Sistema Yoshizawa-Randlett

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Diagrama que utiliza o sistema Yoshizawa-Randlett para produzir um grou (tsuru)

O Sistema Yoshizawa-Randlett é um padrão aceito internacionalmente para desenhar diagramas que mostrem os passos para reproduzir um determinado modelo de origami[1] .

Padrões para diagramas de origami já existiam desde 1797 quando foi publicado o primeiro livro do gênero: Senbazuru Orikata. Entretanto os diagramas eram confusos e deixavam incertezas sobre os passos.

Este sistema foi criado por Akira Yoshizawa em 1954 para seu livro Origami Geijutsu no qual utilizou um padrão de linhas pontilhadas, tracejadas entre outros símbolos para indicar as formas das dobras. Posteriormente Samuel Randlett e Robert Harbin refinaram o padrão adicionando outros símbolos[2] .

Referências

  1. Introduction to Origami Diagrams. Página visitada em 14 de março de 2012.
  2. Dana Hinders. Akira Yoshizawa Origami Biography About.com. Página visitada em 14 de março de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Arte ou História da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.