Smoked Hams

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Smoked Hams (no Brasil: Presuntos Defumados) é um desenho animado da série Pica-Pau, produzido no ano de 1947. Este é o 22º curta produzido pelo Walter Lantz Studio em Technicolor e distribuído pela Universal Pictures.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O episódio acontece na pensão do Leôncio. O Pica-Pau após uma noite calma, resolve trabalhar, mas Leôncio quer passar a manhã dormindo e avisa ao biruta para não fazer barulho. Nada adianta e o Pica-Pau resolve limpar o quintal cantando. Enquanto isso, a morsa aciona uma granada para matar Pica-Pau, mas não adianta e acaba explodindo na cara do Leôncio. Após juntar todo o lixo, o passaro resolve fazer uma fogueira na pilha, mas a fumaça entra pela janela e por buracos na parede do quarto de Leôncio, o que faz tentar conter o mau cheiro a todo custo, até destruir sua cama. No final da noite, o Pica-Pau vai dormir e cai no porão da pensão, numa máquina que faz coisas que o deixa mal e que até corta seu topete e aciona um martelo pontudo que imita sua risada e o pica, acionada pela morsa.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Neste curta e nos dois seguintes ("O Passarinho do Relógio" e "Roubando Gasolina"), o Pica-Pau termina os desenhos se dando mal;
  • Este curta possui um erro grosseiro de edição: o travesseiro em que o Pica-Pau está apoiado simplesmente desaparece aos 51 segundos e só retorna aos 54 segundos.

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

  • Direção: Dick Lundy
  • Produção: Walter Lantz
  • História: Ben Hardaway e Milt Schaffer
  • Vozes: Ben Hardaway e William Demarest
  • Musica: Darrell Calker
  • Animação: Fred Brunish, Grim Natwick e Stanley C. Onaitis
  • Data: 28 de Abril de 1947
  • Vozes (Brasil): Garcia Júnior e Luiz Perrone
  • Estúdio: BKS
  • Duração: 6 minutos e 45 segundos