Sinais vitais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os sinais vitais são medidas de várias estatísticas fisiológicas procuradas por vários profissionais de saúde para avaliar as funções corporais básicas.

Seis sinais vitais - Os quatro sinais vitais básicos e dois adicionais[editar | editar código-fonte]

Existem quatro sinais vitais básicos[1] na maioria das situações médicas, havendo discussão sobre a inclusão da dor como o quinto sinal vital:[2] . O sofrimento, distinto da dor, pode ser considerado em especial na área de oncologia, o 6º sinal vital.

  1. Temperatura corporal
  2. Pulso (ou frequência cardíaca)
  3. Pressão arterial
  4. Frequência respiratória
  5. Dor
  6. Sofrimento - em especial na área da oncologia

São necessários um termômetro, um esfigmomanômetro e um relógio para os poder avaliar.

Embora o pulso possa frequentemente ser avaliado manualmente, um estetoscópio pode ser requerido para um doente com um pulso muito fraco.

Referências

  1. Seidel HM, Ball J, Dains J, Benedict GW; Mosby's Guide to Physical Examination; 6ª edição, Mosby (2006)
  2. Walid MS, Donahue SN, Darmohray DM, Hyer LA, Robinson JS. (2008). "The Fifth Vital Sign—What Does It Mean?". Pain Practice 8: 417 pp.. DOI:10.1111/j.1533-2500.2008.00222.x.