Sharon (Vermont)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sharon é uma cidade no Condado de Windsor, no estado de Vermont, nos Estados Unidos. De acordo com o censo de 2000, a população da cidade é de 1 411 habitantes. A cidade abriga a Academia de Sharon.

História[editar | editar código-fonte]

A autonomia da região foi concedida através de uma carta, emitida pelo rei Jorge III do Reino Unido, em 17 de agosto de 1761. A carta era destinada ao governador Benning Wentworth, John Taylor e outras 61 pessoas que viviam no Connecticut, incentivando o povoamento da região.[1] Assim, a cidade foi fundada em 1765, por Robert Havens e sua família, os primeiros a habitarem o local, de fato.[1] Em 1780, durante a Revolução Americana, a localidade foi atacada durante o Raid Royalton,[2] quando uma força combinada de soldados britânicos e indígenas nativos invadiram várias cidades ao longo do Vale do Rio Branco, na República de Vermont. Várias casas foram queimadas durante a invasão.[2]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Embora a superfície da cidade é muito quebrada, o solo é fértil, propício à agricultura, e se tornou uma indústria importante.[2]

Cidadãos ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Sharon, Vermont (em inglês). Virtual Vermont (2011).
  2. a b c History and description of New England (em inglês). Boston, Massachussets, 1859 - Books Google (2011).