Slash (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Slash
Álbum de estúdio de Slash
Lançamento  Reino Unido 2 de abril de 2010
 Estados Unidos 6 de abril de 2010
 Brasil 30 de abril de 2010
Gênero(s) Hard rock
Duração 60:29(edição padrão)
Gravadora(s) EMI (América do Norte)
Roadrunner Records (Europa)
Universal Music (América Latina)
Produção Eric Valentine
Kid Rock
BigChris Flores
Cronologia de Slash
Último
Último
Live In Manchester
(2010)
Próximo
Próximo
Singles de Slash
  1. "Sahara"
    Lançamento: 11 de Novembro de 2009
  2. "By the Sword"
    Lançamento: 16 de Março de 2010
  3. "Back from Cali"
    Lançamento: 12 de Julho de 2010
  4. "Beautiful Dangerous"
    Lançamento: 28 de Outubro de 2010

Slash é o primeiro álbum solo de Slash, um dos membros fundadores do Guns N' Roses e atual guitarrista do Velvet Revolver[1] . O álbum foi produzido por Eric Valentine e apresenta vários músicos, incluindo quatro dos cinco membros da era Appetite for Destruction do Guns N' Roses: Slash, Izzy Stradlin, Duff McKagan e Steven Adler. Axl Rose é o único membro da formação que não participa em Slash.

Composição e produção[editar | editar código-fonte]

Em sua autobiografia de 2007 Slash falou que estava planeando um álbum solo que seria chamado de Slash & Friends, mas que foi depois simplificado para apenas Slash,[2] e em 16 de janeiro de 2010 Slash fez uma aparição no show da NAMM (National Association of Music Merchants) onde foi anunciado que o seu primeiro álbum solo seria lançado na América do Norte em 6 de abril.

Slash foi o principal compositor de todas as faixas apesar de ter recebido apoio de diversos músicos que ajudaram a escrever as faixas em que eles mesmos cantaram. A faixa de abertura, "Ghost" (fantasma, em inglês) fala do próprio rock 'n' roll, que esta quase morto hoje em dia. "Crucify the Dead" é um música ambígua, pois Ozzy diz que essa música traduz o que Slash gostaria de dizer para Axl Rose, mas Slash nega dizendo que a letra simplesmente fala de músicos que não se dão bem entre sí. "Beautiful Dangerous" foi escrita para uma voz feminina, pois fala de como a beleza de uma mulher engana as pessoas e pode manipular os homens. Outras faixas como "Back from Cali", "Starlight" e "Gotten" possuem influências simples e falam de coisas como desilusões, esperança e fama.

Em 19 de janeiro de 2010 Slash juntou-se ao projeto do Linkin Park, Music for Relief, junto com outros artistas e doou uma faixa inédita para ajudar as vítimas da tragédia do terremoto que atingiu o Haiti em 12 de janeiro de 2010; a canção escolhida foi "Mother Maria" com o vocal de Beth Hart. Em 1 de fevereiro de 2010 a Ultimate-Guitar.com revelou a lista de faixas e a arte de capa do álbum, produzida a partir de uma pintura de Ron English, um proeminente artista surrealista e amigo de Slash.[3] os cantores que participaram da gravação do álbum foram muitos e diversos estilos, como Ozzy Osbourne em "Crucify the Dead", Fergie em "Beautiful Dangerous", M. Shadows em "Nothing to Say", Myles Kennedy em "Back from Cali" e "Starlight" e muitos outros; além disso também participaram do álbuns músicos em diferentes instrumentos, como o baixistas Duff McKagan em "Watch This" e Lemmy Kilmister em "Doctor Alibi".

