Sidi Slimane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marrocos Sidi Slimane
سيدي سليمان
Sīdī Slaymān, Sidi Sliman
 
—  Município  —
Sidi Slimane está localizado em: Marrocos
Sidi Slimane
Localização de Sidi Slimane em Marrocos
34° 15' 30" N 5° 55' 30" O
Região Gharb-Chrarda-Beni Hssen
Província Sidi Slimane
Área
 - Total 190 km²
Altitude 35 m (115 pés)
População (2004)[1] [2]
 - Total 78 036
    • Densidade 410,72/km2 
 - Estimativa (2012) 88 559

Sidi Slimane (em árabe: سيدي سليمان; transl.: sidy slimān) é uma cidade do noroeste de Marrocos, capital da província homónima, que faz parte da região de Gharb-Chrarda-Beni Hssen. Em 2004 tinha 78 036 habitantes[1] e estimava-se que em 2012 tivesse 88 559 habitantes.[2] Contando as áreas urbanas adjacentes à comuna, a população da cidade ascende a 150 000 habitantes.[carece de fontes?]

Situa-se nas margens do oued Beht, um afluente do rio Sebu, 65 km a leste da cidade portuária de Kenitra, 66 km a noroeste de Meknès e 110 km a oeste de Fez. É um centro agrícola importante da fértil planície do Gharb, onde se produzem citrinos, cereais, beterrabas e diversos legumes, parte deles para exportação.

Durante a colonização francesa, Sidi Slimane era apelidade de "Pequena Paris". Os pintores Hans Kleiss e Yvonne Kleiss-Herzig viveram ali desde 1952.[carece de fontes?]

A comuna assistiu a uma forte emigração, tanto para as cidades marroquinas de Fez, Rabat, Tânger e Casablanca, como para países do sul da Europa, sobretudo para Espanha e França a partir dos anos 1970. Esses emigrantes trabalham principalmente na agricultura, mas também na indústria. A região sudeste de França de Lot e Garona e, mais especificamente para os arredores de Tonneins e Aiguillon tem uma importante comunidade de imigrantes de Sidi Slimane. Em 2006, a delegação do Banco Popular de Marrocos foi a que recebeu mais remessas de emigrantes no estrangeiro em todo o país.[carece de fontes?]

A Quinta Base Aérea das Forças Aéreas Reais de Marrocos situa-se 10 km a sudoeste de Sidi Slimane. Construída nos anos 1950, foi usada pelo Strategic Air Command dos Estados Unidos para serviço de bombardeiros estratégicos, inicialmente B-29's e posteriormente B-47's e Convair B-36's. A base foi entregue ao governo de Marrocos em 30 de setembro de 1963, mas continuou a ser usada ocasionalmente por B-52's e Boeings KC-135 americanos.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Recensement général de la population et de l'habitat 2004 (em francês). www.hcp.ma. Royaume du Maroc - Haut-Comissariat au Plan. Página visitada em 17 de fevereiro de 2012.
  2. a b Maroc: Les villes les plus grandes avec des statistiques de la population (em francês). gazetteer.de. World Gazeteer. Página visitada em 17 de fevereiro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Marrocos, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.