Sistema de numeração vigesimal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sistemas de numeração por cultura
Numerais hindu-arábico
Árabe ocidental
Árabe oriental
Família indiana
Khmer
Mongólico
Thai
Numerais leste-asiáticos
Chinês
Counting rods
Japonês
Coreano
Suzhou
Numerais alfabéticos
Abjad
Armênio
Āryabhaṭa
Cirílica
Ge'ez
Grego (jônio)
Hebraico
Outros sistemas
Ático
Babilônica
Brahmi
Egípcios
Etrusco
Inuíte
Maia
Romano
Urnfield
Lista de sistemas de numeração
Sistema de numeração posicional
5, 10, 15, 20
2, 4, 8, 16, 32, 64
3, 6, 9, 12, 24, 30, 36, 60
1, 7, 13, 26

O sistema vigesimal é o sistema de numeração que tem a base no número vinte.

A base vinte provavelmente tem a mesma origem que a base dez, que se relaciona às contagens primitivas feitas com os dedos - no caso da base vinte, somados os dedos das mãos aos dos pés.

A base vinte é usada para a contagem e nomeação dos numerais na Língua francesa na qual, por exemplo, o número 80 é designado por quatre vingts ou seja, literalmente, quatro vintes 80.

O número vinte (tyve ) também é usado como um número básico na Língua dinamarquesa na qual Tres (abreviado de tresindstyve ) significa 3 vezes 20 ou seja 60; firs (abreviado de firsindstyve ) significa 4 vezes 20 isto é 80.

Numerais maias.

Também na Língua galesa o vocábulo ugain (vinte) é usado como um número básico embora no final do século XX o sistema decimal tenha obtido preferência. Aí, Deugain significa 2 vezes 20 ou seja 40 , trigain significa 3 vezes 20 ou seja 60. Antes da adoção do sistema decimal de moeda em 1971, chwigain de papur (6 vezes 20 (=120) de papéis) era o apelido da nota de 10 xelim (=120 pence).

Na Língua georgiana o vocábulo otsi (vinte) é usado como um número básico também. Por exemplo o número 31 (otsdatertmet'i ) ou seja, literalmente, vinte-e-onze . O número 67 (samotsdashvidi ) significa " três-vinte-e-sete ".

Na civilização maia e asteca toda a matemática e sistema de calendários utilizava a base vigesimal, o que lhes valeu a possibilidade de calcular cifras altíssimas e assim conseguir precisão superior à da matemática em uso na Europa da época dos descobrimentos.

No antigo Reino Unido no sistema de moeda corrente, havia vinte xelims em um pound.

De acordo com o lingüista alemão Theo Vennemann, o sistema vigesimal na Europa teve origem na Língua basca antiga e dela foi cooptada pelas outras línguas européias, notadamente idiomas com origem céltica como o francês e o dinamarquês.

Porém de acordo com Menninger o sistema de numeração vigesimal se originou na linguagem dos Normandos.

Símbolos[editar | editar código-fonte]

São 20 símbolos e são assim 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, A, B, C, D, E, F, G, H, I, J.