos. Em 05 de Novembro de 2012 lançou o álbum "Rarities" com versões demo e remixagens de músicas de seu primeiro álbum. Fez turnês ao longo de 2011 e 2012 se apresentando principalmente em grandes festivais, como o North Sea Jazz Festival, Lowlands e Coachella e fazendo apresentações próprias em vários países.

Suas influências vêm de artistas como Erykah Badu, Lauryn Hill, The Zutons e M.I.A., como também do Hip-Hop, Reggae, Ragga e Dubstep. Selah Sue desenvolveu um estilo vocal peculiar, tendo sua voz e musicalidade comparadas a de artistas como Janis Joplin, Amy Winehouse e Adele.

Selah Sue pretende lançar seu segundo álbum no ano de 2013.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Título Detalhes Posições Certificações
Ultratop 50
Bélgica
Ultratop 40
Bélgica
MegaCharts
Países Baixos
French Albums Chart
França
OLiS
Polónia
Swiss Music Charts
Suíça
Selah Sue
  • Lançamento:4 de março de 2011
  • Gravadora: Because Music
  • Formato: CD, Download digital
1 1 2 10 49 32

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Single Posições Certificações Álbum
Ultratop 50
Bélgica
Ultratop 40
Bélgica
MegaCharts
Países Baixos
French Albums Chart
França
Swiss Music Charts
Suíça
2010 "Raggamuffin" 29 16 81 18 Selah Sue
2011 "Crazy Vibes" 21 26 56 85
"This World" 2 15 47 42
  • Bélgica: Platina [6]
"Summertime" 59 67
"Zanna"
(Selah Sue & Tom Barman vs. The Subs)
1 29 72

Referências


Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.