Simbionte (Homem-Aranha)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Simbionte é uma criatura alienígena fictícia que faz parte do universo do Homem-Aranha.

História[editar | editar código-fonte]

O simbionte teve sua aparição pela primeira vez na saga conhecida como a Saga do Uniforme Negro quando se juntou ao uniforme de Peter Parker.

Origem[editar | editar código-fonte]

Durante as Guerras Secretas, uma pedra alienígena grudou ao uniforme de Peter Parker e o cobriu inteiro. O novo uniforme de Peter aumentava sua força, tinha propriedades regenerativas, criava suas próprias teias e mudava de forma, parecendo uma roupa normal. Peter começou a gostar da coisa e trouxe o uniforme para Terra. Quando Peter descobriu que se tratava de um simbionte alien, ele tentou se livrar da criatura, mas não conseguiu. Ele pediu ajuda a Reed Richards, que criou uma arma sônica para se livrar do simbionte (ele é sensível ao som). Se sentindo rejeitado, o simbionte procurou um novo hospedeiro, e achou Eddie Brock, se uniu a ele e deu origem ao vilão Venom.

Planeta dos simbiontes[editar | editar código-fonte]

Durante um arco de histórias conhecido por Planeta dos Simbiontes, onde Peter, Ben Reilly e Eddie Brock foram levados para um planeta repleto de simbiontes, descobríu-se a origem do parasita. Ele vem desse planeta, onde existe uma raça de simbiontes que domina vários planetas. Eles invadem o planeta em questão, se unem a seus habitantes, e na hora certa, drenam toda sua energia. Havia um simbionte, que não dominava suas "vítimas", mas apenas se unia aos seus hospedeiros, para sobreviver sem destruí-los. Por suas ações, ele foi considerado insano e preso. Peter o libertou, e o levou para a Terra. Enquanto Peter, Ben e Eddie estavam no planeta de simbiontes, os simbiontes abriram um portal para a terra e invadiram-na. Logo, muitos humanos estavam ganhando poderes. Ben, Peter e Eddie estavam lutando contra os simbiontes até aparecer Carnificina, que estava se alimentando dos simbiontes e ficando gigante. Ele foi derrotado, e todos os simbiontes destruídos.

Poderes[editar | editar código-fonte]

Quem se une ao simbionte, ganha superforça, um fator de cura, capacidade de criar teias, e uma certa capacidade transmórfica. O efeito colateral, é o fato da pessoa ficar agressiva e "perder" sua mente, que fica parcialmente dominada pelo simbionte. O motivo disso, é que o simbionte precisa que o seu hospedeiro produza adrenalina extra para alimentá-lo. A fraqueza do simbionte, é o som, que o-deixa desorientado e estressado, podendo até matá-lo.

Hospedeiros do simbionte[editar | editar código-fonte]