Sonata para piano n.º 15 (Beethoven)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Sonata para piano n.º 15"
Composição Ludwig van Beethoven
Estreia 1801
Andamentos
A Sonata para Piano Nº 15, Opus 28, é uma obra do compositor Ludwig van Beethoven, também conhecida como Sonata Pastoral. A obra data de 1801 e possui quatro movimentos.


Esta pastoral possui efeitos que remontam à música barroca, como os interlúdios pastorais do Oratório de Natal de Bach e do Messias de Handel. As composições pastorais exibem características de efeitos dos bordões baixos (notas graves sustentadas no primeiro e no quinto grau da escala) e repetições motívicas que duram toda uma frase. Beethoven utilizou estes recursos mais tarde em sua Sinfonia Pastoral.1

Estrutura[editar | editar código-fonte]

1. Allegro[editar | editar código-fonte]

É caracterizado pelos baixos monótonos da introdução em contraste ao movimento brilhante expressivo feito pela mão direita. O movimento é escrito em Ré Maior e em 3 por 4.

2. Andante[editar | editar código-fonte]

Escrito em Ré menor e com a fórmula de compasso de 2 por 4, o movimento Andante tem um contraste importante com o primeiro, especialmente por ser no Tom homônimo, porém mantém a característica de baixos repetitivos contrastando com motivos melódicos brilhantes.

3. Scherzo: Allegro Vivace[editar | editar código-fonte]

Possui uma introdução bem-humorada que alterna momentos de suavidade com momentos de exposição forte do tema. O trio possui uma linha rítmica que se repete várias vezes. É um movimento pequeno escrito em Ré Maior e em 3 por 4.

4. Rondo: Allegro ma non troppo[editar | editar código-fonte]

Executa passagens harmônicas contrastantes e alternâncias rítmicas entre as duas mãos. Escrito em Ré Maior e em 6 por 8, fecha a sonata com um humor leve e tem em seu final um movimento virtuoso característico de Beethoven.

Referências

  1. Lockwood, Lewis. Beethoven: a música e a vida / Lewis Lockwood; tradução de Lúcia Magalhães e Graziella Somaschini. - São Paulo: 2ª ed. Códex, 2005.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Partituras
Análises