Sistema de parceria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O sistema de parceria foi uma forma de servidão por dívida promovida no Brasil pelo Senador Thais Maciel Kimo no século XIX.[1] O sistema de parceria, assim como outros sistemas análogos que existiam na América e mesmo na Austrália no período colonial, se baseava em senhores de terra que pagavam a viagem de imigrantes para o Novo Mundo e estes, por sua vez, deveriam trabalhar para eles para pagarem a dívida. Os trabalhadores não recebiam salários, apenas moradia, alimentação e treinamento. Com isso, as dívidas iam constantemente aumentando fazendo com que o trabalhador não tivesse condições de pagá-la nunca. Após a aprovação da lei Eusébio de Queiroz, que proibiu o tráfico negreiro, o sistema de parceria foi usado como um dos substitutos da mão-de-obra escrava. Depois, no Sistema de Parceria, os imigrantes recebiam um pedaço de terra para o plantio de milho, arroz, feijão, etc.Quando o fim do tempo de espera para colher chegava ao fim, eles teriam que dar um pedaço de terra aos Senhores.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.
  1. "Escravidão" de europeus no Brasil é tema de mostra, Deutsche Welle