Smile (canção de Charlie Chaplin)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Smile"
canção de Nat King Cole
Publicação 1936 (tema), 1954 (canção)
Gênero(s) Balada
Letrista(s) John Turner e Geoffrey Parsons [1] [2]
Composição Charles Chaplin

Smile é uma canção composta por Charlie Chaplin originalmente em 1936, para seu filme, Tempos Modernos. Em 1954, John Turner e Geoffrey Parsons adicionaram letra à canção. Na letra, o cantor está dizendo para o ouvinte se animar e que há sempre um futuro brilhante, se ele apenas sorrir.

Versão original[editar | editar código-fonte]

A canção foi originalmente cantada por Nat King Cole, tendo alcançado as paradas em 1954. A cantora Sunny Gale também regravou a canção, partilhando vendas com Cole, como mostrado no comércio de música Cashbox. Foi também regravado pela filha de Cole, Natalie, em seu álbum de 1991, Unforgettable... with Love.

Na Grã-Bretanha, versões rivais foram divulgados pelas cantoras Lita Roza e Petula Clark, em 1954. Clark depois regravou para o seu álbum de 1968, The Other Man's Grass Is Always Greener, época em que ela era um amigo pessoal de Charlie Chaplin.

Versão de Michael Jackson[editar | editar código-fonte]

"Smile"
Single de Michael Jackson
do álbum HIStory: Past, Present & Future
Lançamento 9 de Dezembro de 1997
Formato(s) CD single
Gravação 1995
Gênero(s) Balada, blues, Adult contemporary
Duração 4:55
Gravadora(s) Epic Records
Composição Charlie Chaplin, John Turner, Geoffrey Parsons
Produção Michael Jackson, David Foster
Cronologia de singles de Michael Jackson
Último
Último
"Is It Scary"
(1997)
"You Rock My World"
(2001)
Próximo
Próximo

O cantor Michael Jackson, fã assumido de Chaplin desde criança, fazia questão de citá-lo em suas raras entrevistas como um de seus ídolos. "Ele era um gênio, nos fazia rir e chorar ao mesmo tempo" declarou Jackson no documentário Private Home Movies de 2003. Michael colecionava itens de Charlie, e usualmente vestia-se com os trajes do Vagabundo desde o tempo em que participava dos Jackson 5. O cantor regravou a Smile em tributo a Charlie, e a lançou no seu álbum HIStory de 1995. A faixa era planejada para ser o oitavo single do álbum em 1997, mas foi rejeitada pela Sony que não considerava 'pop' o suficiente e cancelada antes do lançamento. Apenas alguns exemplares vazaram na Holanda, Alemanha e África do Sul.

Jackson nunca cantou a música ao vivo. Em um especial do HBO planejado para o Natal de 1995, Michael cantaria a música ao vivo, porém ele desmaiou durante os ensaios e o especial acabou sendo cancelado. Durante os concertos finais da HIStory Tour, a música foi tocada em memória da Princesa Diana. No polêmico documentário "Living with Michael Jackson", Michael anda com seus filhos pela rua cantarolando a canção, e revela que assim como Childhood, Smile é uma das músicas mais tocadas no carrosel do parque Neverland.

Seu irmão Jermaine Jackson, cantou a música no seu funeral em 7 de julho de 2009, no Staples Center em Los Angeles, logo após a amiga e ex-namorada de Jackson, Brooke Shields ter declarado que essa era a música favorita de Michael, quem ela chamava de "O Pequeno Príncipe". Depois da morte do astro a canção adquiriu um significado a mais para os fãs, e se tornou mais popular.

Faixas[editar | editar código-fonte]

CD-Maxi Single
  1. "Smile" (Short version) - 4:10
  2. "Is It Scary" (Radio Edit) - 4:11
  3. "Is It Scary" (Eddie's Love Mix Edit) - 3:50
  4. "Is It Scary" (Downtempo Groove Mix) - 4:50
  5. "Is It Scary" (Deep Dish Dark and Scary Radio Edit) - 4:34
12" Maxi single
  • A1. "Smile" - 4:55
  • A2. "Is It Scary" (Deep Dish Dark and Scary Remix) - 12:07
  • B1. "Is It Scary" (Eddie's Rub-a-Dub Mix) - 5:00
  • B2. "Is It Scary" (Eddie's Love Mix) - 8:00
  • B3. "Off the Wall" (Junior Vasquez Remix) - 4:57
Single Promocional
  1. "Smile" (Short version) - 4:10
CD single Promocional
  1. "Smile"(Short Version) -4:10
  2. "Is It" Scary (Radio Edit) -4:11

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Parada musical (2009) Posição
 Estados Unidos - Billboard Hot Digital Songs 56
 Reino Unido - UK Singles Chart 74
Suíça - Swiss Singles Chart 70

Versão de Djavan[editar | editar código-fonte]

"Sorri (Smile)"
canção de Djavan
do álbum Malásia
Lançamento 1996
Gênero(s) blues, balada, clássica
Duração 02:28
Gravadora(s) Sony Music, Epic
Letrista(s) João de Barro [3]
Composição Charles Chaplin, John Turner, Geoffrey Parsons
Produção Djavan

O cantor e compositor brasileiro Djavan regravou a versão de João de Barro (de 1955, gravação original de Jorge Goulart) intitulada "Sorri" em 1996, para seu álbum de estúdio Malásia, sendo esta uma das canções destaques do álbum.

Ficha Técnica

Versão esperanto[editar | editar código-fonte]

  • "Ridetu", por Evaldo Brasil e Helenilson José, 1998

Artistas e classificações na Billboard[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o(a). Mais informações podem ser encontradas na página de discussão. Considere também a possibilidade de traduzir o texto das interwikis.

Classificação mais elevada: #10

Nat King Cole (# 10 em 1954); Sunny Gale (#19 em 1954); David Whitfield (#25 em 1954); Tony Bennett (#73 em 1959); Timi Yuro (#42 em 1961); Ferrante and Teicher (#94 em 1962); Betty Everett and Jerry Butler (#42 em 1965); e outros que gravaram Smile: Demis Roussos; Eric Clapton; Djavan - Sorri; Nicola di Bari - Se Mai Ti Parlassero di Me; Roberto Carlos - Sonrie; Fábio Jr. - Sorri; Robert Downey Jr.; Jura Figueiredo - Sorri; Isabeh - Sorri; Renato Braz - Sorri; Olodum; Orquestra Albatroz; Cecília Dale; Tan - Sorri; Cris Delano; António Negreiros; Renato Vargas - Sorri; Ivanildo de Maceió; Rod Stewart; Kátia Virgínia e Gabimar Cavalcanti - Sorri; The Classics Guitar; Steve Carter Group & Orchestra; Thomas Beckmann; Nini Rosso; Trio Caiowás; Michael Jackson; Diana Ross; Orquestra Romântica Brasileira; Jorge Aragão - Sorri; Harpo; Barbra Streisand; Cauby Peixoto entre outros.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]