Crítica e Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic (56/100)[4]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 2 de 5 estrelas.Star full.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg[5]
Los Angeles Times 2 de 4 estrelas.Star full.svgStar empty.svgStar empty.svg[6]
About.com 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[7]
MusicOMH 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[8]
Classic Rock 9 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[9]
Ultimate Guitar 9 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[10]
PopMatters 4 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svgStar empty.svg[11]
Futuretunez 3.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svg[12]
NOW 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[13]
Billboard (73/100)[14]

Após lançado, Slash entrou na Billboard 200 no número 3 com 61.000 cópias vendidas na primeira semana.[15] [16] O álbum também estreou no número um no Canadá, Áustria, Nova Zelândia e Suécia, enquanto ele também entrou no top 20 na Alemanha, Finlândia, Austrália, França, Noruega, Polônia e Suíça.[17]

O álbum recebeu críticas mistas em geral positivas, recebendo um fora de 56/100 ("Pontuações agregadas") da Metacritic.[4] Mas recebeu também críticas negativas como da Los Angeles Times, que deu avaliação de 2/5. A AllMusic deu a mesma avaliação, recomendando as canções "Ghost", "Beautiful Dangerous" e "Watch This Dave".

World Tour 2010/2011[editar | editar código-fonte]

Em 4 de fevereiro de 2010, Slash anunciou através de um blog que "Myles Kennedy vai ser o vocalista da banda para a próxima turnê. Algo que eu estou realmente feliz sobre. Myles cantou uma faixa matadora no álbum e eu acho que ele é, de longe, um dos melhores cantores de Rock & Roll existentes atualmente. Eu estou muito honrado e orgulhoso de estar a trabalhar com ele." As datas de shows e informações sobre ingressos ainda não foram actualmente informadas, mas o guitarrista confirmou, via Twitter, que estava em conversações com Andy Copping, o promoter do Download Festival da Inglaterra, sobre uma aparição com Kennedy e o resto da banda da turnê pelo festival.[18] [19] Slash confirmou que ele não vai apenas tocar o seu material solo, mas também músicas do Guns N' Roses ("Civil War", entre outras), Velvet Revolver, e Slash's Snakepit, bem como Alter Bridge e material solo de Myles Kennedy.

Em 10 de março de 2010, Slash anunciou a line-up completa para a próxima turnê, além de Myles Kennedy e ele próprio: Bobby Schneck (Slash's Blues Ball, Aerosmith) na guitarra rítmica, Henning Dave (Big Wreck) no baixo e Brent Fitz (Alice Cooper) na bateria. Ele então anunciou via Twitter que Todd Kerns (Age of Electric, Static in Stereo, Sin City Sinners) estaria tocando o baixo na turnê, em vez de Dave Henning.[20]

Slash tocou "By the Sword" no Lopez Tonight em 09 de abril de 2010 e "Back from Cali" no show em 12 de abril. Slash e Adam Levine tocaram "Gotten" no The Ellen DeGeneres Show em 11 de maio.

Lista de canções - Standard[editar | editar código-fonte]

# Título Compositor(es) Duração
1. "Ghost" (com Ian Astbury & Izzy Stradlin) Slash, Ian Astbury 3:34
2. "Crucify the Dead" (com Ozzy Osbourne) Slash, Ozzy Osbourne 4:04
3. "Beautiful Dangerous" (com Fergie) Slash, Fergie 4:41
4. "Back from Cali" (com Myles Kennedy) Slash, Myles Kennedy 3:35
5. "Promise" (com Chris Cornell) Slash, Chris Cornell 4:41
6. "By the Sword" (com Andrew Stockdale) Slash, Andrew Stockdale 4:50
7. "Gotten" (com Adam Levine) Slash, Adam Levine 5:05
8. "Doctor Alibi" (com Lemmy) Slash, Ian "Lemmy" Kilmister 3:07
9. "Watch This" (com Dave Grohl & Duff McKagan) Slash 3:46
10. "I Hold On" (com Kid Rock) Slash, Kid Rock, Marlon Young 4:10
11. "Nothing to Say" (com M. Shadows) Slash, M. Shadows 5:27
12. "Starlight" (com Myles Kennedy) Slash, Myles Kennedy 5:25
13. "Saint is a Sinner Too" (com Rocco DeLuca) Slash, Rocco DeLuca 3:28
14. "We're All Gonna Die" (feat. Iggy Pop) Slash, Iggy Pop 4:30

Versão australiana do iTunes[editar | editar código-fonte]

