Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fortaleza de Diu (1535-1536), portão de armas, Guzerate, Índia
Cisterna Manuelina da Fortaleza de Mazagão (1513-1541), Marrocos
Basílica do Bom Jesus (1594-1605), Goa Velha, Índia
Cidade Velha, Igreja Nossa Senhora do Rosário (1495), Cabo Verde
Igreja de São Paulo (1565-1594), Macau, China

7 Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo é uma lista de construções edificadas por Portugal em outras partes do mundo, com o apoio do IPPAR e dos Ministérios da Educação e da Cultura de Portugal, e que se segue às escolhas das Novas Sete Maravilhas do Mundo e das Sete Maravilhas de Portugal feitas em 2007. O comissário da organização do evento é o ex-comissário europeu António Vitorino.

O objectivo do concurso foi divulgar o legado patrimonial da Expansão Portuguesa no Mundo, através de uma pré-seleção de 27 obras representativas distribuídas por três continentes. À altura do concurso, 22 destes monumentos estavam classificados como Património Mundial pela UNESCO.[1] O anúncio dos monumentos mais votados entre o conjunto inicial de 27 teve lugar em 10 de Junho de 2009.

Monumentos candidatos[editar | editar código-fonte]

País Local Monumento
Irã Irão Ormuz Fortaleza de Ormuz
 Malásia Malaca Centro Histórico de Malaca
Omã Mascate Fortaleza de Mascate
 Angola Luanda Convento do Carmo
Cabo Verde Cabo Verde Santiago Cidade Velha de Santiago
 Etiópia Margem norte do lago Tana Gorgora Nova
Gana São Jorge da Mina Castelo de São Jorge da Mina
 Marrocos Mazagão Cidade Fortificada de Mazagão
 Marrocos Safi Fortaleza de Safi
 Moçambique - Ilha de Moçambique
 Quênia Mombaça Fortaleza de Jesus de Mombaça
Tanzânia Quíloa Fortaleza de Quíloa
 Brasil Recife Convento de Santo Antônio e Ordem Terceira
 Brasil Salvador Convento de São Francisco e Ordem Terceira
 Brasil Margem do rio Guaporé Forte do Príncipe da Beira
 Brasil Olinda Mosteiro de São Bento de Olinda
 Brasil Rio de Janeiro Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro
 Brasil Congonhas do Campo Santuário de Congonhas do Campo
 Brasil Ouro Preto Igreja São Francisco de Assis (Ouro Preto)
Uruguai Colónia do Sacramento Colónia do Sacramento
 Bahrein - Fortaleza Portuguesa do Bahrain
República Popular da China R.P.China Macau Igreja de São Paulo
 Índia Goa Basílica do Bom Jesus de Goa
 Índia Goa Sé Catedral de Goa
 Índia Baçaim Fortaleza de São Sebastião de Baçaim
 Índia Diu Fortaleza de Diu

Monumentos vencedores[editar | editar código-fonte]

Ordem de sorteio País Local Monumento
1  Índia Diu Fortaleza de Diu
2  Marrocos Mazagão Fortaleza de Mazagão
3  Índia Goa Basílica do Bom Jesus de Goa
4 Cabo Verde Cabo Verde Santiago Cidade Velha de Santiago
5 República Popular da China R.P.China Macau Igreja de São Paulo
6  Brasil Ouro Preto Igreja de São Francisco de Assis da Penitência
7  Brasil Salvador Convento de São Francisco e Ordem Terceira

Candidatos[editar | editar código-fonte]

A lista dos 27 candidatos era composta pelos seguintes monumentos, agrupados por continente.



Notas e referências

  1. Concurso. Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo (PDF) SAPO. 7maravilhas.sapo.pt.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]