Sobrepeso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sobrepeso
A faixa de sobrepeso, de acordo com o Índice de Massa Corporal (IMC) é a área na tabela onde o IMC está entre 25.0 e 29.0.
Classificação e recursos externos
CID-10 E66
CID-9 278.02
MedlinePlus 003101
MeSH D050177
Star of life caution.svg Aviso médico


Sobrepeso é geralmente definido como a existência de mais tecido adiposo que o ideal saudável. Estar com sobrepeso é uma condição comum, especialmente onde a haja alimentação abundante e um estilo de vida sedentário.

O sobrepeso alcançou proporções epidêmicas globalmente, com mais de 1 bilhão de adultos nesta condição ou obesos[1] . O crescimento proporcional tem sido observado em todas idades.

Um corpo saudável requer uma certa quantidade de gordura para o adequado funcionamento endócrino, para termorregulação, sistemas reprodutor e imunológico, assim como absorção mecânica de choque e estoque de energia. Entretanto, o acúmulo em excesso pode ser danoso à mobilidade e flexibilidade, modificando a forma corporal e sua composição.


Definição[editar | editar código-fonte]

Definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como o Índice de Massa Corpórea (IMC) igual ou acima de 25 e abaixo de 30, é um estágio intermediário entre o peso normal e a obesidade. Muito comentada no meio científico e na mídia, a obesidade é considerada pela OMS uma epidemia. Há pesquisadores que a consideram uma pandemia[2] . A obesidade sempre é apresentada como o foco do problema e o sobrepeso acaba ficando como um mero coadjuvante.


O sobrepeso, crescente já há alguns anos[3] [4] , já está implicado como importante causador de desordens sociais e econômicas[5] . Entre as desordens sociais destacam-se o preconceito, crescente demanda por acessibilidade, aumento dos gastos familiares em decorrência de enfermidades com menor disponibilidade de investimento em cultura, por exemplo. Entre as desordens econômicas, surpreende o exponencial crescimento dos gastos com saúde em decorrência do aumento da incidência de enfermidades crônicas como diabetes, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e mesmo neoplásicas, relacionadas ao aumento de peso[6] [7] [8] [9] .

Contudo, uma revisão recente do sobrepeso, feita por especialistas do Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, cruzou os dados de 97 pesquisas, envolvendo quase três milhões de indivíduos e descobriu que pessoas com sobrepeso apresentam 6% de menos risco de morrer por qualquer causa, em relação a pessoas de IMC normal.[10] . Com isso, muitos começaram a questionar se o problema seria o sobrepeso em si ou o sedentarismo e má alimentação, já que atletas, por exemplo, possuem muita massa muscular, que acaba sendo contada como sobrepeso.

Sabe-se que o sobrepeso e a obesidade estão relacionados ao aumento da circunferência abdominal, e mesmo aumentos considerados pequenos já têm risco associado[11] , especialmente para o desenvolvimento de Síndrome Metabólica. O Conselho Federal de Medicina conjuntamente à Associação Médica Brasileira no projeto Diretrizes aborda esse tópico na fase de diagnóstico, apontando a iminência de ação em cada nível de aumento da circunferência abdominal e peso[12] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Sobrepeso
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sobrepeso

Referências