Sleep Now in the Fire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde outubro de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
"Sleep Now in the Fire"
Single de Rage Against The Machine
do álbum The Battle of Los Angeles
Lançamento 2000
Duração 3:25
Produção Rage Against the Machine, Brendan O'Brien,

"Sleep Now in the Fire" é a quinta canção do álbum The Battle of Los Angeles, lançado em 2000 por Rage Against the Machine, em 2000, foi lançada como single. O tema da música gira em torno de temas como a cobiça, a conquista dos índios e da escravidão em 1800, bem como a crítica das ações tomadas pelo governo dos EUA em tempos de guerra, incluindo o bombardeio de Hiroshima e do uso do agente laranja na guerra do Vietnã. No final da canção, há um som de uma rádio coreana e o guitarrista Tom Morello a pegou no seu amplificador.

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

O vídeo da música foi dirigido por Michael Moore e gravada pela banda em frente à Bolsa de Nova York, entre as cenas do vídeo mostra uma paródia de um famoso programa de TV ("Quem Quer Ser um Milionário?) Renomeado com um nome satírico "Who Wants to Be Filthy Fucking Rich?" (Traduzindo apropriadamente para o português: Quem Quer Ser Podre de Rico?). Durante a gravação do filme, Moore foi preso pela polícia durante uma hora, e a Bolsa de Nova York teve que ser fechada pela metade do dia devido à concentração da multidão que se reuniram para assistir as filmagens. No final do vídeo, é citado o político Gary Bauer, do Partido Republicano afirmando que "uma banda chamada 'The Machine Rages On' - er - 'Rage Against the Machine', uma banda que é antifamília e pró-terroristas.

Ao vivo[editar | editar código-fonte]

Sleep Now in The Fire fez a sua estreia ao vivo em 11 de setembro de 1999, no Oxford Zodiac, na Inglaterra.

Depois de se separarem no final de 2000, os três instrumentistas formaram a Audioslave com o vocalista Chris Cornell. Durante a sua turnê Out of Exile de 2005, a banda tocou uma versão instrumental de Bulls on Parade, seguido imediatamente por Sleep Now in The Fire com Chris Cornell.