Sismo do Oceano Índico de 2012

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Terremoto do Oceano Índico de 2012
Mapa da área atingida pelo sismo de 11 de Abril de 2012 na costa ocidental da Indonésia.
Epicentro Litoral indonésio do Oceano Índico
2° 31.1' N 93° 06.3' E
Profundidade 22,9 Km
Magnitude 8,6 MW
Tipo maritmo
Data 11 de abril de 2012
Zonas atingidas  Bangladesh
 Índia
Indonésia
 Malásia
Maldivas
 Singapura
Sri Lanka
 Tailândia
Vítimas 10 mortes, 4 feridos

O Sismo do Oceano Índico de 2012 foi um tremor de terra submarino que ocorreu na costa ocidental da Indonésia, próximo à província de Aceh, que atingiu magnitude 8,6 na Escala de magnitude de momento que mede a intensidade dos tremores de terra, sendo o mais forte registrado no ano de 2012 até então.[1]

O tremor ocorreu em uma quarta-feira, 11 de abril, às 15:38, hora local. Alertas de tsunami que foram emitidos pelo Oceano Índico porém já foram rebaixados ou cancelados.[2]

Passado[editar | editar código-fonte]

A mesma região enfrentou em 2004 um violento terremoto seguido de tsunami, onde o terremoto ocorreu a cerca de 250 km ao su-sudeste de Banda Aceh.

Terremoto[editar | editar código-fonte]

Desta vez o terremoto apresentou magnitude 8.7 (Mw) a uma profundidade de 22 quilômetros ocorreu a cerca de 434 km (269 milhas) a sudoeste de Banda Aceh, na Indonésia em uma profundidade de 22,9 km (14,2 mi). Ele foi originalmente relatado como 8.9 Phillip Charlesworth, o chefe da Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho com sede em Jacarta disse que o terremoto durou 3 minutos.

Além da Indonésia, o terremoto pôde ser sentido em uma grande área. Agitação foi sentida em todo o litoral leste da Índia, incluindo Chennai, Bangalore e Kolkata. Os serviços de Metrô de Calcutá foram suspensos em Kolkata, e os passageiros foram convidados a deixar as estações. Na Malásia, agitação foi sentido em Penang e Kuala Lumpur. O terremoto também foi sentido em Padang.

Tsunami[editar | editar código-fonte]

Alertas de tsunami foram gerados para toda a área do Oceano índico, principalmente para a Indonésia, Malásia, Índia, Sri Lanka e Ilhas Maldivas e apesar de ainda monitorada toda a área o alerta foi posteriormente cancelado.

Contudo ainda sim pôde-se observar ondas de até um metro perto das ilhas próximas a Aceh. A área mais atingida foi a ilha pouco populosa de Simeulue, na costa sul de Aceh[3] .

Referências

  1. Agência EFE. Terremoto de 8,7 Graus Gerou Alarme de Tsunami no Oceano Índico. Terra Network Brasil S. A. Disponível em <http://noticias.terra.com.br/noticias/0,,OI5713281-EI188,00-Terremoto+de+graus+gerou+alarme+de+tsunami+no+Oceano+Indico.html> Acesso em Abril de 2012
  2. Agência Estado. Cancelado alerta de tsunami no Pacífico. Diário do Grande ABC. Disponível em <http://www.dgabc.com.br/News/5951635/cancelado-alerta-detsunami-no-pacifico.aspx> Acesso em Abril de 2012
  3. MUNAWIR, Reza. Terremotos na costa da Indonésia causam pânico; não há tsunami. Reuters Brasil, 2012; Disponível em <http://br.reuters.com/article/topNews/idBRSPE83A06420120411> Acesso em Abril de 2012