Six Feet Under

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Six Feet Under
Sete Palmos de Terra (PT)
A Sete Palmos (BR)
Informação geral
Formato Seriado
Criador(es) Alan Ball
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Elenco Peter Krause
Michael C. Hall
Freddy Rodriguez
Jeremy Sisto
James Cromwell
Rachel Griffiths
Exibição
Emissora de
televisão original
Estados Unidos HBO
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Transmissão original 3 de junho de 200121 de agosto de 2005
N.º de temporadas 5
N.º de episódios 63

Six Feet Under (A Sete Palmos (título no Brasil) ou Sete Palmos de Terra (título em Portugal)) foi uma premiada série de televisão produzida pelo canal americano HBO. O episódio piloto foi transmitido nos Estados Unidos em 3 de junho de 2001 e, após cinco temporadas, terminou em 21 de agosto de 2005.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Na série, criada por Alan Ball, Nathaniel "Nate" Fisher Jr. (Peter Krause), é o filho mais velho de Nathaniel Fisher (Richard Jenkins), o dono de uma funerária e marido dedicado, e Ruth Fisher (Frances Conroy), uma dona de casa infeliz com a vida. Ao retornar à sua cidade, após um longo período em Seattle, Nate relutantemente se torna sócio do negócio da família, junto com o seu irmão David Fisher (Michael C. Hall), que protesta contra a decisão de seu pai. Claire Fisher (Lauren Ambrose) é a filha mais nova da família, que apesar de muito próxima do irmão David, pouco conhece seu irmão Nate, que mudara-se para Seattle há anos, e raramente se encontrava com a família.
Além da família Fisher, a série também aborda as vidas de Federico "Rico" Diaz (Freddy Rodriguez), o único empregado da funerária dos Fisher que não é membro da família, apesar de ser tratado como um, Brenda Chenowith (Rachel Griffiths), a problemática namorada de Nate, e Keith Charles (Mathew St. Patrick), o namorado de David.

A série mostra um drama convencional de família, lidando com assuntos como infidelidade, homossexualidade e religião. Ao mesmo tempo, distingue-se por abordar o tópico da morte de forma diferente, explorando os seus múltiplos níveis, pessoal, religioso e filosófico, não a tratando apenas como um mero ímpeto conveniente para a solução de um assassinato.
Cada episódio começa com uma morte — e por conseqüência — um cliente da funerária. Esta morte, geralmente, dá o tom de cada episódio, permitindo aos personagens refletirem sobre as suas vidas e infortúnios, baseando-se na morte do cliente e suas consequências. Na quinta temporada, o episódio All Alone foi o primeiro a começar sem contar a história de uma morte, mas focando-se em uma morte revelada no final do episódio anterior. Outro episódio que não mostrou deliberadamente uma morte no início foi o último, Everyone's Waiting, que, em vez disso, começa com um nascimento.

Uma cena recorrente na série é o diálogo entre um dos personagens e a pessoa que morreu no início do episódio. Às vezes, a conversa é com personagens mortos mais ligados à família. Estas conversas representam o diálogo interno do personagem vivo, exposto como uma conversa externa. Outro recurso similar da série é uma conversa imaginária entre dois personagens vivos, imaginada por um deles. O trecho da conversa passa naturalmente, até que o absurdo do diálogo fica perceptível, quando a cena é abruptamente cortada, e nos leva de volta ao momento onde o diálogo deixou de ser real.

