Snickers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Snickers original, visto de cima.
Snickers original, partido ao meio.

Snickers é uma barra de chocolate feita pela Mars, Incorporated. Consiste em torrone (nougat) de manteiga de amendoim coberto com amendoins e caramelo com chocolate ao leite.[1] Snickers é o chocolate mais vendido de todos os tempos e possui vendas globais na marca de US$2 bilhões.[2] Ele é vendido em mais de 35 países ao redor do mundo e consumido todo mês, em média, por 45% dos americanos.

O Snickers original foi antigamente vendido como Marathon no Reino Unido e na Irlanda.[3] Mais recentemente, as barras nutricionais com a marca Snickers Marathon têm sido vendidas em alguns mercados fora do Brasil.

Produção[editar | editar código-fonte]

Modo de Preparo[editar | editar código-fonte]

É feito através da formação de um centro de torrone em grandes pedaços, que são cortadas ao seu tamanho uma vez que o caramelo e os amendoins forem adicionados. Após os centros serem formados, eles são cobertos com chocolate ao leite. As barras completas são inspecionadas, embaladas e enviadas para entrega.

Ingredientes[editar | editar código-fonte]

Contém glúten ( extracto de malte, cevada )

Características nutricionais[editar | editar código-fonte]

Por sua composição, similar ao dos demais bombons de chocolate, Snickers é rico em açúcares e gorduras fazendo com que possua elevada número de calorias por grama de produto.

Uma barra média de Snickers possui 280 calorias.[5]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1923, a Mars, Incorporated introduziu sua segunda marca, Snickers,[4] nomeado a partir de um cavalo de propriedade da família Mars.[1] Nessa época, o produto ainda não possuia sua cobertura de chocolate ao leite, que foi somente adicionada em 1930.[4] A barra de chocolate começou a ser vendida por um níquel (cinco centavos de dólar).[4]

De 1933 a 1935 foi vendido em embalagem que continha duas barras chamada de Double Snickers, voltando a seu formato normal no ano seguinte. Ganhou seu primeiro slogan em 1939: "Have you tried Snickers frozen?". Nesse mesmo ano, o produto começou a patrocinar o programa de rádio chamado Dr. I.Q..

De 1949 à 1952, Snickers foi um patrocinador do The Howdy Doody Show.

Em 1968, Snickers foi introduzido no mercado britânico com o nome Marathon, já que a palavra Snickers era muito similar a “Knickers”, palavra que se refere a uma peça íntima feminina. No mesmo ano, a barra Snickers Fun Size foi introduzida[4] durante o Halloween, tornando-se ao longo do tempo uma tradição. No ano de 1970 foi lançado o Snickers Munch, uma versão crocante do chocolate.[4]

As décadas seguintes viram mais variedades de Snickers sendo introduzidas. Em 1989, a marca ingressou no mercado de sorvetes com o Snickers Ice Cream Bar, um dos sorvetes mais vendidos dos Estados Unidos. Snickers foram particularmente populares entre pessoas que iam aos cinemas durante os anos 70 e começo dos 80, desbancando alguns de seus mais importantes competidores nos cinemas. Em 1984, a marca foi os patrocinadores oficiais dos Jogos Olímpicos de Los Angeles.[4] A marca Snickers se encontra disponível em qualquer supermercado e lojas ao redor do mundo.

A partir dos anos 90, como estratégia de internacionalização e fortalecimento de suas marcas, a Mars adotou o nome Snickers mundialmente, incluindo na Inglaterra. Em 1990, foram introduzidos os pacotes Snickers Miniatures e no ano seguinte, a marca passou a patrocinar a Nascar.[4]

Em 1995, Snickers lançou uma página da internet para apoiar sua patrocinação do Euro 1996, um torneio pan-europeu de futebol. A página foi inovadora em solicitar prévias e revisões das partidas de seus visitantes, que geraram mais de 4.000 relatórios de partidas, e a página ganhou diversos prêmios internacionais de design, propaganda e comunidades online.

Em 1996, a marca continua a se expandir no mercado de sorvetes com a adição do Snickers Ice Cream Cone.[4]

Snickers, entre outros doces, em uma vending machine.

No começo dos anos 2000, barras de chocolate fritas (incluindo Snickers e barras Mars) se tornaram bem populares nas feiras dos Estados Unidos e pubs no Reino Unido e Austrália, apesar de serem uma especialidade local nas lojas de fish and chips no norte da Inglaterra e Escócia desde pelo menos metade dos anos 90.[6] A marca ganhou o slogan "Not Going Anywhere For While? Grab a Snickers".

