Sociedade Geológica da América

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Sociedade Geológica da América ( em inglês: Geological Society of America ou GSA) é uma sociedade científica não lucrativa dedicada ao avanço do estudo das geociências.

A sociedade foi fundada em Nova Iorque em 1888 por James Hall, James Dwight Dana e Alexander Winchell. A missão do GSA é "promover os progressos nas ciências da Terra, pôr em valor a carreira profissional dos seus membros e promover as ciências da Terra ao serviço da humanidade."

A sociedade iniciou com 100 membros e o seu primeiro presidente foi James Hall. Durante os 43 anos seguintes, ela cresceu lentamente e gradualmente atingindo 6.000 membros em 1931. A partir desta data, a sociedade cresceu rapidamente graças a doação de 4 milhões de dólares pelo seu presidente R. A. F. Penrose. Em 1927, foi criada a medalha Penrose para recompensar os pesquisadores que contribuíram para o avanço no domínio das ciências da Terra.

A partir de 1968, sua sede está situada na Penrose Place, 3300, Boulder, no Colorado. Em 2005, a GSA completou 18.000 membros provenientes de 85 países. A principal atividade da sociedade é promover encontros e a publicação de literatura científica, em especial o "GSA Bulletin" e o jornal "Geology". A sociedade possui seis delegações locais na América do Norte e 15 divisões especializadas.

Medalhas[editar | editar código-fonte]

Alguns ex-presidentes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]