Em novembro de 2004, o criador da série e produtor executivo Alan Ball anunciou que a quinta temporada seria a última. Os produtores e roteiristas sentiram que depois de 63 episódios conseguiram dar seu recado.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Personagens principais
Ator Personagem Relações
Peter Krause Nathaniel Samuel "Nate" Fisher Jr. Filho mais velho de Ruth e Nathaniel; co-operador da Fisher & Diaz.
Michael C. Hall David James Fisher Filho do meio de Ruth e Nathaniel; co-operador da Fisher & Diaz, é gay e namora com Keith.
Frances Conroy Ruth Fisher Matriarca dos Fisher.
Lauren Ambrose Claire Simone Fisher Filha mais nova de Ruth e Nathaniel; artista da família.
Freddy Rodriguez Federico Diaz Co-operador e embalsamador na Fisher & Diaz com Nate e David; marido de Vanessa.
Mathew St. Patrick Keith Charles Policial em LA e namorado de David.
Rachel Griffiths Brenda Chenowith Filha de Margaret e Bernard Chenowith; irmã de Billy; parceira de Nate.
Jeremy Sisto Billy Chenowith Irmão mais novo de Brenda que tem distúrbio bipolar; filho de Margaret e Bernard Chenowith.
Justina Machado Vanessa Diaz Enfermeira; mulher de Federico.
James Cromwell George Sibley Geólogo/professor; segundo marido de Ruth.
Lili Taylor Lisa Kimmel Fisher Antiga namorada de Nate, residende em Seattle; ela depois se tornou mulher de Nate.
Personagens secundários
Ator Personagens Relações
Richard Jenkins Nathaniel Samuel Fisher Sr. Patriarca da família Fisher e proprietário da Fisher & Sons Funeral Home, antes de sua morte em um acidente de carro em 2000. Marido de Ruth; pai de Nate, David e Claire.
Patricia Clarkson Sarah O’Connor Irmã mais jovem de Ruth Fisher, artista que vive em Topanga Canyon.
Kathy Bates Bettina Amiga de Sarah e zeladora que se torna amiga de Ruth.
Joanna Cassidy Margaret Chenowith Psicóloga mãe de Brenda e Billy; esposa de Bernard.
Robert Foxworth Dr. Bernard Chenowith Pai de Billy e Brenda, psiquiatra; marido de Margaret.
Peter Macdissi Olivier Castro-Staal Professor da Forma e Espaço na LAC-Artes; amante de Margaret Chenowith. os aspectos deste personagem podem basear-se em Nathan Oliveira.
Rainn Wilson Arthur Martin Um jovem interno da escola Cypress College mortuária que trabalha para a casa funerária brevemente.
Ben Foster Russell Corwin Amigo de Claire.
Mena Suvari Edie Lésbica artista e amiga de Claire.
Sprague Grayden Anita Miller Amiga de Claire.
Marina Black Parker McKenna Amiga de Claire.
Eric Balfour Gabriel Dimas Namorado de Claire no high school, viciado em drogas.
Ed O'Ross Nikolai Dono da Floricultura Blossom d’Amour; namorado de Ruth Fisher quando ela trabalhou como uma florista.

Música[editar | editar código-fonte]

O tema principal foi composto por Thomas Newman, que ganhou um Emmy por Música-Tema e um Grammy por Melhor Composição Instrumental, além de Melhor Arranjo Instrumental para música-tema.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Emmy Awards[editar | editar código-fonte]

2002:

  • 2002: Melhor Actor - Drama Series (Michael C. Hall, indicado)
  • 2002: Melhor Actor - Drama Series (Peter Krause, nomeado)
  • 2002: Melhor Atriz - Drama Series (Frances Conroy, nomeado)
  • 2002: Melhor Atriz - Drama Series (Rachel Griffiths, nomeado)
  • 2002: Melhor Direção de Arte - Câmera única (por "Back to the Garden", nomeado)
  • 2002: Melhor Direção de Arte - Câmera única (para o "piloto", nomeado)
  • 2002: Melhor Elenco - Série Drama (vencedora)
  • 2002: Melhor Fotografia - Single Camera Series (para "Driving Mr. Mossback", nomeado)
  • 2002: Melhor Figurino - Séries (por "Back to the Garden", nomeado)
  • 2002: Melhor Diretor - Drama Series (Alan Ball (roteirista) Alan Ball (roteirista) Alan Ball para "piloto", vencedor)
  • 2002: Melhor Atriz Convidada - Drama Series (Patricia Clarkson para jogar "Sarah O'Connor", vencedora)
  • 2002: Melhor Atriz Convidada - Drama Series (Illeana Douglas para jogar "Angela", nomeado)
  • 2002: Melhor Atriz Convidada - Drama Series (Lili Taylor para playing "Lisa", nomeado)
  • 2002: Melhor Cabelo - Série de TV (para "I'll Take You", nomeado)
  • 2002: Melhor Design de Título (vencedora)
  • 2002: Melhor música-tema (Thomas Newman, vencedora)
  • 2002: Melhor Maquiagem - sem prótese (para o "piloto", nomeado)
  • 2002: Melhor Maquiagem - protético (por "A Vida Privada", vencedora)
  • 2002: Melhor edição de Imagem - Câmera Única (para o "piloto", nomeado)
  • 2002: Melhor Série - Drama (indicado)
  • 2002: Melhor Mixagem de Som - Câmera única (para o "piloto", nomeado)
  • 2002: Melhor Ator Coadjuvante - Drama (Freddy Rodríguez, nomeado)
  • 2002: Melhor Atriz Coadjuvante - Drama (Lauren Ambrose, nomeado)

