Senado de Granada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Granada
Flag of Grenada.svg

Este artigo é parte da série:
Política e governo de
Granada



Outros países · Atlas

O Senado é a câmara alta do Parlamento de Granada. Ele tem 13 membros indicados.

Composição[editar | editar código-fonte]

13 senadores são nomeados pelo Governador-Geral:

  • 7 sobre a recomendação do Primeiro-ministro;
  • 3 sobre a recomendação do líder da oposição;
  • 3 sobre a recomendação do representante do Primeiro-ministro, pessoa pela qual ele quer ser representado, após consultar as organizações representativas.

Nomeação[editar | editar código-fonte]

  • Duranção do mandato: 5 anos

Elegibilidade (quem pode ser eleito):

  • Ter no mínimo 18 anos;
  • Ser um cidadão da Commonwealth;
  • Possuir domicílio ou residência durante os doze meses anteriores à nomeação;
  • Ter o inglês como idioma fluente.

Inelegibilidade (quem não pode ser eleito):

  • Problemas corporais não passíveis de reabilitação;
  • Doenças mentais;
  • Aliança com um Estado estrangeiro;
  • Condenação à morte;
  • Pena de prisão de pelo menos um ano;
  • bénéfice d'un contrat administratif.

O Supremo Tribunal deve determinar a validade do mandato de senadores.

Presidência[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Granada é um esboço relacionado ao Projeto América Central. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.