Sete maravilhas do mundo moderno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde setembro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Quando se fala em sete maravilhas do mundo , é comum relacionar à célebre lista das sete maravilhas do mundo antigo, que reúne as mais notáveis construções da antiguidade. Esta lista, entretanto, não é mais a única a tentar enumerar as maiores realizações da humanidade e/ou da natureza. Veja abaixo algumas das tentativas de criar uma "nova" lista e quais os resultados delas.

A lista original[editar | editar código-fonte]

As sete maravilhas do mundo moderno[editar | editar código-fonte]

Apesar de nada se mencionar sobre os monumentos do hinduísmo, os quais são inúmeros em todo o planeta, as Novas Sete Maravilhas do Mundo foram escolhidas em concurso informal e popular internacional promovido pela New Open World Foundation, com o lançamento da campanha New 7 wonders, que contou com mais de cem milhões de votos através de telefones celulares e da internet, enviados de todas as partes do mundo e anunciados em 7 de julho de 2007 (07/07/07), numa cerimônia no Estádio da Luz em Lisboa, Portugal. Foram escolhidos apenas monumentos de culturas já extintas e um do cristianismo, que é o Cristo Redentor, ficando relegados monumentos como a estátua de Murugan na Malásia, estátuas também gigantescas de Shiva e Hanuman na Índia, entre outras.[1] [2] O concurso não contou com o apoio da UNESCO, órgão da Organização das Nações Unidas.[3]

Maravilha Atributos Localização Imagem
Muralha da China Perseverança, persistência República Popular da China China
The Great Wall in the winter
Petra Engenharia, proteção Jordânia Jordânia
The Treasury at Petra
Cristo Redentor Boas-vindas, abertura Brasil Rio de Janeiro, Brasil
Christ the Redeemer in Rio de Janeiro
Machu Picchu Comunidade, dedicação Peru Cuzco, Peru
View of Machu Picchu
Chichén Itzá Adoração, conhecimento México Yucatán, México
El Castillo being climbed by tourists
Coliseu Alegria, sofrimento Itália Roma, Itália
The Colosseum at dusk: exterior view of the best-preserved section
Taj Mahal Beleza, sensualidade Índia Agra, Índia
Taj Mahal

Outras listas[editar | editar código-fonte]

Talvez por ter sobrevivido apenas uma das sete maravilhas "originais", ou por serem todas elas, de civilizações mediterrânicas, surgiram imitações da lista original. Algumas chegam a misturar obras da natureza com realizações humanas.

Maravilhas da Era Medieval[editar | editar código-fonte]

Maravilhas modernas[editar | editar código-fonte]

As duas mais conhecidas tentativas de se instaurar uma lista de "7 maravilhas modernas" foram:

O site Hillman Wonders elaborou uma lista com as 100 maravilhas do mundo. As sete primeiras foram:[4]

A Sociedade Americana de Engenheiros Civis chegou a compilar uma lista de maravilhas do mundo moderno, e obteve maior aceitação:

Maravilhas naturais[editar | editar código-fonte]

Tal como com outras listas, não existe consenso sobre sete maravilhas naturais. Uma das listas foi compilada pela CNN:[5]

Um grupo organizou o concurso das Sete maravilhas do mundo moderno (7 Wonders of the Modern World), desde 2007 e realizou um concurso para escolher as "Sete maravilhas da natureza". A votação foi feita pelo site "New 7 Wonders of Nature".E foi encerrada em 2009.

Maravilhas subaquáticas[editar | editar código-fonte]

Esta lista de maravilhas subaquáticas é de origem desconhecida, mas tem sido tão frequentemente repetida que adquiriu um grau de notabilidade:[6] [7]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Sobre as listas alternativas
As sete maravilhas de Portugal