Sinal discreto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sinal discreto
Sinal digital

Sinal discreto é uma série temporal que consiste de uma sequência de quantidades, uma função sobre o domínio de inteiros discretos. Cada valor da sequência é chamado de amostra.

Diferente do sinal contínuo, um sinal discreto não é uma função de um argumento contínuo. Entretanto, a função pode ter sido obtida através da amostragem de um sinal contínuo.

Pode-se obter sinais discretos de diversas formas, mas geralmente se classifica em dois grupos.1 O primeiro é a aquisição de valores de um sinal analógico numa determinada taxa de tempo, um processo chamado de amostragem de sinal. O segundo grupo é o acúmulo de uma variável com o tempo, como por exemplo a quantidade de pessoas que usam um determinado elevador por dia.

Referências

  1. "Digital Signal Processing" Prentice Hall - Pages 11-12

Ver também[editar | editar código-fonte]