Serekh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Serekh.

Serekh é o nome de um símbolo hieroglífico de forma rectangular no qual se inscrevia o nome de Hórus dos primeiros reis do Antigo Egipto.

É uma representação da fachada do palácio real, baseando-se provavelmente no aspecto exterior das primeiras residências reais egípcias. Na parte superior do serekh era representado um falcão, que simbolizava o deus Hórus, com o qual os reis eram identificados (na visão egípcia os rei era um encarnação de Hórus).

No final da II dinastia o rei Peribsen quebrou com a tradição de representar um falcão na parte superior do serekh, optando por ali colocar um animal associado a Set. O seu sucessor, Khasekhemui, representou as duas criaturas no seu serekk, talvez com o objectivo de reconciliar os dois cultos rivais.

Ver também[editar | editar código-fonte]