Sharon Valerii

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sharon "Boomer" Valerii, também conhecida como Número Oito, é o nome de duas personagens da série televisiva de ficção científica Battlestar Galactica, interpretadas por Grace Park.[1] Sharon é uma cylon ginóide, sendo assim existem milhares de cópias de sua versão por toda a frota cylon e nos planetas das Doze Colônias do Homem conquistados por eles. Entretanto, somente duas cópias são personagens regulares da série, uma cópia na Galactica e uma em Caprica.

Battlestar Galactica (2003)[editar | editar código-fonte]

Sharon de Galactica[editar | editar código-fonte]

A Tenente Sharon, cujo apelido é Boomer, é uma agente cylon com formas humanas, programada para pensar que é uma humana de verdade.[2] Ela recebeu a falsa memória de ter sido criada em Troy por Katherine e Braham Valerii, que teriam morrido em um acidente numa mina. Boomer e o Chefe Galen Tyrol estão envolvidos romanticamente, a despeito do fato de que o relacionamento deles é contra o protocolo militar. Devido à sua programação, ela pratica várias ações de sabotagem (incluindo explodir os tanques do reservatório de água da Galactica) e não tem consciência do que faz, apesar de suspeitar de que alguma coisa pode estar errado com ela. Tyrol esconde as evidências que podem levar a suspeitas de que ela teve ligação com a explosão, mas posteriormente novos eventos suspeitos são a causa de ele terminar o relacionamento com ela.

Sua programação toma conta dela e Sharon atira no Comandante William Adama, colocando-o em coma. Ela e Tyrol, suspeito de ser um cylon por causa do seu relacionamento com ela, são colocados em uma cela, interrogados e agredidos pelo Coronel Saul Tigh, que tomou o comando da Galactica devido à incapacidade de Adama. O Dr. Gaius Baltar a força a dizer quantos outros cylons existem na frota. Ela é assassinada pela Especialista Cally, que a culpa pelo aprisionamento do Chefe Tyrol e que está apaixonada por ele, como fica claro em episódios futuros. Sharon morre nos braços de Tyrol e suas últimas palavras são "Eu te amo, Chefe."

No episódio Downloaded, as memórias de Boomer são baixadas para um novo corpo, com as mesmas características, mas ela resiste a se identificar como uma cylon. Ela é vista como uma heroína entre os cylons, mas, nesse mesmo episódio, ela e sua amiga cylon Número Seis, transformadas por seu amor pelos humanos em encarnações passadas, decidem tentar persuadir os cylons de que algumas de suas ações contra a espécie humana são erradas.

Sharon de Caprica[editar | editar código-fonte]

Outra cylon idêntica a Sharon, porém com plena consciência de sua verdadeira natureza. Esta Sharon parece possuir as memórias de Boomer, pelo menos até os últimos episódios da primeira temporada, quando a Sharon de Caprica aparentemente desliga suas conexões com o que quer que seja que os cylons usem para fazer atualizações entre as cópias.

Depois que o Tenente Karl "Helo" Agathon foi deixado para trás em Caprica, que estava ocupada pelos cylons, ela fingiu vir buscá-lo para poderem voltar à Galactica. Não podendo sair do planeta, pois o Raptor estava em posse dos cylons, eles acabaram ficando ali mesmo, procurando abrigos. Sharon estava, na verdade, colocando em prática um plano dos cylons: fazer com que Helo se apaixonasse por ela. Um acabou se apaixonando pelo outro, o que deixou Sharon grávida: um bebê humano-cylon estava em sua barriga. Helo mais tarde descobriu que ela é uma cylon (quando viu uma outra cópia da Número Oito, que tenta atirar nele, mas é morta por Sharon), mas ela conseguiu convencê-lo de que realmente o ama e revelou que estava grávida de uma criança dele.

Battlestar Galactica (1978)[editar | editar código-fonte]

A única semelhança da Boomer da série reimaginada com o da série original é o apelido. O ator afro-americano Herb Jefferson, Jr. interpretava o Tenente Boomer, um experiente piloto de Viper. No seriado de 1980, ele aparece como imediato de Adama.

Trívia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Anthony Breznican (2009-03-12). Internal battles are raging in 'Battlestar' USA Today. Arquivado do original em 2012-10-28. Página visitada em 2009-03-13.
  2. Maureen Ryan (2009-02-28). Chicago Tribune. Arquivado do original em 2010-04-03. Página visitada em 2009-02-28.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]