Sociedade Bíblica do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) é uma organização protestante brasileira que tem como finalidade traduzir, produzir e distribuir Bíblias, na íntegra ou em partes e porções. Surgiu após a II Guerra Mundial, quando ocorreu no país uma maior procura pelo livro, tendo sido fundada em 10 de junho de 1948, no Rio de Janeiro. Faz parte das Sociedades Bíblicas Unidas, associação protestante em escala mundial que reúne 146 sociedades bíblicas protestantes, atuantes em mais de 200 países.

História[editar | editar código-fonte]

Com o final da Segunda Guerra Mundial, em 1945, um clima de otimismo e esperança se espalhou pelo mundo. No Brasil, também houve um cenário favorável ao crescimento da distribuição da Bíblia.

É nesse período que surge a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), uma entidade criada por destacados líderes cristãos protestantes. Com o lema "Dar a Bíblia à Pátria", a SBB é fundada em 10 de junho de 1948, no Rio de Janeiro. A partir de então, assume as atividades de tradução, produção e distribuição da Bíblia em todo o território brasileiro.

A SBB é uma entidade nacional, que faz parte das Sociedades Bíblicas Unidas (SBU), uma fraternidade protestante mundial de entidades, cuja fundação remonta ao século XIX e que foi criada com o objetivo de facilitar o processo de tradução, produção e distribuição das Escrituras Sagradas (protestantes) por meio de estratégias de cooperação mútua. As SBU congregam 146 Sociedades Bíblicas Protestantes, atuantes em mais de 200 países e territórios, que são orientadas pela missão de promover a maior distribuição possível de Bíblias Protestantes, numa linguagem que as pessoas possam compreender e a um preço que possam pagar.

Além do trabalho na área de tradução e publicações de Bíblias Protestantes, a SBB se destaca por sua atuação no campo da ação social. Desde 1962, quando inaugurou o barco Luz na Amazônia para prestar assistência espiritual e social aos ribeirinhos, a SBB tem desenvolvido inúmeros programas sociais que atendem a diferentes segmentos da população como estudantes, índios, presidiários, enfermos e deficientes visuais.

Publicações[editar | editar código-fonte]

Suas publicações são editadas nas seguintes traduções da Bíblia Sagrada Protestante:

A quantidade de exemplares da Bíblia Protestante distribuídos pela Sociedade tem crescido ao longo dos anos: em 1950 foram distribuídos 77.380 exemplares; em 2002 foram 4.020.000; em 2010 foram 5.022.041.

Em maio de 2011, a Sociedade Bíblica do Brasil alcançou a marca de 100 milhões de Bíblias Protestantes e Novos Testamentos produzidos pela Gráfica da Bíblia, implantada em Barueri (SP), em 1995.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Bíblia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.