Son Gohan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Son Gohan
孫 悟飯
Primeira aparição Dragon Ball cap. 196
Dragon Ball Z ep. 1
Última aparição Dragon Ball cap. 519
Dragon Ball GT ep. 64
Criado por Akira Toriyama
Vozes Japão Masako Nozawa
Brasil Fátima Noya (Criança)
Brasil Yuri Chesman (Adolescente)
Brasil Vagner Fagundes (Adulto)
Perfil
Espécie meio humano, meio Sayajin
Vida no animangá
Local de nascimento Planeta Terra
Família Goku (pai)
Chi-Chi (mãe)
Goten (irmão)
Videl (esposa)
Pan (filha)
Bardock (avô paterno)
Rei Cutelo (avô materno)
Membro de Guerreiros Z
Personagem de Dragon Ball
Portal Animangá

Son Gohan (孫 悟飯, Son Gohan?), também conhecido apenas como Gohan, é um personagem fictício da franquia Dragon Ball criada por Akira Toriyama. Ele aparece na segunda parte do mangá, que corresponde ao anime Dragon Ball Z. Gohan é filho do protagonista Goku com sua esposa Chi-Chi e o primeiro híbrido entre humano e Saiyajin mostrado na série. Um tema recorrente na série é o grande poder oculto de Gohan, que aos poucos é liberado.

Criação[editar | editar código-fonte]

O nome da personagem vem da palavra japonesa "gohan", que significa arroz frito.[1] Dentro da série todos os Saiyajins possuem um nome que é formado a partir de um trocadilho com um vegetal. Toriyama disse que "apesar de não ser um vegetal, o arroz muitas vezes se relaciona com eles". Como Gohan não é Saiyajin completo, Toriyama lhe deu esse nome.

Ao final do capítulo 36, onde termina a Saga Cell, Akira pretendia transformar Gohan no protagonista da história mas chegou a conclusão que ele não seria adequado para esse papel.[2] Os desenhos iniciais de Gohan na Saga Boo, onde ele é um jovem adulto, apresentam a personagem usando óculos, boné e jaqueta para ter uma aparência mais normal. Essa ideia logo foi abandonada.[3] Ainda na Saga Boo, quando Akira começou a desenhar a roupa do Grande Saiyaman ele pretendia fazer uma homenagem aos super heróis americanos.[4]

Personalidade[editar | editar código-fonte]

Gohan é calmo, inteligente e estudioso, mas possui uma incrível força e habilidade em lutas. No início era um garoto chorão e reservado: nunca sentia prazer em lutar, ao contrário do seu pai, que adora enfrentar inimigos mais fortes. O poder de Gohan só é liberado quando ele se enfurece ou quando seus amigos ou alguém de que ele gosta está em perigo. Isso o faz liberar o seu grande poder e interferir na luta, mesmo quando não há possibilidade de vencer, pois Gohan sente-se responsável pela proteção de seus entes queridos. Numa luta, Gohan se mostra muito mais cruel do que seu pai e costuma não ter compaixão do adversário. Esse estilo de luta violento é um exemplo da influência de Piccolo na sua vida. Na saga de Cell, quando Goku sacrifica sua vida em vão para derrotar Cell, que acaba reaparecendo mais forte do que nunca, Gohan pensa em desitir da luta, mas seu pai, por telepatia, diz-lhe para nunca desistir, pois seu dever é proteger a Terra. A partir daí, Gohan demonstra que é capaz de sacrificar sua vida para proteger tudo o que ele mais ama no mundo. Quando se torna mais adulto, Gohan sente a obrigação de atuar como uma figura paterna para seu irmão Goten e proteger sua cidade de criminosos. Por não gostar de ser o centro das atenções ele se disfarça como um super-herói chamado Grande Saiyaman (グレートサイヤマン, Gureto Saiyaman?).

Habilidades[editar | editar código-fonte]

Gohan liberando pela primeira vez o seu poder oculto.

