Selim Hoss

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
El-Hoss em 2005.

Selim Ahmed Hoss (escrito "Salim El-Hoss" em seu site, em árabe: سليم أحمد الحص) (nascido em 20 de dezembro de 1929) é um político veterano libanês. Foi primeiro-ministro do Líbano e deputado de longa data do Parlamento representando sua cidade natal, Beirute. Ele é conhecido como um tecnocrata.

Hoss nasceu em Beirute em 1929. [1] Recebeu seu diploma de graduação em economia pela Universidade Americana de Beirute, e um PhD em Economia e Negócios da Universidade de Indiana nos Estados Unidos. [1]

Hoss atuou como primeiro-ministro do Líbano, quatro vezes.[2] A primeira foi de 1976 até 1980, durante os primeiros anos da Guerra Civil Libanesa. O seu segundo e mais polêmico mandato, foi de 1987 até 1989, quando, em 1988, ele nomeou a si mesmo inconstitucionalmente como primeiro-ministro, mas foi reconhecido por muitas nações e estadistas da comunidade internacional. El-Hoss foi escolhido pela terceira vez, após o Acordo de Taif, para servir como primeiro-ministro pelo presidente Elias Hrawi de novembro de 1989 até dezembro de 1990. Ele atuou como primeiro-ministro novamente de dezembro de 1998 a outubro de 2000.

Após perder seu mandato parlamentar a um candidato até então desconhecido, concorrendo com o ex-primeiro-ministro Rafik Hariri, nas eleições gerais de 2000, [3] debilitado Hoss renunciou ao cargo de primeiro-ministro declarando fim à sua carreira política.

Referências

  1. a b "Lebanon Biographies of Potential Prime Ministers", 3 de março de 2005.
  2. «Hoss, Salim (Ahmed)» por rulers.org
  3. Shahin, Mariam. "For liberty, prosperity, fraternity?", 1 de outubro de 2000.
Precedido por
Rashid Karami
Primeiro-ministro do Líbano
1976–1980
Sucedido por
Takieddin as-Solh
Precedido por
Rashid Karami
Primeiro-ministro do Líbano (disputado)
1987–1990
Sucedido por
Omar Karami
Precedido por
Rafik Hariri
Primeiro-ministro do Líbano
1998–2000
Sucedido por
Rafik Hariri