Separação magnética

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Separação magnética é um método de separação de misturas heterogêneas de componentes sólidos, mais especificamente para separação de misturas contendo ferro magnético como o cobalto, o níquel e, principalmente, o ferro. Utilizando um imã (para separação em pequena escala) ou um eletroímã (para larga escala) é possível segregar a substância magnética do resto da mistura, como por exemplo separar areia da limalha de ferro, a linha de costura da agulha ou o enxofre da limalha de ferro. [1] O processo de separação magnética é muito utilizado na área de processamento de minérios para concentração e/ou purificação de muitas substâncias minerais, possibilitando separar o lixo de objetos de metal que serão reciclados.

Na indústria, costuma-se usar ferramentas como: Polias motrizes magnéticas, Imãs suspensos, Grades magnéticas e Tambores magnéticos para que a separação magnética seja realizada.

Referências

  1. Anglo: ensino médio: livro texto.-São Paulo:Anglo, 2002.
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.