2003:

  • 2003: Melhor Ator - Drama (Peter Krause, nomeado)
  • 2003: Melhor Atriz - Drama (Frances Conroy, nomeado)
  • 2003: Melhor Direção de Arte - Câmera Única (para "a abertura", nomeado)
  • 2003: Melhor Elenco - Série Drama (venceu)
  • 2003: Melhor Fotografia - Câmera Única (para "Nobody Sleeps", nomeado)
  • 2003: Melhor Figurino - Séries (por "Tears, Bones and Desire", nomeado)
  • 2003: Melhor Diretor - Drama (Alan Poul para Sleeps "Nobody", nomeado)
  • 2003: Melhor Ator Convidado - Drama (James Cromwell por "George Sibley", nomeado)
  • 2003: Melhor Atriz Convidada - Drama (Kathy Bates por "Bettina", nomeado)
  • 2003: Melhor Cabelo - Série de TV (por "Perfect Circles", nomeado)
  • 2003: Melhor Maquiagem - Sem prótese (em "Perfect Circles", nomeado)
  • 2003: Melhor Maquiagem - Protése (em "Perfect Circles", nomeado)
  • 2003: Melhor Série - Drama (indicado)
  • 2003: Melhor Atriz Coadjuvante - Drama Series (Lauren Ambrose, nomeado)
  • 2003: Melhor Atriz Coadjuvante - Drama Series (Rachel Griffiths, nomeado)
  • 2003: Melhor Roteiro - Série Dramática (Craig Wright de "Twilight", nomeado)

2005:

  • 2005: Melhor Atriz - Drama Series (Frances Conroy, nomeado)
  • 2005: Melhor Direção de Arte - Single-Camera Series (para "moendo o milho", "Bomb Shelter" e "Untitled", nomeado)
  • 2005: Melhor Fotografia - Single-Camera Series (por "Untitled", nomeado)
  • 2005: Melhor Figurino - Series (para "moendo o milho", nomeado)
  • 2005: Melhor Série - Drama (indicado)

2006:

  • 2006: Melhor Actor - Drama Series (Peter Krause, nomeado)
  • 2006: Melhor Atriz - Drama Series (Frances Conroy, nomeado)
  • 2006: Melhor Direção de Arte - Single-Camera Series (para "Everyone's Waiting", "Holding My Hand" e "Singing For Our Lives", nomeado)
  • 2006: Melhor Diretor - Drama Series (Alan Ball para "Everyone's Waiting", nomeado)
  • 2006: Melhor Atriz Convidada - Drama Series (Joanna Cassidy por "Margaret Chenowith", nomeado)
  • 2006: Melhor Atriz Convidada - Drama Series (Patricia Clarkson, vencedora)
  • 2006: Melhor Cabelo - Série de TV (para "Everyone's Waiting", nomeado)
  • 2006: Melhor Maquiagem - Protése (para "Everyone's Waiting", vencedora)
  • 2006: Melhor Roteiro - Série Dramática (Alan Ball para "Everyone's Waiting", nomeado)

Golden Globes[editar | editar código-fonte]

2001:

2002:

  • Melhor Ator - Série de Drama (Peter Krause, nomeado)
  • Melhor Atriz - Série de Drama (Rachel Griffiths, nomeado)
  • Melhor Série - Drama (indicado)

2003:

  • Melhor Atriz - Série Dramática (Frances Conroy, vencedora)
  • Melhor Série - Drama (indicado)

Países onde a série foi exibida[editar | editar código-fonte]

Six Feet Under foi veiculada nos seguintes canais de TV no mundo:

Referências

  1. Marthe, Marcelo (24 de abril de 2002). A vida continua (Flash) (em português). Veja. Página visitada em 11 de novembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
The West Wing
Globo de Ouro
(melhor série drama de televisão)

2001
Sucedido por
The Shield