Sinagoga de Dura Europos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde Setembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

34° 44′ N 40° 43′ E

Um dos frescos da sinagoga de Dura Europos: Moisés, bébé, é retirado do rio pela filha de um faraó.

A sinagoga de Dura Europos é um edifício de culto judaico localizado na cidade helenística e romana Dura Europos, na província Síria (no extremo sudeste da Síria atual, a 24 kms de Mari). É um dos mais importantes monumentos para o estudo da arte judaica da antiguidade.

Sucessor de um primeiro edifício que data da segunda metade do século II, a sinagoga foi reconstruída por volta de 244-245 e dotada de um conjunto de frescos figurativos únicos (até à data) numa sinagoga antiga. A parcial destruição voluntária do edifício durante os trabalhos de fortificação da cidade, prevendo um ataque sassânida em 256, teve como resultado a preservação de grande parte da decoração pintada. A destruição da cidade que se seguiu ao fim do cerco, e a deportação da população pelos persas, colocaram um fim na ocupação do local, o que explicaria o seu excepcional estado de conservação até às primeiras escavações arqueológicas. Estas intervieram sob o mandato francês na Síria, entre 1921 e 1933, e permitiram a retirada total dos vestígios da sinagoga. Os frescos foram depositados noMuseu nacional de Damasco, constituindo uma das suas principais peças.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.