Serrano Sport Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Serrano
Serrano SC.jpg
Nome Serrano Sport Club
Alcunhas Mongoió
Serra
Triunfo
Rubro-Verde
Serra da Vitória
Torcedor/Adepto Rubro-Verde
Mascote Índio Mongoió
Fundação 22 de dezembro de 1979 (34 anos)
Estádio Robertão
Capacidade 3.600[1]
Localização Brasão Teixeira de Freittas.JPG Teixeira de Freitas, Bahia BA, Brasil Brasil
Presidente Brasil José Alfredo
Treinador Brasil Rafael Soriano
Patrocinador Brasil Suzano Papel
Brasil Construtora Zecarlos, FRISA - Frigorífico Nordeste
Material esportivo Brasil Fase
Competição Bahia Campeonato Baiano
Divisão Bahia 1ª divisão
BandeirasNordesteBrasil.gif Copa do Nordeste
Bahia BA 2014
4º lugar
Bahia BA 2013
10º lugar
Bahia BA 2012
10º lugar
Website serranosport.com.br
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Serrano Sport Club é um clube brasileiro de futebol, fundado na cidade de Vitória da Conquista, e atuando desde o segundo semestre de 2013 na cidade de Teixeira de Freitas, no estado da Bahia. Suas cores são verde, vermelho e branco.

História[editar | editar código-fonte]

ASSIM NASCEU O SERRANO

No dia 7 de dezembro de 1979 (sexta-feira) reuniu-se a diretoria executiva do HUMAITA FUTEBOL CLUB no Clube Social de Conquista, sob a Presidência do Sargento Sales (Instrutor do Tiro de Guerra) e o Conselho Deliberativo pelo Presidente Isnard Vasconcelos (Diretor do Jornal Diário Tribuna do Café), quando foi deliberada a extinção do clube e cessão de todos os seus direitos ao novo clube a ser fundado em Vitória da Conquista.

Era 7 de dezembro de 1979, quando se reuniram os desportistas, Nelival Pereira de Sá (Barulho de São Paulo), José Salvador Freitas (Loja Lira de Oliveira) e Isnard Vasconcelos (Tribuna do Café) e passaram a convocar os desportistas conquistenses para uma assembléia a realizar-se no dia 22 de dezembro de 1979, (sábado) na Cooperativa Mista Agropecuária Conquistense com a pauta em fundar um clube de futebol profissional.

Na ocasião dois nomes foram discutidos: Ouro Verde Futebol Club, em alusão à cafeicultura conquistense, e Serrano Sport Club, referente a situação geográfica do município.

Vencendo a posição de Serrano Sport Club, foi ali fundado o Serrano e ainda aprovado a proposta de conselheiros beneméritos, a Nelival Pereira Sá, José Salvador Freitas e Isnard Vasconcelos, tidos ainda como fundadores do novo club.

Ainda nesta assembléia geral, foi apresentado e aprovado o Estatuto do Club que permitiu a formação da primeira diretoria e do Conselho Deliberativo, cabendo a Nelival Pereira de Sá, a Presidência Executiva e José Salvador Freitas, a Vice-Presidência. Para o Conselho Deliberado foi eleito, Isnard Vasconcelos.

O Serrano teve ainda como presidentes, Paulo Philadelfo, Djalma Gusmão, Isnard Vasconcelos, Paulo Andrade, Francisco Estrela e Herbert Andrade.

Em 2014 o Serrano disputará o Campeonato Baiano tendo como sede o município de Teixeira de Freitas no Extremo Sul Baiano, onde esta sendo chamado de SERteixeira.

O Humaitá Futebol Clube, que não conseguiu vingar como clube profissional, deu lugar ao Serrano Sport Club no coração dos moradores de Vitória da Conquista. No dia 22 de dezembro de 1979, depois da cidade ficar um tempo sem participar do campeonato baiano, surge o Serrano Sport Club, equipe que consolidou toda esta tradição, realizando memoráveis partidas nas tardes de domingo no “Lomantão”, para onde acorria grande número de torcedores. O rubro-verde caiu no gosto do torcedor graças aos memoráveis jogos contra Bahia, Vitória, Galícia e Ypiranga, forças da capital até o final dos anos 80. Liderado pelos desportistas Nelival Pereira Sá, José Salvador Freitas e Isnard Vasconcelos o futebol de Vitória da Conquista se profissionalizava e ganhava projeção nacional.

