Shelter (filme de 2010)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shelter
Identidade Paranormal (BR)
 Estados Unidos
2010 • cor • 112 min 
Direção Mans Marlind
Bjorn Stein
Produção Emilio Diez Barroso
Darlene Caamano Loquet
Mike Macari
Neal Edelstein
Roteiro Michael Cooney
Elenco Julianne Moore
Jonathan Rhys Meyers
Género Suspense e terror sobrenatural
Idioma Inglês
Música John Frizzell
Edição Steve Mirkovich
Distribuição FSF
E1 Entertainment
The Weinstein Company
Página no IMDb (em inglês)

Shelter é um filme de suspense e de terror sobrenatural, dirigido por Mans Marlind e Bjorn Stein, escrito por Michael Cooney, com Julianne Moore e Jonathan Rhys Meyers nos principais papéis [1] . O filme estreou pela primeira vez no Japão, em 27 de março de 2010.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Mãe solteira e psiquiatra dedicada, Cara Jessup (Julianne Moore), concentra a sua reputação profissional em desmascarar a ideia da síndrome de múltipla personalidade, até encontrar um paciente criminal com problemas mentais, Adam (Jonathan Rhys Meyers), que tem poderes que desafiam a explicação mais racional. Esse contacto misterioso com o mal perturba o seu mundo. A entidade que habita o paciente, no fim, revela ser um pregador demoníaco, que rouba as almas dos mortos horrivelmente, e possui uma eterna obsessão em abrigar as pessoas descrentes. Quando uma alma roubada resulta na perda do pai de Cara, ela começa a achar que sua filha é a próxima.

O filme dá um toque de feitiçaria ao género mistério. Shelter é uma viagem sofisticada e perturbadora ao coração das trevas, para além de explorar o mundo psicológico.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco principal
Elenco adicional

Produção[editar | editar código-fonte]

As filmagens tiveram lugar em Pittsburgh, no início de Março de 2008.[1]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Mike Sheridan do Entertainment.ie deu ao filme duas estrelas em cinco, afirmando que Shelter é "um thriller em que se tenta, desesperadamente, surpreender o público a cada instante, tentativa essa que se verificou com o roteiro anterior do escritor Michael Cooney para Identity, principalmente para ter um efeito estelar, e Shelter por sua vez é um monte de estupidez envolto numa embalagem temperamental.[2] Mark Harrison de Den of Geek deu uma opinião mais positiva, chamando-o de "horror aos montes, mas é, por sua vez, poupado em relação à sensação de se assustar e saltar da cadeira".[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.