Versão iTunes[editar | editar código-fonte]

  • 15. Mother Maria (com Beth Hart)
  • 16. Sahara (English Version) (com Koshi Inaba)

Best Buy Exclusive/Napster/Brazilian version[editar | editar código-fonte]

Classic Rock Slashpack Edition[editar | editar código-fonte]

  • 15. Baby Can't Drive (com Alice Cooper, Nicole Scherzinger, Steven Adler & Flea)

Créditos[editar | editar código-fonte]

País Parada Melhor
posição
 Alemanha Media Control Charts 4[21]
 Austrália ARIA Charts 3[22]
 Áustria Top 40 Albums 1[23]
 Bélgica Ultratop (Flanders)
Ultratop (Wallonia)
38[24]
18[25]
 Canadá Canadian Albums Chart 1[26]
 Dinamarca Tracklisten 4[27]
 Espanha Spanish Albums Chart 26[28]
 Estados Unidos Top Hard Rock
Billboard Top 200
1[26]
3[26]
 Finlândia Finnish Albums Chart 2[29]
 França French Albums Chart 17[30]
 Grécia Greek Albums Chart 2[31]
 Hungria Hungarian Albums Chart 12[32]
 Itália Italian Albums Chart 6[33]

Referências

  1. http://www.allmusic.com/album/slash-r1737275
  2. Slash Solo Album To Feature Ozzy Osbourne
  3. Slash: Solo Album Artwork & Track Listing
  4. a b "Slash" by Slash. Metacritic. Página visitada em 2010-06-30.
  5. Allmusic review.
  6. "Los Angeles Times review", April 5, 2010.
  7. About.com review.
  8. MusicOMH review.
  9. Classic Rock Presents Slash special edition magazine - reviewer Mick Wall rates 9/10
  10. Ultimate Guitar review.
  11. Ramirez, AJ. Slash: Slash. PopMatters. Página visitada em 2010-07-08.
  12. Futuretunez review.
  13. Boles, Benjamin. Disc Review "Slash". NOW. Página visitada em 2010-07-08.
  14. Digital Albums | Billboard.com
  15. Slash - Slash. Billboard. Página visitada em 2010-04-19.
  16. http://www.hitsdailydouble.com/news/newsPage.cgi?news08022 Slash is number 3, hitsdailydouble.com, April 13th 2010
  17. SLASH: More First-Week Chart Positions Revealed. Blabbermouth (Apr. 16, 2010).
  18. Blog from Slash. MySpace (February 4, 2010). Página visitada em 2010-02-22.
  19. Slash Names His Tour Singer. Classic Rock (2010-02-04). Página visitada em 2010-02-22.
  20. Slight line-up adjustment. Twitter. Página visitada em 2010-03-27.
  21. Chartverfolgung / Slash / Longplay (em Alemão). Musicline.de. Página visitada em 20 de setembro de 2011.
  22. http://australian-charts.com/showitem.asp?interpret=Slash&titel=Slash&cat=a
  23. http://austriancharts.at/showitem.asp?interpret=Slash&titel=Slash&cat=a
  24. http://www.ultratop.be/nl/showitem.asp?interpret=Slash&titel=Slash&cat=a
  25. http://www.ultratop.be/fr/showitem.asp?interpret=Slash&titel=Slash&cat=a
  26. a b c http://www.billboard.com/#/album/slash/slash/1325140
  27. http://danishcharts.com/showitem.asp?interpret=Slash&titel=Slash&cat=a
  28. http://spanishcharts.com/showitem.asp?interpret=Slash&titel=Slash&cat=a
  29. http://finnishcharts.com/showitem.asp?interpret=Slash&titel=Slash&cat=a
  30. http://lescharts.com/showitem.asp?interpret=Slash&titel=Slash&cat=a
  31. http://greekcharts.com/showitem.asp?interpret=Slash&titel=Slash&cat=a
  32. Archive: Nightwish. Mahasz.hu. Página visitada em 2010-06-01.
  33. http://italiancharts.com/showitem.asp?interpret=Slash&titel=Slash&cat=a

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]