Desembarcaram em Conquista clubes como Flamengo, Vasco, Botafogo, Fluminense, Santa Cruz, Ponte Preta e Náutico, todos para encarar o “encardido” Serrano, que sempre se caracterizou como um time de muita raça dentro de campo.

Escudo anterior do Serrano Sport Club

Em 1981 fazia sua estreia na primeira divisão do campeonato baiano. O bom time tinha o goleiro Renan (talvez o melhor goleiro de Conquista de todos os tempos), o lateral Maílson, os zagueiros Djalma e Nade, o lateral esquerdo Camilo, Nilson Paulista na meia direita e Cavalinho no ataque. O torcedor lotava o Lomantão e o time era difícil de ser batido lá.

O time revelou grandes craques para o futebol baiano e brasileiro, a exemplo de Claudir (campeão brasileiro de 1988 pelo Bahia), Zó e Keu, gêmeos que jogavam no meio de campo e no ataque (Keu chegou a jogar no Corinthians) e Pena (que jogou no Palmeiras e no Benfica de Portugal).[2]

O Serrano ao nascer foi logo se identificando com a cidade e era conhecido no Brasil esportivo, chegando inclusive a participar do Brasileirão da 3ª Divisão, promoção da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e também em dezenas de testes da Loteria Esportiva.

Atualmente, o Rubro-verde é administrado por um grupo de empresários que têm direito, cada um, a um voto nas decisões a serem tomadas. O Serrano Sport Club é considerado um clube parlamentarista.[3]

No mês de setembro a equipe transferiu suas atividades para a cidade de Teixeira de Freitas, no Extremo Sul da Bahia, para onde mandará seus jogos, inclusive do Campeonato Baiano da Primeira Divisão de 2014.

Estádios[editar | editar código-fonte]

Lomantão[editar | editar código-fonte]

O Serrano realizava seus jogos no Estádio Lomanto Júnior, mais conhecido como Lomantão, em Vitória da Conquista, com capacidade para 11.538 pessoas[4] . O estádio é público, mantido pela prefeitura municipal de Vitória da Conquista.

O Estádio se encontra cercado por uma área verde que o torna um local ainda mais bonito, onde vários esportes além do futebol como ciclismo e atletismo são realizados e também alguns shows.

Grandes clubes já enfretaram o Serrano no estádio como o Vasco da Gama, Flamengo, Bahia, Vitória, Botafogo, Fluminense, Santa Cruz, Ponte Preta e Náutico.

Tomantão[editar | editar código-fonte]

Com a mudança para a cidade de Teixeira de Freitas, o Serrano manda suas partidas no Estádio Municipal Antonio Pereira de Almeida, com capacidade para 2.700 pessoas[1] , recentemente reformado.

Torcida[editar | editar código-fonte]

Torcidas Organizadas[editar | editar código-fonte]

Gaviões do Jurema[editar | editar código-fonte]

Torcida organizada mais antiga do interior da Bahia, fundada em 1979.

Serramor[editar | editar código-fonte]

Torcida organizada do bairro Guarani, da cidade de Vitória da Conquista.

Torcida Organizada Bonde do Serra[editar | editar código-fonte]

Torcida criada dia 10 de fevereiro de 2014 na cidade de Teixeira de Freitas.

A torcida conta com mais de 1000 membros e está sempre presente nos jogos do Serrano.

Rivalidade[editar | editar código-fonte]

Clássico do Café[editar | editar código-fonte]

Os confrontos entre o Serrano e o Vitória da Conquista, chamados de Clássico do Café, configuram um clássico do futebol baiano[5] opondo os clubes da mesma cidade, Vitória da Conquista, habitualmente enfrentando-se no Estádio Lomanto Júnior.

Títulos[editar | editar código-fonte]

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
Trophy(transp).png Campeonato Baiano - 2a Divisão 1 1992
WikiCup Trophy Gold.png 1ª Fase do Campeonato Baiano de Futebol 1 2014

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Últimas dez temporadas[editar | editar código-fonte]

  • Para visualizar todas as temporadas, clique em anexo.
Serrano Sport Club
Ano Campeonato Baiano Copa Governador do Estado
Div. Pos. Pos.
2004 Não ocorreu
2005 Não disputou Não ocorreu
2006 Não ocorreu
2007 Não disputou Não ocorreu
2008 Não ocorreu
2009 Não disputou
2010
2011
2012 10º Não disputou
2013 10º


Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Rebaixamento
     Acesso

Ídolos[editar | editar código-fonte]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

  • Última atualização: 19 de Setembro de 2014.


