Serafino Vannutelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Serafino Vannutelli
Cardeal da Santa Igreja Romana
Decano do Colégio dos Cardeais
Penitenciário-mor Apostólico
Prefeito da Sagrada Congregação de Cerimônias

Título

Cardeal-bispo de Óstia
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 22 de dezembro de 1860
Nomeado arcebispo 18 de julho de 1869
Cardinalato
Criação 14 de março de 1887 pelo Papa Leão XIII
Brasão
CardinalCoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Estados Pontifícios Genazzano
26 de novembro de 1834
Morte Estados Pontifícios Roma
19 de agosto de 1915 (80 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Serafino Vannutelli (26 de novembro de 183419 de agosto de 1915) foi um diplomata e cardeal italiano, Penitenciário-mor Apostólico e Decano do Colégio dos Cardeais.

Vida[editar | editar código-fonte]

Sua formação iniciou-se no Seminário de Palestrina, Palestrina e no Colégio Capranica, de Roma. No Collegio Romano, fez o doutorado em filosofia, em 5 de setembro de 1855, e em teologia, em 8 de setembro de 1859); obteve um doutorado utroque iure, tanto em direito canônico como direito civil. Recebeu as insígnias de caráter clerical em 14 de novembro de 1848; as ordens menores, em 6 e 7 de junho de 1857. Tornou-se subdiácono, em 23 de abril de 1859 e diácono em 2 de junho de 1860. Seu irmão mais novo, Vicenzo Vannutelli, também se tornou cardeal.

Sacerdócio[editar | editar código-fonte]

Foi ordenado padre em 22 de dezembro de 1860, pelo Cardeal Costantino Patrizi Naro. Beneficiário da Basílica Patriarcal Vaticana, em Roma, 1863. Tornou-se professor de Teologia, do Seminário do Vaticano. Auditor na nunciatura no México, 1864; retornou a Roma após a queda do imperador Maximiliano I, em 1867. Foi também auditor na nunciatura na Baviera.

Episcopado[editar | editar código-fonte]

Eleito arcebispo-titular de Nicéia, em 25 de junho de 1869, foi consagrado em 18 de julho de 1869, na igreja de S. Andrea al Quirinale, em Roma, pelo Cardeal Costantino Patrizi Naro, assistido por Salvatore Nobile Vitelleschi, arcebispo-bispo de Osimo, e por Pelagio Labastida, arcebispo do México. Foi nomeado Delegado apostólico nas Repúblicas do Equador, Peru, e Nueva Granada (Colômbia), Venezuela, El Salvador, Guatemala, Costa Rica, Honduras e Nicarágua, em 23 de julho de 1869. Torna-se núncio apostólico na Bélgica, em 10 de setembro de 1875 e na Áustria-Hungria, em 3 de dezembro de 1880.

Cardinalato[editar | editar código-fonte]

Foi criado cardeal-presbítero no consistório de 14 de março de 1887, recebendo o barrete cardinalício e o título de Santa Sabina em 26 de maio. Condecorado com a Grã-Cruz da Ordem austríaca de Sankt Stefan, no mesmo ano. É nomeado Prefeito da Sagrada Congregação de Indulgências e Sagradas Relíquias, em 13 de fevereiro de 1888. Optou pelo título de São Jerônimo dos Croatas, em 11 de fevereiro de 1889. Secretário de Memoriais Pontifícios, a partir de 14 de março. Camerlengo do Sagrado Colégio dos Cardeais, entre 1 de junho de 1891 até 11 de julho de 1892. Secretário de Breves Apostólicos, em 28 de janeiro de 1892.

Nomeado arcebispo metropolita de Bolonha, em 16 de janeiro de 1893. Passa para a ordem dos cardeais-bispos e para a sé suburbicária de Frascati, em 12 de junho. Torna-se então Prefeito da Sagrada Congregação do Index, em 9 de dezembro.

Pró-Prefeito da Sagrada Congregação dos Bispos e Regulares, em 1 de outubro de 1896. Depois, torna-se Penitenciário-mor Apostólico, em 20 de novembro de 1899. Secretário da Sagrada Congregação da Inquisição romana e universal, entre 16 de janeiro de 1903 até 31 de dezembro de 1908. Passou para a sé suburbicária de Porto e Santa Rufina, em 22 de junho de 1903. Torna-se Decano do Colégio dos Cardeais em 7 de dezembro de 1913. Passa para a sé suburbicária de Óstia, própria do decano do Sacro Colégio, em 25 de maio de 1914 e também é nomeado Prefeito da Sagrada Congregação Cerimonial.

