Sissi (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sissi
Sissi (PT/BR)
 Áustria
1955 • cor • 105 min 
Direção Ernst Marischka
Roteiro Ernst Marischka
Elenco Romy Schneider
Karlheinz Böhm
Magda Schneider
Uta Franz
Género romance biográfico
Idioma alemão
Página no IMDb (em inglês)

Sissi é o título dado a um filme austríaco do gênero romance histórico-biográfico produzido no ano de 1955, o qual retrata os primeiros anos da imperatriz Isabel da Áustria e teve como realizador e roteirista Ernst Marischka. O filme adapta ao cinema o romance homônimo de Marie Blank-Eismann, cuja edição em livro se deu em duas partes publicadas em 1952 pela Titania-Verlag, editora em Stuttgart. O romance Sissi já havia sido publicado na revista Blütenregen (Chuva de Flores) em 1933 como romance ilustrado, cuja publicação foi feita em partes de continuação integrantes do romance.

Sissi é um hipocorístico do prenome Isabel congeminado pela romancista Marie Blank-Eismann e atribuído à personagem principal do seu romance, o qual não terá sido necessariamente igual a qualquer hipocorístico usado na vida real pela família da verdadeira imperatriz Isabel da Áustria. Na vida real familiar da verdadeira imperatriz Isabel é bem provável que se tenha usado uma outra das formas hipocorísticas mais frequentes naquela época: Sisi ou Lisl, que são ainda hoje igualmente hipocorísticos do prenome Isabel ('Elisabeth') utilizados pelos falantes da língua alemã.

Quando o filme Sissi se classificou como grande sucesso na venda de bilhetes de entrada nos cinemas, seguiram-se as suas continuações (traduções mais abaixo em Ver também): Sissi – Die junge Kaiserin (1956) e Sissi – Schicksalsjahre einer Kaiserin (1957). A trilogia Sissi com Romy Schneider e Karlheinz Böhm pertence às produções cinematográficas em língua alemã de maior sucesso e aos filmes de maior êxito nos cinemas alemães e austríacos. O número de espectadores que viram o filme oscila entre 20 e 25 milhões. Só o filme Der Förster vom Silberwald (O regente florestal do Bosque dos Álamos Brancos) vale ainda hoje como o filme de êxito maior (28 milhões) ao êxito de Sissi. Os números contudo são inexactos, dado que naquele tempo as vendas de bilhetes ainda não se faziam por completo.

Sissi é o primeiro filme da trilogia sobre os primeiros anos da imperatriz Elisabeth, a qual ficou mais conhecida por causa do filme como Sissi, o hipocoristico do prenome Elisabeth também utilizado no argumento do filme.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

É o ano de 1853. A então princesa Isabel da Baviera, de 15 anos, acompanha sua mãe e irmã mais velha Helena para a corte austríaca em Bad Ischl, onde o noivado entre Helena e o jovem imperador Francisco José I, seu primo-irmão, será anunciado. Este, contudo, apaixona-se pela outra prima, Isabel (mais conhecida como Sissi), enquanto ela está pescando. Sissi também ama Francisco José, mas o casamento encontrará a oposição da exigente mãe do imperador.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • A atriz Magda Schneider, que interpreta a duquesa Ludovika, mãe de Sissi, nos três filmes da série, é a a mãe de Romy Schneider na vida real.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Marie Blank-Eismann: Sissi. Romance em alemão (Primeira Publicação). In Blütenregen. Illustrierte Wochenschrift für die Familie. 1933, ZDB|2358509-2.
  • Marie Blank-Eismann: Romance original em língua alemã Sissi. Roman. Deutscher Literatur-Verlag Melchert, Hamburgo 1991, ISBN 3-87152-275-9.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.