Sinapomorfia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Sinapomorfia (do grego sýnapsis - ação de juntar + morphě - forma) é o conjunto dos caracteres que, surgindo ao longo da evolução, mantém-se em diversos grupos taxonômicos distintos.

Conceituação técnica[editar | editar código-fonte]

Sinapomorfia, para a Biologia, são caracteres homólogos apomórficos compartilhados por dois ou mais táxons. É a situação que se observa quando dois táxons apresentam o mesmo caractere, e este representa uma forma derivada apomórfica frente a outra ancestral plesiomórfica.

Analogamente, chama-se simplesiomorfia a um caractere homólogo compartilhado, quando é plesiomórfico.

Apenas as sinapomorfias constituem argumentos válidos em favor da monofilia do grupo de táxons que as compartilha.

As sinapomorfias se constituem, assim, no fundamento para a classificação filogenética (baseada no parentesco) dos seres vivos. Graças a elas se definem os grupos holofiléticos (chamados de monofiléticos, segundo Willi Hennig).

Os caracteres com que se descrevem os grupos parafiléticos, definidos pela exclusão de um grupo holofilético de outro maior, são as simplesiomorfias.

O termo, introduzido por Hennig, está no centro da metodologia da análise filogenética.

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.