Smart TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

[1]

Smart TV e suas funcionalidades.

Smart TV é também conhecida como TV conectada ou “TV Híbrida”, é um tipo de apelido usado para descrever a integração da Internet e as características da Web 2.0 com televisores e set-top boxes, assim como a convergência entre computadores com estes televisores e set-up boxes.[2]

Alguns destes dispositivos requerem conexão de banda larga com a Internet oferecendo diretamente na televisão conteúdo interativo como jogos, aplicações, vídeo sob demanda, etc.

Todas as Smart TVs possuem uma página inicial que permite o acesso a diferentes funções, e também o link para sua loja exclusiva de aplicativos. Até o momento, todos os aplicativos disponíveis para Smart TVs são grátis, mas os fabricantes estão esperando o uso deste recurso se popularizar para disponibilizarem outros tipos pagos que já são sucesso entre os smartphones. [3]

Recentemente temos visto falar muito sobre smart tv e o futuro da televisão.

Para quem não sabe o que é, Smart TV compreende um grupo de televisões que tem integrado acesso a internet, conteúdo pessoal, instalação de aplicativos e vários outros recursos que melhoram a experiência de uso.

Praticamente em quase todas as residências do mundo a televisão é comum, não tardou para que a função de multiuso chegasse a ela.

As características que diferenciam as televisões habituais das Smart TVs são diversas e ainda tem muito por vir.

Hardware[editar | editar código-fonte]

O hardware é sem dúvida um dos principais itens que diferenciam as TVs normais das Smart TVs.

Hoje em dia é muito comum encontrarmos aparelhos com várias características como:(conexão Wi-Fi ou a cabo, entrada usb para conectar Pen-drive, HDs Externo entre outros) que pouco tempo atrás eram somente possíveis em computadores.

Exemplos de TVs com processadores que já estão disponíveis no mercado.

Sony Bravia com processador Atom, Samsung e LG que possuem processador ARM.

Sistemas Operacionais[editar | editar código-fonte]

A longa briga entre Google e Apple deve continuar agora também com os Sistemas Operacionais para Smart TV, as duas já possuem seus modelos em alguns lugares do mundo mas ambas já prometem ainda muitas evoluções do produto.

A Google lançou seu Sistema Operacional para Smart TV no fim de 2010 nos Estados Unidos, mas ainda funciona mais como uma Internet TV por não possuir aplicativos etc., mas possui completo acesso à internet. Também já está em fase final de implementação o sistema Android Honeycomb . Com este sistema as TVS terão acesso ao Android Market, igualmente como é feito através dos celulares, e poderão instalar e executar milhares de aplicativos diretamente da televisão.

As Smart TVs que possuem o Sistema Operacional da Google são alguns restritos modelos da Sony e da Logitech. Os modelos possuem um processador Atom e permitem a conexão de mouse e teclado ao aparelho através de entradas USB.

Já a concorrente Apple possui um conceito diferente. Ela ainda é um receptor que pode ser acoplado externamente nos aparelhos de TV. O Sistema possui um processador ARM, com acesso à Apple Store e ao ITunes.

Há rumores do lançamento de um aparelho de TV da Apple que terá todas essas características internamente, sem possuir um Settop Box funcionando em paralelo.

Aplicativos[editar | editar código-fonte]

Além dos sistemas da Apple e da Google citados anteriormente a LG e a Samsung possuem modelos de Smartv com diversos aplicativos, igualmente aos Smartphones, alguns pagos e outros gratuitos. Possuem aplicativos de diversas categorias, jogos, informativos e etc. Todos esses aplicativos podem ser controlados através do controle remoto. A Samsung promete que logo o seu sistema das Smartvs terá código aberto assim possibilitando os programadores a desenvolveres diversos aplicativos e disponibilizarem na Samsung Store.

Atualmente diversos fabricantes oferecem TVs conectadas com sistemas operacionais diferentes, mas segundo Albert Mombarg, presidente da Smart TV Alliance, sistemas Operacionais para TVs se resumirão em três ou quatro sistemas a exemplo dos Smartpohnes.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. What Is A Smart TV? businessinsider.com. (2011). Página visitada em 9 de outubro de 2011.
  3. Smart TV: Tudo que você precisa saber para fazer uma boa compra! melhortv.com.br. (2011).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]