Quando criança, Gohan era retratado como um indivíduo de um poder dormente e imenso, que só se revelava quando ele se encontrava em estados de fúria ou estresse. Pelo fato de seus pais serem de raças diferentes, Gohan também demonstra habilidades incomuns e poderes que ultrapassam os de um Saiyajin comum. Vegeta sugere que misturar sangue humano e saiyajin dá origem a poderosos seres híbridos. A habilidade mais básica do personagem é manipular sua energia ki para voar através do Bukû-jutsu (舞空術? "Técnica de Dança no Céu"). Ele mais tarde aprende a disparar esferas e raios e assim domina o Masenko (魔閃光, Masenkō?, "Flash Mágico") com Piccolo e o Kamehameha (かめはめ波? "Onda Destrutiva da Tartaruga") com seu pai. Ele posteriormente eleva o último para Super Kamehameha. Gohan ainda possui força e velocidade sobrehumanas, bem como reflexos aguçados (como visto em seu treino com Goten).

Enquanto tinha a sua cauda, Gohan se transformava em um Oozaru caso olhasse para a lua cheia. Em Namekusei, o Grande Patriarca ajudou Gohan a alcançar parte de seu potencial, mas não conseguiu revelar a totalidade de suas habilidades latentes. Treinando com seu pai na Sala do Tempo, Gohan atingiu o poder máximo de um Super Saiyajin comum e alcançou o Super Saiyajin 2. Por fim, na Saga Boo, todo o seu poder foi liberado pelo Ro Kaioshin, revelando que Gohan tem uma força igualada ao do Super Saiyajin 3.

História[editar | editar código-fonte]

Gohan é introduzido aos quatro anos de idade no início de Dragon Ball Z. Durante uma visita à casa do Mestre Kame, Gohan foi abdusido por seu tio Raditz como parte de um plano para fazer Goku retomar seus instintos assassinos de Saiyajin. Gohan é preso na nave de Raditz mas se enfurece e a explode acidentalmente quando vê seu pai caído no chão. Seguindo a morte de Goku para vencer seu irmão, Gohan é treinado por Piccolo para enfrentar os dois Saiyajins que chegariam a Terra em um ano, Nappa e Vegeta. Ao longo desse perído, Gohan se tornou o primeiro amigo que seu mestre já teve. Consequentemente, Piccolo se sacrifica para salvar Gohan no meio do confronto contra Nappa. Gohan depois auxilia seu pai, que foi ressuscitado por Shenlong a derrotar Vegeta. Após a vitória sobre os Saiyajins, Gohan, Kuririn e Bulma viajam para Namekusei em busca das Esferas do Dragão Originais para ressuscitar todos os que foram mortos na Terra. No entanto, eles se deparam com um alienígena chamado Freeza que também buscava as Esferas. Gohan e Kuririn encaram alguns dos soldados de Freeza e depois se aliam a Vegeta para enfrentar um grupo de mercenários chamado Forças Especiais Ginyu. Contudo, os três acabam sendo derrotados até que Goku chega a Namekusei e os ajuda a vencer os inimigos. Eles depois terminam de juntar as Esferas e trazem Piccolo até Namekusei para lutar contra Freeza. Após a transformação de Goku em Super Saiyajin durante o combate contra Freeza, Gohan e os outros são teletransportados para a Terra por Porunga. De volta a sua casa, Gohan recebe notícias de que seu pai venceu Freeza e espera pacientemente a sua volta.

