Sol de Verão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sol de Verão
Logotipo da Novela
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 40 min. aproximadamente
Criador(es) Manoel Carlos
Lauro César Muniz
Gianfrancesco Guarnieri
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Roberto Talma
Jorge Fernando
Guel Arraes
Elenco Irene Ravache
Jardel Filho
Tony Ramos
Débora Bloch
Cecil Thiré
Beatriz Segall e grande elenco.
Tema de abertura "Tô que Tô", Simone
Transmissão original 11 de outubro de 198218 de março de 1983
N.º de episódios 137
Cronologia
Último
Último
Sétimo Sentido
Louco Amor
Próximo
Próximo

Sol de Verão foi uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo entre 11 de outubro de 1982 e 18 de março de 1983, substituindo Sétimo Sentido e sendo substituída por Louco Amor. Foi escrita por Manoel Carlos e dirigida por Roberto Talma, Jorge Fernando e Guel Arraes e contou com 137 capítulos.

Infelizmente, a novela terminou antes do previsto por causa da morte do ator Jardel Filho, protagonista e grande amigo do autor Manoel Carlos. O autor revelou em entrevistas que Sol de Verão é uma das novelas preferidas dele. Curiosamente, uma das poucas onde o nome "Helena", característica comum em suas novelas, não aparece.

Como Sol de Verão teve seu término antecipado, a Globo não tinha a novela substituta pronta. Foi reapresentada então a novela O Casarão, em forma compacta, de 18 capítulos, entre 21 de março e 9 de abril de 1983. Louco Amor, a substituta oficial, estrearia somente 3 semanas depois, em 11 de abril de 1983.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A telenovela relata o dilema de Rachel, uma mulher que acaba de sair de um casamento infeliz com Virgílio. Rumo ao Rio de Janeiro, ao lado da mãe e da filha, ela acaba por se envolver com Heitor, um mecânico boêmio e bonachão que nunca havia vivido um compromisso sério. Paralelo a isso, está o surdo-mudo Abel, que, em busca de sua mãe, emprega-se na oficina de Heitor.

Produção[editar | editar código-fonte]

Sol de Verão tinha uma abertura colorida e bronzeada, como sugeria o nome da novela, ao som da música Tô que Tô, de Kleiton & Kledir, interpretada por Simone.

Entre os destaques do elenco, a química entre Jardel Filho e Irene Ravache foi perfeita, o que garantiu mais audiência à novela. O sensível trabalho de Tony Ramos como Abel, o surdo-mudo. Belo trabalho também da atriz Isabel Ribeiro.

Destaque também para a cenografia da novela que construiu em alvenaria, em plena cidade do Rio de Janeiro, todos os ambientes necessários às gravações das cenas externas. A produção construiu no bairro do Flamengo o conjunto composto pelo sobrado de Heitor, o prédio onde mora Rachel e um terreno baldio[1] .

Primeira novela de Miguel Falabella, os créditos da abertura exibiam erradamente como Miguel Faiabella, e apresentava o nome do protagonista, Jardel Filho, nos momentos finais onde-se lia: como Heitor Jardel Filho. Os primeiros nomes da abertura eram de Irene Ravache, em seu primeiro trabalho na Globo, e Tony Ramos.

A personagem Beatriz, inicialmente, foi destinada à atriz Maitê Proença. Com a recusa da atriz, Beatriz, que teria um romance com Abel, teve seu importância reduzida e ficou com Isis de Oliveira. Coube à personagem Olívia, interpretada por Carla Camurati, a outra comissária da dupla feminina, formar o triângulo amoroso com Abel e Clara. Carla teve sua personagem mais valorizada e fez de sua personagem Olívia, um grande sucesso. Tanto, que estampou a capa da revista Playboy, de julho de 1982. Bem, como Ísis de Oliveira, com sua personagem Beatriz, que estampou a capa, no aniversário de 8 anos da revista, em agosto de 1983.

A morte de Jardel Filho, em 20 de fevereiro de 1983, um domingo, no meio da novela abalou a todos: autor, elenco e produção[1] . O autor Manoel Carlos, amigo íntimo do ator não conseguiu mais escrever os capítulos e foi substituído por Lauro César Muniz e Gianfrancesco Guarnieri precipitando, assim, o término da novela. Antes, porém, a Globo cogitou tirar a novela do ar sem desfecho. Pesquisas feitas com o público mostraram que os telespectadores queriam que a história tivesse um fim[1] . A morte de Jardel ocorreu próxima à produção do capítulo 120 da novela. A conclusão da novela foi tumultuada. Os textos chegavam em cima da hora e as cenas eram gravadas pouco antes de serem exibidas[2] .

