Sidney Drell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sidney Drell
Física
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 13 de setembro de 1926 (88 anos)
Local Atlantic City
Atividade
Campo(s) Física
Alma mater Universidade de Illinois em Urbana-Champaign
Tese 1949
Conhecido(a) por Processo Drell-Yan
Prêmio(s) Prêmio Pomeranchuk (1998), Prêmio Enrico Fermi (2000), Prêmio Rumford (2008), Medalha Nacional de Ciências (2011)

Sidney David Drell (Atlantic City, 13 de setembro de 1926) é um físico e especialista em controle de armas estadunidense.

É professor emérito do Centro de Aceleração Linear de Stanford (SLAC) e fellow da Hoover Institution. Drell é um contribuidor de destaque nos campos da eletrodinâmica quântica e física de partículas. O processo Drell-Yan é parcialmente denominado em sua honra. Recebeu o Prêmio Enrico Fermi, em 2000.

É co-autor do livro clássico "Relativistic Quantum Mechanics", com James Bjorken. É conselheiro científico do Governo Federal dos Estados Unidos, e membro fundador do JASON. Faz parte do quadro de dirigentes do Los Alamos National Security, a companhia que opera o Laboratório Nacional de Los Alamos. É especialista no campo do controle de armas nucleares e co-fundador do "Center for International Security and Arms Control", atualmente denominado "Center for International Security and Cooperation". É atualmente fellow senior da Hoover Institution. É também exímio violinista.

Sidney Drell é pai de Persis Drell, atual diretora do Centro de Aceleração Linear de Stanford (SLAC).

Educação[editar | editar código-fonte]

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Maurice Goldhaber e Michael E. Phelps
Prêmio Enrico Fermi
2000
Sheldon Datz e Herbert York
Sucedido por
John N. Bahcall, Raymond Davis Jr. e Seymour Sack


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.