Sholem Asch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sholem Asch
שלום אש em iídiche
Nascimento 1880
Kutno,  Polónia
Morte 1957 (77 anos)
Londres,  Inglaterra
Nacionalidade Polaco
Ocupação jornalista, romancista

Sholem Asch (em iídiche שלום אש) ou Shalom Asch (Kutno, Polônia 1880- Londres, Inglaterra 1957) foi um escritor e jornalista. Nascido de uma família judia tradicional. Franqueou a tradição e viajou pelo mundo todo, além de ter sido um grande escritor iídiche.

De Kutno à Varsóvia[editar | editar código-fonte]

Romancista iídiche, drmaturgo e ensaísta, Sholem Asch nasceu em 1880 em Kutno, na Polônia, na época uma cidade sob dominação russa. De uma família de dez filhos, ultra-ortodoxa. Recebeu uma educação jovem tradicional, e formação talmúdica. Aos 17 anos, seus pais o enviaram a Wloclawek onde seria tutorado por um escrivão público, e se iniciou em outros idiomas e na literatura profana. Foi à Varsóvia, o coração da vida literária judia na Polônia. Começa a escrever em hebraico mas, graças às suas influências do grande escritos I. L. Peretz, passa a escrever em iídiche e passa a escrever somente neste idioma. Em seus primeiros anos em Varsóvia, conhece e se casa com Mathilde, filho do escritor judeu polonês M. M. Shapiro.

Um grande viajante[editar | editar código-fonte]

Antes da Primeira Guerra Mundial, Asch vai aos Estados Unidos onde publica no jornal iídiche Forvets, não retornando à Polônia antes do conflito se instalar na França. Depois de 1938, retorna aos Estados Unidos onde publica a maioria de suas obras. Antes de falecer em Londres em 1957, passa seus últimos anos em Bat Yam, subúrbio de Telavive em uma casa depois convertida em Museu Sholem Asch.

Obras mais célebres[editar | editar código-fonte]

A trilogia: "Três cidades"

  • Tio Moisés
  • O jude e os Salmos
  • A santificação do nome

Seus romances de temas cristãos:

  • O Nazareno - " Não o poder de recordar, e sim o poder de esquecer, constitui uma das condições necessárias a nossa existência."
  • O apóstolo
  • Maria mãe de Deus

Seu último romance, escrito em 1955 se intitula O Profeta.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sholem Asch