Morreu numa quinta-feira, 19 de agosto de 1915, às 01h00, em Roma, depois de ter recebido piedosamente os santos sacramentos. O corpo foi exposto em seu apartamento no Palazzo Sachetti, via Giulia, em Roma. O funeral teve lugar no sábado, 21 de agosto, às 10h30, na igreja de San Giovanni dei Fiorentini. A missa de exéquias foi celebrada por Domenico Mannaioli, bispo-titular de Pomaria. A absolvição final foi transmitida pelo Cardeal Francesco di Paola Cassetta, bispo de Frascati, vice-decano do Sacro Colégio dos Cardeais. Estavam presentes o Cardeal Vincenzo Vannutelli, seu irmão, com os outros membros da família, além dos cardeais Pietro Gasparri, Diomede Falconio, Girolamo Maria Gotti, O.C.D., Rafael Merry del Val, Antonio Vico, Gennaro Granito Pignatelli di Belmonte, Domenico Serafini, Francesco della Volpe Salesio, Gaetano Bisleti, Louis Billot, S.J. e Michele Lega. Também estiveram presentes numerosos arcebispos, bispos, sacerdotes e religiosos, bem como membros do corpo diplomático e da nobreza romana. Os restos mortais do cardeal foram enterrados no túmulo da Sagrada Congregação de Propaganda Fide, no cemitério Campo di Verano, em Roma.

Conclaves[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Daniel, Charles; Paul-Marie Baumgarten; Antoine de Waal.. Rome: Le chef suprême l'organisation et l'administration centrale de l'église (em francês). França: Plon, 1900. 719 pp.
  • De Marchi, Giuseppe. Le nunziature apostoliche dal 1800 al 1956 (em italiano). Roma: Ed. di Storia e Letteratura, 1957. 281 pp.
Precedido por
Giuseppe Berardi
Brasão episcopal
Arcebispo-titular de Niceia

18691887
Sucedido por
Luigi Galimberti
Precedido por
-
Flag of the Vatican City.svg
Delegado apostólico em Colômbia, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, Equador, Peru, Bolívia e Venezuela

18691875
Sucedido por
Vários
Precedido por
Giacomo Cattani
Flag of the Vatican City.svg
Núncio apostólico na Bélgica

18751880
Sucedido por
Domenico Ferrata
Precedido por
Mariano Falcinelli Antoniacci, O.S.B.
Flag of the Vatican City.svg
Núncio apostólico no Império Austro-Húngaro

18801887
Sucedido por
Luigi Galimberti
Precedido por
Edward MacCabe
Cardeal
Cardeal-padre de Santa Sabina

18871889
Sucedido por
Agostino Bausa
Precedido por
Gaetano Aloisi Masella
Coat of arms of the Vatican City.svg
Prefeito da Sagrada Congregação de Indulgências e Sagradas Relíquias

18881891
Sucedido por
Carlo Cristofori
Precedido por
Luigi Serafini
Cardeal
Cardeal-padre de São Jerônimo dos Croatas

18871889
Sucedido por
Lőrinc Schlauch
Precedido por
Paul Melchers, S.J.
Camerlengo.svg
Camerlengo do Colégio dos Cardeais

18911892
Sucedido por
Gaetano Aloisi Masella
Precedido por
Francesco Battaglini
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Bolonha

1893
Sucedido por
Domenico Svampa
Precedido por
Tommaso Zigliara, O.P.
Cardeal
Cardeal-bispo de Frascati

18931903
Sucedido por
Francesco Satolli
Precedido por
Camillo Mazzella, S.J.
Coat of arms of the Vatican City.svg
Prefeito da Sagrada Congregação do Index

18931896
Sucedido por
Andreas Steinhuber, S.J.
Precedido por
Isidoro Verga
Coat of arms of the Vatican City.svg
Pró-Prefeito da Sagrada Congregação dos Bispos e Regulares

18961899
Sucedido por
Girolamo Maria Gotti, O.C.D.
Precedido por
Isidoro Verga
Coat of arms of the Vatican City.svg
Penitenciário-mor Apostólico

18991915
Sucedido por
Wilhelmus Marinus van Rossum, C.SS.R.
Precedido por
Raffaele Monaco La Valletta
Coat of arms of the Vatican City.svg
Secretário da Sagrada Congregação da Inquisição romana e universal

19031908
Sucedido por
Mariano Rampolla del Tindaro
Precedido por
Lucido Maria Parocchi
Cardeal
Cardeal-bispo de Porto-Santa Rufina

19031914
Sucedido por
Antonio Vico
Precedido por:
Luigi Oreglia di Santo Stefano
Brasão arquiepiscopal
Decano do Colégio dos Cardeais

19131915
Seguido por:
Vicenzo Vannutelli
Cardeal-bispo de Óstia
19141915
Coat of arms of the Vatican City.svg
Prefeito da Sagrada Congregação Cerimonial

19141915