Shipper

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde agosto de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto.

Shipper é uma pessoa que admira relacionamentos, principalmente românticos, entre personagens reais ou fictícios.

Definição[editar | editar código-fonte]

Shipper é um termo muito utilizado na internet entre fãs de filmes, desenhos, livros, histórias em quadrinhos e principalmente séries de tv para designar aquelas pessoas que admiram e discutem os relacionamentos românticos entre personagens fictícios e celebridades.

Existem basicamente duas categorias de shipper: os que apóiam um romance são chamados simplesmente de shippers e aqueles que apóiam uma amizade são chamados de friendshippers. Porém essa divisão não se refere aos mesmos personagens. Por exemplo, uma pessoa pode ser shipper de Clark & Lois enquanto é friendshipper de Jimmy e Clark.

Por serem em sua grande maioria mulheres, as shippers costumam ser confundidas com fangirls, porém existe uma grande diferença entre as duas coisas. Fangirls são apenas tietes de um determinado ator ou personagem; Shippers são pessoas que se interessam por todo o conteúdo sobre os dois personagens que estão envolvidos na "ship" (ou seja os dois ou mais personagens que são shippados. As pessoas que se interessam por todo o conteúdo, desde a mitologia da história em questão até aspectos psicológicos dos personagens são chamadas de "stans" de origem inglesa "stalker fan".

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Acredita-se que a palavra "shipper" tenha surgido entre os fãs da série Arquivo X, que já usavam esse termo em 1996 para determinar aqueles que viam uma ligação romântica entre os agentes Fox Mulder e Dana Scully indo contra outra parcela dos fãs que se auto-denominavam NoRomos (No Romance) e insistiam que a série não precisava de romance.

Baseados na palavra relationship (relacionamento, na língua inglesa), surgiram os termos:

  • Ship: um determinado casal (ex: casal de celebridade favorita)
  • Shipper: pessoa que torce por um casal.
  • Shippar: a pratica de torcer por um casal.

Classificações[editar | editar código-fonte]

  • Canon Ship ou Conventional Couple
Canon Ship é um casal que de alguma forma foi pré-estabelecido na história original. Se o autor deixou claro que esses dois personagens estão, irão ou poderão ficar juntos, eles são Canon. (Ex: House & Cuddy, Puck e Quinn, Finn & Rachel, Four e Tris,

Percy e Nico.)

  • Cult Ship ou Unconventional Couple
Cult Ship é um casal que não foi estabelecido no seriado. É o oposto de Canon Ship pois não existem evidencias românticas entre eles. Também são mais chamados de Fanon Ship (Ex: Draco & Hermione, Quinn e Rachel, Peter e Tris, Percy e Annabeth, Aurora e Mulan.)
  • Slash
São os casais homossexuais, sendo slash a versão masculina e femslash a versão feminina. O termo surgiu nos anos 70 com fanfics sobre Spock e Capitão Kirk de Jornada nas Estrelas, pois os autores das fanfics utilizavam uma barra (/) que em inglês chama-se "slash" para escrever os nomes dos personagens na descrição das histórias. (Ex: Willow/Tara, Kurt/Blaine.)
  • OTP

Em inglês: One True Paring ( na tradução literal um único casal verdadeiro). Um OTP é o seu casal favorito, o mais perfeito e o melhor de todos. Apesar de o nome falar apenas de um único casal, muito fãs têm mais de um OTP.

Produções artisticas[editar | editar código-fonte]

Muitos shippers participam de foruns de discussão onde sempre existe uma parte reservada para trabalhos artísticos feitos pelos próprios fãs.

  • Fanfic
histórias escritas em sua grande maioria por shippers. Em vários arquivos elas estão classificadas por tamanho, gênero, data e pares ou casais. Das fanfics saem fatos conhecidos como “Fanon” que são coisas não ocorridas na história original mas que os fãs incorporam como uma verdade dentro do grupo.
  • Fanart
Artes gráficas, geralmente banners e wallpapers, feitos por fãs a fim de homenagear seus ships prediletos.
  • Fanvid
pequenos videos feitos por fãs, normalmente utilizando cenas de seus personagens prediletos com uma música ao fundo.
  • Fanmix
seleções de musicas que lembram determinados ships ou personagens; versão moderna das antigas mixtapes.
  • Crackship
montagens feitas com fotos tiradas por paparazzi, à noite ou de dia, onde os dois (ou mais) famosos são colocados juntos. Muitas vezes, os shippers os colocam de mãos dadas ou de maneira que pareçam de fato um casal real. É muito possível ver isso pelo Tumblr, na tag "crackship" ou "manip".

Ships famosos[editar | editar código-fonte]

Alguns dos grupos de shippers mais conhecidos mundialmente são os das séries Arquivo X, notório por ser de onde surgiu o termo e a cultura shipper; Lost, que tornou pública a inimizade existente entre grupos envolvidos nos famosos triângulos amorosos, com os shippers de Kate & Sawyer e Jack & Kate; os livros e filmes de Harry Potter, que levaram a prática de shippar aos jovens fãs de sagas- assim como acontece com Piratas do Caribe, que popularizou os cult ships já que a maioria dos fãs preferiam ver a personagem Elizabeth Swan com o pirata Jack Sparrow, ao invés do seu par oficial Will Turner. Em iCarly, temos Sam e Freddie - ambos estão envolvidos em relação de amor e ódio e são a escolha da maioria dos fãs. No anime Naruto, os personagens Sasuke, Naruto, Sakura e Hinata normalmente estão envolvidos. Com os filmes da Saga Crepúsculo não foi diferente, logo quando o casal de protagonistas Kristen Stewart e Robert Pattinson mostraram uma certa química dentro e fora de tela, muitos fãs adotaram o nome "robsten" para chamar e shippar o casal.

Outras séries que os fãs também apoiam casais que realmente acontecem ou não são Arrow, Supernatural, Victorious, Game of Thrones, Glee, The Vampire Diaries, Pretty Little Liars, Skins, Doctor Who, Sherlock, House, Revenge, Gossip Girl, Once Upon a Time, True Blood e várias outras.

Além disso, existem casos onde pessoas apoiariam casais de famosos. Por exemplo, há fãs do cantor Justin Bieber que apoiam seu relacionamento com a atriz Selena Gomez. Outros preferem apoiar casais famosos que já existem, como Brad Pitt e Angelina Jolie.

Fandons[editar | editar código-fonte]

Muitas vezes, um Fandom é criado quando os fãs e shippers encontram outras pessoas que apoiam seu casal favorito. Os shippers criam contas em redes sociais ao casal, mesmo que não tenha sucedido, e conversam com pessoas que têm a mesma opinião, seja ela qual for. Redes sociais como o Twitter e o Tumblr são as mais utilizada nestes casos, praticamente como um "ponto de encontro" dos shippers.

Referências[editar | editar código-fonte]