Sismonastia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sismonastia em Mimosa pudica.

Sismonastia ou tigmonastia é uma nastia provocada pela ação de um golpe ou sacudidela, como se observa na dormideira, cujas folhas se fecham imediatamente após uma batida.

Dessa forma, a cada toque que a planta recebe (que seria recebido como ameaça) ela se fecha pois algumas células, localizadas na base de cada folha consegue perder água rapidamente. O cálcio e o potássio, elementos que estão presentes nesta planta - são responsaveis por direcionar a água para alguns espaços entre as células, causando o tal fechamento, ou encolhimento. Este processo dura pouco tempo, depois as folhas abrem novamente.

Tigmonastia[editar | editar código-fonte]

Tigmonastia ou Sismonastia é uma modalidade de nastia ou nastismo (respostas não-direcionais a estímulos exógenos) causada pela ação de um estímulo mecânico, como se observa na dormideira, cujas folhas se fecham imediatamente após um toque. Desta forma, a cada estímulo mecânico (toque, vento, chuva) que a planta recebe ela se fecha, pois algumas células especializadas (pulvino), localizadas na base do pecíolo de cada folha ou folíolo, perdem água rapidamente. Isto ocorre quando um potencial de ação, gerado pelo estímulo (toque), atinge os pulvinos e causa rápida liberação de potássio e açúcar no apoplasto; assim há perda de água pelas células motoras e o consequente curvamento das folhas. As folhas permanecem fechadas por pouco tempo, depois se abrem novamente[1] .


Referências

  1. TAIZ, L, ZEIGER, E. Fisiologia Vegetal. Porto Alegre: Artmed, 4ª Ed., 2009


Vídeos[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre plantas é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.