Um ano depois, Freeza vai a Terra ao lado de seu pai Cold para se vingar mas os dois acabam sendo mortos por Trunks, um jovem que veio do futuro para alertar os Guerreiros Z sobre a aparição de andróides assassinos criados pela Red Ribbon, uma antiga organização que havia sido destruída por Goku no início de Dragon Ball. Goku retorna a Terra após treinar em diversos planetas e começa a treinar Gohan, junto de Piccolo, para a chegada dos andróides. Depois de três anos de treinamento, os andróides aparecem e derrotam os Guerreiros Z. Goku então leva Gohan para treinar na Sala do Tempo, uma sala localizada no Templo de Kami-Sama que é ligada a outra dimensão onde um dia na Terra equivale a um ano. Nesse perído, o andróide Cell absorve os andróides 17 e 18 e assim ganha poder suficiente para superar todos os Guerreiros Z. Após emergirem da Sala do Tempo, Goku e Gohan se preparam para os Jogos do Cell onde Gohan libera uma grande parte de seu poder oculto e se transforma em Super Saiyajin 2. Goku morre novamente mas seu espírito ajuda seu filho a desintegrar Cell durante uma disputa de Kamehamehas. Sete anos se passam e Gohan se foca nos estudos mas também protege sua cidade com uma identidade secreta que ele mesmo criou, o Grande Saiyaman. Aos dezoito anos ele é mandado para o Colégio Estrela Laranja e conhece uma garota chamada Videl, que o convence a participar do 25º Torneio de Artes Marciais. Os dois começam a treinar juntos e acabam se envolvendo romanticamente. Durante o torneio, Gohan reencontra seu pai pois ele ganhou permissão para permanecer um dia no mundo dos vivos. Durante sua luta contra Kibito, Gohan tem sua energia roubada por Spopovich e Yamu. Ela depois é usada pelo mago Babidi para despertar o demônio Majin Boo, que facilmente derrota Gohan. Quase morto, Gohan é levado por Kibito para o Planeta Supremo onde ele treinaria com a lendária Espada Z. Porém, ele acidentalmente a quebra e liberta um antigo Kaioshin que realiza um ritual mágico para despertar todo o seu poder. Em seu máximo, Gohan retorna a Terra para matar Majin Boo. Entretanto, ele é absorvido pelo demônio e seu DNA é utilizado para criar anticorpos no corpo de Majin Boo. Algum tempo depois, Gohan é libertado por Goku e Vegeta e entrega sua energia ao seu pai para que completasse a Super Genki Dama que matou Majin Boo. Dentro de um perído de dez anos, Gohan termina seus estudos e se torna um famoso cientista. Ele também se casa com Videl e os dois têm uma filha chamada Pan.

Gohan do Futuro[editar | editar código-fonte]

Gohan do Futuro (未来の悟飯, Mirai no Gohan?) aparece em uma linha do tempo alternativa em que é o único guerreiro sobrevivente; os outros morreram em batalhas contra os andróides (Goku, que falece por causa de uma doença no coração, é a única exceção).[5] [6] Gohan é mostrado treinando o filho de Bulma, Trunks, para ajudá-lo nas batalhas contra os andróides # 17 e #18.

Nesta linha do tempo, Gohan se tornou um Super Saiyajin e utiliza um unifome similar ao de seu pai, com um símbolo kanji nas costas. Gohan revela que o utiliza na esperança de se tornar tão forte quanto seu pai um dia, e Trunks menciona que sua mãe, Bulma, o acha muito parecido com Goku quando o veste.[7] Gohan tem os cabelos bem mais curtos do que sua versão do presente, uma cicatriz no lado direito do rosto, e parece ter perdido seu braço esquerdo enfrentando #17 e #18.[7] Ele eventualmente é morto pelos dois andróides, em uma batalha em que #17 diz que, em batalhas anteriores, o máximo que havia utilizado era a metade de sua força; Gohan se surpreende com o comentário, e #18 sorri antes do mangá mostrar Trunks, que não sente o ki de Gohan ao despertar. No especial de TV é mostrado que os dois andróides metralharam Gohan até a morte.

Dubladores[editar | editar código-fonte]

Assim como Goten e Goku, a voz de Gohan na versão original japonesa do anime é dublada por Masako Nozawa. Na versão brasileira, sua voz é dublada por Fátima Noya quando criança, Yuri Chesman quando adolescente e Vagner Fagundes quando adulto.

Aparições em outras mídias[editar | editar código-fonte]

Na continuação Dragon Ball GT, os poderes de Gohan diminuiram drasticamente devido a falta de treino. Quando Baby chega a Terra e domina Goten, Gohan é forçado a batalhar contra seu irmão mas acaba sendo derrotado e Baby utiliza seu corpo como hospedeiro. Possuído, Gohan enfrenta Vegeta mas depois é libertado por Trunks. Ele depois enfrenta os vilões que escaparam do inferno e ajuda seu pai na batalha contra o Super 17 e Omega Shenlong.