Goleiros
Jogador
Brasil Gil
Brasil Aranha
Brasil Motanha
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Gago Z
Brasil Nei Cruz Z
Brasil João Vinícius Z
Brasil Brunão Z
Brasil Vinícius Z
Brasil João Augusto LD
Brasil Fieta LD
Brasil Jadílson LE
Brasil Venâncio LE
Brasil Tailon LE
Brasil Mailson LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Mascherano V
Brasil Isaías V
Brasil Moisés Eder V
Brasil Rogério Xodó V
Brasil Teco V
Brasil Alex M
Brasil Narciso M
Brasil Renaldo M
Brasil Fabio M
Brasil Sidinei M
Atacantes
Jogador
Brasil
Brasil Todinho
Brasil Waguinho
Brasil Dinho
Brasil Felipe
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Marivaldo T
Brasil Dautom PF
Brasil Marcelo TG

Símbolos[editar | editar código-fonte]

Escudo[editar | editar código-fonte]

Evolução do Escudo do Serrano Sport Club
Escudo anterior Escudo atual
Serrano antigo.jpg Serrano SC.jpg


Hino[editar | editar código-fonte]

Hino Atual

Nasceste no planalto conquistense

Entre as serras esverdeadas do lugar

Cresceste com firmeza e solidez

Para o povo de Conquista te exaltar

Guerreiro, valente

Orgulha com a sua tradição

És forte, és bravo

Serrano do meu coração


Serrano, Serrano

Digo de voz alta eu te amo

Eu te amo, eu te amo

Te amo meu Serrano, eu te amo


Serrano, Serrano

Digo de voz alta eu te amo

Eu te amo, eu te amo

Te amo meu Serrano, eu te amo


Hino Anterior

Em 1980, em um jogo disputado em Vitória da Conquista (Serrano 1 X 1 Galícia), Milton Santarém (autor do Hino Canário, oficial do E.C. Ypiranga) e os seus filhos Ricardo e Renato Santarém, compositores de música popular, resolveram, emocionados pela beleza da região, compor o hino.


Desde a Serra do Marçal

Vi dentre muitas uma cena colossal

Um verde-vermelho tremulante

Que aos poucos tornava radiante

Era um imenso cafezal

Símbolo do time conquistense

Jogando um futebol para vencer

Por isso sou Serrano até morrer

Sua torcida é leal

Que mostra uma gana imortal

Causando um efeito altitonante

Que leva o Serrano sempre avante

De uma fibra sem igual

Sua força é incontinente

Serrano o café lhe dá poder

Conquista sempre a lhe merecer

No estádio Lomantão

Torcemos com mais garra e emoção

O gol é o seu grito de guerra

O seu nome é orgulho desta terra

Equipe vibrante e audaz

Do campo sempre sai vitoriosa

De Vitórias és Conquistador

Torcemos com orgulho e com amor

Desde a Serra do Marçal

Vi dentre muitas uma cena colossal

Um verde-vermelho tremulante

Que aos poucos tornava radiante

é um imenso cafezal

Símbolo do time conquistense

Jogando um futebol para vencer


Por isso sou Serrano até morrer

Por isso sou Serrano até morrer

Por isso sou Serrano até morrer


Serrano!

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Jogadores do Serrano participam da inauguração do estádio de Teixeira de Freitas (em português) Cidade Esportes. Visitado em 15 de novembro de 2013.
  2. Serrano Sport Clube surgiu em 1979 Taberna da História do Sertão Baiano. Visitado em 25 de janeiro de 2013.
  3. O Clube Serrano Sport Club. Visitado em 25 de janeiro de 2013.
  4. CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol (PDF) (em português) Confederação Brasileira de Futebol. Visitado em 15 de novembro de 2013.
  5. Redação Bocão News (19 de março de 2012). Carcará goleia o Camaçari e Clássico do Café termina sem gols (em português). Visitado em 9 de fevereiro de 2013.