Sleater-Kinney

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sleater-Kinney
Sleater-Kinney - backstage SXSW 2006 - crop.jpg
Informação geral
Origem Olympia, Washington
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rock alternativo
Indie rock
Riot grrrl
Período em atividade 1994-2006
Gravadora(s) Sub Pop
Kill Rock Stars
Chainsaw
Página oficial Site Oficial
Integrantes Carrie Brownstein
Corin Tucker
Janet Weiss
Ex-integrantes Lora MacFarlane

Sleater-Kinney é uma banda formada em 1994 em Olympia (Washington), Washington , Estados Unidos, muito influente no rock alternativo e influenciada pelo movimento Riot Grrrl [1] .

O nome da banda veio da estrada "Sleater-Kinney Road" em Olympia, perto de um dos locais usados no começo da banda para ensaios. A banda está fora de atividade desde 2006.

História[editar | editar código-fonte]

No início, em 1992, o Sleater-Kinney era apenas um projeto paralelo das guitarristas Carrie Brownstein (Excuse 17) e Corin Tucker (Heavens to Betsy) ambas de respeitaveis bandas feministas. Em 1994, conseguiram a primeira baterista fixa, Lora MacFarlane, que 3 anos depois teve seu posto substituído por Janet Weiss (Quasi).

Lançaram em 1995 seu primeiro álbum com título homônimo pelo selo Chainsaw Records, pertencente à baixista da banda Team Dresch, Donna Dresch. O disco foi bem recebido pela crítica e apreciado pela sua abordagem feminista.

Também lançaram os álbuns Call The Doctor (1996), Dig Me Out (1997) - Álbum que marcou a estréia da banda no selo Kill Rock Stars e a entrada da nova baterista Janet Weiss -, Em 1999, lançaram The Hot Rock, e também estrearam seu primeiro video clipe (Get Up), dirigido por Miranda July. Seguem-se All Hands on The Bad One (2000) , One Beat (2002), álbum que foi criticado como o mais acessível e comercial da banda; alem do pesado e cru álbum The Woods (2005).

Carrie Brownstein costuma usar uma guitarra Gibson SG Reissue 72 e Corin Tucker uma guitarra Gibson Les Paul nas gravações/tours, mas o grupo também ja usou guitarras como Jazzmaster e Rickenbacker. Apesar da falta de um baixo na banda, isto é compensado pelos pedais e a afinação com vários semitons para baixo que as duas guitarristas usam.

Em 27 de junho de 2006 foi anunciado no site oficial da banda o rompimento por tempo indefinido da mesma , os últimos shows serão em Agosto e não há planos para novas gravações/tours[2] .

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Atuais[editar | editar código-fonte]

Carrie Brownstein - guitarra, vocais
Corin Tucker- vocais, guitarra
Janet Weiss - bateria, backing vocals

Anteriores[editar | editar código-fonte]

Lora MacFarlane - bateria, vocais

Discografia[editar | editar código-fonte]

The Woods | 2005
CD/LP (Sub Pop)
One Beat | 2002
CD/LP (Kill Rock Stars)
All Hands on the Bad One | 2000
CD/LP (Kill Rock Stars)
The Hot Rock | 1999
CD/LP (Kill Rock Stars)
Dig Me Out | 1997
CD/LP (Kill Rock Stars)
Call the Doctor | 1996
CD/LP (Chainsaw)
Self Titled | 1995
CD (Chainsaw), LP 10" (Villa Villakula)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Vírgula: Sleater-Kinney mais uma vez reinventa as riot grrrls (24/09/2002). Página visitada em 5 de Fevereiro de 2010.
  2. Billboard.com: Sleater-Kinney Going On 'Indefinite Hiatus'. Página visitada em 5 de Fevereiro de 2010.
Flag of the United States.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Estados Unidos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.