Gohan é um personagem jogável em todos os jogos de Dragon Ball Z, onde ele geralmente é dividido em seis: criança, adolescente, adulto, forma final, Grande Saiyaman e Gohan do Futuro. Ele também aparece nos crossovers Battle Stadium D.O.N, Jump Super Stars[8] e Jump Ultimate Stars.[9] Gohan aparece em quase todos os treze filmes de Dragon Ball Z (com exceção do filme Bio-Broly), se destacando em Devolva-me Gohan!! e A Batalha no Dois Mundos, onde derrota, respectivamente, os vilões Garlick Jr. e Bojack.[10] [11] Ele também está presente em todos os OVAs e no especial de TV Gohan e Trunks: Guerreiros do Futuro.[4] A canção "Oomori Rice Boy" se foca no desenvolvimento de Gohan durante a série e também o compara com arroz.[12] No filme Dragon Ball Z: O Homem Mais Forte do Mundo, Gohan, dentro de um sonho, homenageia Piccolo com uma música chamada "Piccolo-san Daisuki" .[13] Na canção "Kuchibue No Kimochi", Gohan assobia alegremente enquanto Piccolo, que está sofrendo devido a sua sensível audição, tenta fazê-lo parar.[14] Ele ainda é citado na música "Goku" de Soulja Boy Tell 'Em.[15]

Nos Estados Unidos Gohan já foi utilizado para fazer brinquedos que acompanham os lanches da rede de fast food Burger King.[16] Gohan fez uma aparição no programa humorístico Frango Robô. No episódio Um Natal Muito Dragon Ball Z, ele e Goku enfrentam a Mamãe Noel ao lado das renas do Papai Noel para salvar o Natal.[17] No episódio Money Ball Z, paródia do filme Moneyball, do programa MAD, Gohan e outros personagens de Dragon Ball são colocados no time de baseball Oakland Athletics.[18] Em 2004, Gohan apareceu no curta-metragem japonês Kyūtai Panic Adventure Returns! (球体パニックアドベンチャーリターンズ!, Kyūtai Panikku Adobenchā Ritānzu!?, lit. O Retorno da Aventura da Orb do Pânico!). Ele é um dos sete personagens que reúnem as Esferas do Dragão para reconstruir a cidade de Odaiba que foi atacada por Enel.[19]

O personagem Chungohan do mangá espanhol Dragon Fall é uma paródia de Gohan.[20]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Desde sua primeira aparição, Gohan vem recebendo críticas, na maioria das vezes, positivas. Em 1993, ele ficou em primeiro lugar em uma pesquisa de popularidade dos personagens da série.[21] A participação de Gohan na Saga Cell é um dos momentos mais bem criticados por publicações de anime e mangá. Um escritor do IGN apreciou o modo como Gohan recebeu mais atenção durante essa saga e classificou sua luta contra Cell como um dos melhores momentos de Dragon Ball Z.[22] Outro escritor, dessa vez do Anime News Network, elogiou o desenvolvimento da personagem já que "ele deixou de ser um bebê chorão para se tornar um poderoso guerreiro".[23] O site brasileiro Henshin também comentou a luta de Gohan contra Cell, dando foco a "surra histórica que Gohan aplicou em Cell".[24] Seus dubladores brasileiros já revelaram, em entrevistas, que se divertiram muito dublando a personagem. Fátima Noya comentou: "Eu gosto do Gohan por que ele é guerreiro e é ousado. Ele tem um otimismo, que é uma coisa legal que eu procuro ter. O Gohan tem uma vivacidade, uma alegria, um companherismo com os amigos e esse amor por pai e mãe".[25] Por outro lado, Vagner Fagundes disse que gosta do Gohan por que "ele é super-forte mas não gosta de lutar".[26]

