Sistema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde junho de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Um sistema (do grego σύστημα systēma, através do latim systēma), é um conjunto de elementos interconectados, de modo a formar um todo organizado. É uma definição que acontece em várias disciplinas, como biologia, medicina, informática, administração. Vindo do grego o termo "sistema" significa "combinar", "ajustar", "formar um conjunto".

Todo sistema possui um objetivo geral a ser atingido. O sistema é um conjunto de órgãos funcionais, componentes, entidades, partes ou elementos e as relações entre eles, a integração entre esses componentes pode se dar por fluxo de informações, fluxo de matéria, fluxo de sangue, fluxo de energia, enfim, ocorre comunicação entre os órgãos componentes de um sistema.

A boa integração dos elementos componentes do sistema é chamada sinergia, determinando que as transformações ocorridas em uma das partes influenciará todas as outras. A alta sinergia de um sistema faz com que seja possível a este cumprir sua finalidade e atingir seu objetivo geral com eficiência; por outro lado se houver falta de sinergia, pode implicar em mau funcionamento do sistema, vindo a causar inclusive falha completa, morte, falência, pane, queda do sistema etc.

Vários sistemas possuem a propriedade da homeostase, que em poucas palavras é a característica de manter o meio interno estável, mesmo diante de mudanças no meio externo. As reações homeostáticas podem ser boas ou más, dependendo se a mudança foi inesperada ou planejada.

Também pode-se construir modelos para abstrair aspectos de sistemas, como por exemplo um modelo matemático, modelos de engenharia de software, gráficos.

Em termos gerais, sistemas podem ser vistos de duas maneiras:

  • através da análise, em que se estuda cada parte de um sistema separadamente a fim de recompô-lo posteriormente.
  • através de uma visão holista, em que se entende que o funcionamento do sistema como um todo, constitui um fenômeno único, i.e., irredutível em suas partes.

Tipos de sistemas[editar | editar código-fonte]

  • Um sistema interage com o seu meio através de entradas e saídas. Nesses casos, é declarado com um sistema aberto.
  • Os sistemas são dinâmicos e têm componentes e fluxos, que devem permanecer em sinergia e homeostase ao longo do tempo.
  • Distinguem-se os sistemas físicos e os sistemas conceptuais:
    • Sistemas físicos são sistemas compostos de matéria e energia, por exemplo um conjunto de astros como o sistema solar com seus planetas orbitando ao redor da estrela Sol.
    • Sistemas conceptuais são compostos de ideias. Sistemas conceptuais geralmente existem para ajudar a busca de objetivos específicos ou podem ser usados para modelar sistemas físicos. Um conjunto de componentes interrelacionados pode ser declarado um sistema, ou ainda ser abstraído para ser declarado um componente de um sistema maior. Sistemas permitem a prática de "atividades", os sistemas conceptuais permitem que "coisas" sejam feitas na sociedade humana.

Sistemas biológicos[editar | editar código-fonte]

Os humanos possuem uma variedade de sistemas devido à complexidade do organismo da espécie. Estes sistemas específicos são amplamente estudados pela anatomia humana. Muitos animais compartilham conosco estes sistemas:

  • Juntos, os sistemas biológicos constituem o organismo, a unidade que participa de uma população.

Molécula <> Organela <> Célula <> Tecido <> Órgão <> Sistema <> Organismo <> População <> Comunidade <> Ecossistema <> Bioma <> Biócoro <> Biociclo <> Biosfera <> Cosmo

Sistemas De Gestão Imobiliários

Sistemas de informação e ciência da computação[editar | editar código-fonte]

Em ciência da computação e ciência da informação, sistema pode ser também uma função ou um algoritmo. Para o primeiro caso existem os sistemas de cálculo, como os numerais romanos, e vários sistemas para preenchimento de formulários, e no segundo caso há os de catalogação, como vários sistemas de biblioteca e de livrarias que usam a Classificação facetada de Dewey, por exemplo. Isto ainda se encaixa com a definição de componentes que são interconectados (neste caso, no intuito de facilitar o fluxo de informações)

Sistemas em pesquisa operacional e ciência do gerenciamento[editar | editar código-fonte]

Em pesquisa operacional e desenvolvimento organizacional, as organizações são vistas como sistemas humanos (sistemas conceituais) compreendidos de componentes interativos como subsistemas, processos e estruturas organizacionais. Peter Senge (teoria de desenvolvimento organizacional) desenvolveu a noção de organização e sistemas no seu livro The Fifth Discipline.

Pensamento em Sistemas tem sido identificada como uma importante competência de liderança onde um indivíduo pensa globalmente quando atua localmente. Ele ou ela leva em conta as potenciais consequências de uma decisão em outras partes da organização.

Causando mudanças em sistemas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  • Tonsig, Sergio Luiz. Engenharia de Software - Análise e Projeto de Sistemas. São Paulo: Futura 2003
  • Berthanlanffy, Ludwig Von. Teoria Geral dos Sistemas. Rio: Vozes, 1975
  • Maciel, Jarbas. Elementos de Teoria Geral dos Sistemas. Rio: Vozes, 1972
  • Churchman, C. West. Introdução a teoria dos Sistema. Rio: Vozes, 1976
  • Mindwalk (O Ponto de Mutação). Bent Amadeus Capra. Hollywood: Paramount Studios, 1991. 110 minutos: legendado

Ligações externas[editar | editar código-fonte]