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Irene Ravache Rachel
Jardel Filho Heitor
Cecil Thiré Virgílio
Tony Ramos Abel
Beatriz Segall Laura
Débora Bloch Clara
Carla Camurati Olívia
Nelson Xavier Zito
Beatriz Lyra Irene
Gianfrancesco Guarnieri Caetano
Mário Gomes Miguel
Yara Amaral Sofia
Paulo Figueiredo Horácio
Isabel Ribeiro Flora
Miguel Falabella Romeu
Mônica Torres Mônica
Carlos Kroeber Hilário
Maria Helena Pader Irmã Luzia
Ivan Mesquita Gilberto
Maria Alves Matilde
Edson Silva Gaspar
Duse Nacaratti Madalena
Ísis de Oliveira Beatriz
Helber Rangel Germano
Camila Amado Noêmia
Jorge Botelho Tássio
Tânia Scher Lola
Gésio Amadeu Pedrinho
Márcia Rodrigues Geni
Oberdan Júnior Rogério
Monique Curi Glorinha

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

As trilhas nacional e internacional eram excelentes com grandes hits dos anos 80 como Você não Soube me Amar com Blitz, Tempos Modernos de Lulu Santos, Coisas de Casal do grupo Rádio Táxi, Muito Estranho do Dalto, O Melhor Vai Começar de Guilherme Arantes, Baby I Need Your Lovin' de Carl Carlton, Save a Prayer de Duran Duran e Hard to Say I'm Sorry do grupo Chicago, além das dançantes I Don't Wanna Dance de Eddy Grant, Voyeur de Kim Carnes e Situation de Yazoo.

Nacional[editar | editar código-fonte]

  1. "Você Não Soube Me Amar" - Blitz
  2. "Muito Estranho (Cuida Bem de Mim)" - Dalto
  3. "Bilhete" - Fafá de Belém
  4. "Tempo Quente" - Ricardo Graça Mello
  5. "Tempos Modernos" - Lulu Santos
  6. "Questão de Tempo" - Nara Leão
  7. "Tô Que Tô" - Simone
  8. "Esfinge" - Djavan
  9. "O Melhor Vai Começar" - Guilherme Arantes
  10. "Tendência" - Beth Carvalho
  11. "Tal Qual Eu Sou" - Lucinha Araújo (participação especial de Vital Lima)
  12. "Coisas de Casal" - Rádio Táxi
  13. "Só o Tempo" - Paulinho da Viola
  14. "Sumida" - Wando

Internacional[editar | editar código-fonte]

  1. "Baby I Need Your Lovin' " - Carl Carlton (tema de locação)
  2. "Don't Look Back" - The Korgis (tema de Rachel - Irene Ravache)
  3. "Être" - Charles Aznavour (tema de Laura - Beatriz Segall)
  4. "I Don't Wanna Dance" - Eddy Grant (tema de locação)
  5. "Hard To Say I'm Sorry" - Chicago (tema de Clara e Abel - Débora Bloch e Tony Ramos)
  6. "Wot" - Captain Sensible (tema de locação)
  7. "Hypnos" - Future World Orchestra (tema de Abel)
  8. "Situation" - Yazoo (tema de locação)
  9. "Save a Prayer" - Duran Duran (tema de Abel e Olívia - Tony Ramos e Carla Carmurati)
  10. "Voyeur" - Kim Carnes (tema de locação)
  11. "Love Leads To Madness" - Nazareth (tema de Miguel - Mário Gomes)
  12. "Love And My Best Friend" - Janet Jackson (tema de Olívia)
  13. "Do That To Me One More Time" - Latimore (tema de Heitor e Rachel - Jardel Filho e Irene Ravache)
  14. "Fallin' In Love" - Sunset (tema de Sofia - Yara Amaral)

Referências

  1. a b c Sol de Verão Memória Globo. Globo.com. Página visitada em 27 de novembro de 2012.
  2. Sol de Verão Teledramaturgia. Página visitada em 27 de novembro de 2012.