About.com comentou que, enquanto muitos pensam que Goku é o personagem mais poderoso, Gohan sempre demonstrou vários truques na manga.[27] Um escritor do site DVD Talk elogiou a identidade secreta de Gohan como Grande Saiyaman, comparando-o com os super heróis americanos. Ele também apontou a fantasia de Grande Saiyaman como uma grande fonte de humor.[28] O site UGO.com listou as formas do Super Saiyajin como uma das melhores transformações na ficção, dando foco ao Super Saiyajin 2 de Gohan.[29] O mesmo site colocou a luta do Gohan do Futuro contra os andróides 17 e 18 na sua lista "As Batalhas mais Dramáticas na Chuva".[30] Diversos itens de mercado foram e ainda são produzidos a partir de Gohan, tais como bonecos,[31] [32] chaveiros,[33] canecas[34] e etc.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Dragon Ball HUMAN RACIAL DICTIONARY: S-U (em inglês). Kazentai - Translations. Página visitada em 19 de abril de 2012.
  2. Akira Toriyama. DRAGON BALL 大全集 ➋「STORY GUIDE」 (em Japonês). [S.l.]: Shueisha, 9 de agosto de 1995. Capítulo: Akira Toriyama Super Interviwe - 2nd round. , 261-265 p. ISBN 4-08-782752-6
  3. Akira Toriyama. DRAGON BALL 大全集 ➍ 「WORLD GUIDE」 (em Japonês). [S.l.]: Shueisha, 9 de outubro de 1995. ISBN 4-08-782754-2
  4. a b (2009) "O Guia Completo da Saga Dragon Ball". Mundo Estranho 85-A. ISBN 7-893614-057460.
  5. Mangá Dragon Ball Z, volume 12, capítulo 140
  6. Mangá Dragon Ball Z, volume 12, capítulo 141
  7. a b Mangá Dragon Ball Z, volume 17
  8. Dragon Ball em Jump Super Stars (em japonês). Página visitada em 21 de maio de 2010.
  9. Dragon Ball em Jump Ultimate Stars (em japonês). Página visitada em 21 de maio de 2010.
  10. Sinopse de "Devolva-me Gohan!!". Página visitada em 9 de março de 2011.
  11. (10 de julho de 1993). Dragon Ball Z: A Batalha dos Dois Mundos. Japão: Toei Animation.
  12. Letra e video de Oomori Rice Boy. Letras Terra. Página visitada em 21 de abril de 2012.
  13. Letra de Piccolo-san Daisuki. Página visitada em 9 de março de 2011.
  14. Letra de Kuchibue No Kimochi. Página visitada em 9 de março de 2011.
  15. "Goku", por Soulja Boy Tell 'Em (em inglês).
  16. Burger King to launch 'Dragon Ball Z' promotion (em inglês). Nation's Restaurant News. Página visitada em 2000.
  17. "Um Natal Muito Dragon Ball Z". Frango Robô. Cartoon Network. 16 de abril de 2006. No. 23, 2ª temporada.
  18. "Money Ball Z / Green Care Bear". MAD. Cartoon Network. November 21, 2011.
  19. Star*Tech event listings. Star*Tech.
  20. Dragon Fall - Introdução.
  21. Toriyama, Akira. DragonBall Daizenshuu 1 – Complete Illustrations. JapãoShueisha, 1995. Capítulo: Trabalho Completo com Comentários. , 208-217 p.
  22. D.F. Smith. Dragon Ball Z - Season Six DVD Review (em inglês). IGN. Página visitada em 12 de maio de 2009.
  23. Theron Martin. Dragon Ball Z DVD - Season 6 Box Set (uncut) (em inglês). Anime News Network. Página visitada em 12 de maio de 2009.
  24. O caminho de Gohan. Henshin. Página visitada em 22 de abril de 2012.
  25. Fátima Noya - dubladora Saiyajin. Henshin. Página visitada em 22 de abril de 2012.
  26. Vagner Fagundes - o filho de Goku e irmão de Sakura. Henshin. Página visitada em 22 de abril de 2012.
  27. Perfil de Personagens - Gohan (em inglês). About.com. Página visitada em 27 de abril de 2012.
  28. Dragonball Z - Great Saiyaman Gohan's Secret (em inglês). DVD Talk. Página visitada em 27 de abril de 2012.
  29. Leveling Up: TV's Most Badass Makeovers (em inglês). UGO.com. Página visitada em 27 de abril de 2012.
  30. Bad Weather Brawls: The Most Dramatic TV Rain Battles (em inglês). UGO.com. Página visitada em 22 de abril de 2012.
  31. Boneco de Gohan (1) (em inglês). Amazon. Página visitada em 27 de abril de 2012.
  32. Boneco de Gohan (2) (em inglês). Amazon. Página visitada em 27 de abril de 2012.
  33. Chaveiro de Gohan (em inglês). Amazon. Página visitada em 27 de abril de 2012.
  34. Caneca de Gohan (em inglês). CafeExpress. Página visitada em 27 de abril de 2012.