Em 2001 o Snickers Munch se torna Snickers Cruncher, enquanto no ano seguinte é lançado Snickers Almond. No mesmo ano, a marca patrocina o programa de TV Survivor e a NFL.[4]

Em 2004, é criada a barra Snickers Marathon a partir do Marathon, que já era vendido no Reino Unido e Irlanda desde os anos 60.[4]

Variações[editar | editar código-fonte]

Outros incluem:

Reveses[editar | editar código-fonte]

Recall Australiano[editar | editar código-fonte]

Em Julho de 2005, dez mil barras Snickers e Mars foram tiradas das prateleiras de lojas de New South Wales e Território da Capital da Austrália devido uma série de cartas ameaçadoras que resultaram em medo de que as barras de chocolate estivessem envenenadas. A Mars recebeu três cartas de uma pessoa não-identificada indicando que ele planejava distribuir barras envenenadas as prateleiras de lojas. A última carta mandada incluia uma barra Snickers contaminada com uma substância que não foi idenificada. As cartas diziam que havia sete barras de chocolate adicionais que haviam sido contaminadas e estavam à venda para o público. Como medida de precaução, Mars fez um enorme recall. Mars disse que nunca houve uma exigência por dinheiro, apenas reclamações dirigidas a uma terceira pessoa desconhecida. As barras Snickers e Mars estiveram disponíveis em qualquer outro estado, exceto NSW e TCA, e durante esta época Twix se tornou o chocolate mais vendido da Mars. A polícia nunca descobriu qualquer evidência de contaminação nas barras que foram recolhidas.[7]

Comercial no Super Bowl XLI[editar | editar código-fonte]

Em 4 de Fevereiro de 2007, durante o Super Bowl XLI, comerciais do Snickers exibidos resultaram em reclamações de grupos de gays e lésbicas contra a fabricante da barra, a Masterfoods USA de Hackettstown, New Jersey, uma divisão da Mars, Incorporated. O comercial, que teve quatro finais alternativos, mostrou um casal de mêcanicos acidentalmente se beijando enquanto encarando uma barra de Snickers. Percebendo o "acidente", eles, em três de quatro versões, "fazem algo de macho" (a maior parte em forma de ferimentos, incluindo tirar cabelo do peito, atacar um ao outro com uma grande ferramenta, e beber óleo de motor e fluido de limpeza de pára-brisas). Na quarta versão, um terceiro mecânico aparece e pergunta se há "espaço para três neste Barco do Amor", um final que os grupos dos direitos gays acharam aceitável. O sítio para os comerciais, já tirado do ar, também mostrava jogadores do Super Bowl vendo os comerciais e reagindo com nojo ao "beijo". O sítio comentou que os comerciais seriam exibidos durante o Daytona 500. Reclamações foram feitas contra a Masterfoods de que os anúncios eram homofóbicos. O presidente do Human Rights Campaign, Joe Solmonese comentou:

Cquote1.svg Este tipo de brincadeira de pessoas do esporte profissional ao ver dois homens se beijando dá combustível a esse tipo de bullying anti-gay que assombra diversos gays ao redor do país. Cquote2.svg

O presidente do Gay and Lesbian Alliance Against Defamation (GLAAD), Neil Giuliano, disse que "Que o Snickers, Mars e a NFL promovam e apoiem este tipo de preconceito é simplesmente inaceitável." Desde então, a Masterfoods retirou os anúncios e o sítio.[8]

Fatos sobre a fabricação[editar | editar código-fonte]

  • Todo dia são utilizadas 99 toneladas de amendoins torrados na fabricação das barras Snickers.[4]

Referências

  1. a b Snickers FAQ. M&M/Mars Consumer Affairs Information. Retirado em 11 de setembro de 2007.
  2. McCarthy, Michael. Women sweet on humorous Snickers ads. USA Today (30/01/05). Retirado em 11 de setembro de 2007.
  3. Hartill, Lane. The Marathon candy bar. Christian Science Monitor (18/03/99). Retirado em 10 de outubro de 2007.
  4. a b c d e f g h i j k l History. Snickers. Retirado em 10 de outubro de 2007.
  5. Modern Marvels: Snack Food Tech. The History Channel.
  6. Deep-fried Mars myth is dispelled. BBC News (17/12/04). Retirado em 10 de outubro de 2007.
  7. Mars, Snickers Recalled Due to Poison Threat. Daily News Central (01/06/05). Retirado em 10 de outubro de 2007.
  8. Srikanthan, Thulasi. Snickers bicker feeds ad flap. The Star (07/02/07). Retirado em 10 de outubro de 2007.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Snickers
Mars, Incorporated
Atuais 3 MusketeersBalistoBountyCelebrationsDove/GalaxyFlyteKudosLocketsMaltesersMarsM-AzingM&M'sMilky WayRevelsSnickersSkittlesStarburstTopicTrackerTwix
Descontinuados Pacers • Spangles