Sonya Blade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sonya Blade
Sonya Blade, como apresentada em Mortal Kombat (2011).
Série de jogos Mortal Kombat
Primeiro jogo Mortal Kombat (1992)
Designer John Tobias e Ed Boon
Dublador em inglês Olivia d'Abo (MK: DotR)
Jennifer Hale (MK: The Journey Begins)
Dana Lyn Baron (MKvDC, MK2011)
Informações pessoais
Terra natal Plano Terreno (EUA)
Afiliação Boinas Verdes
Arma Catavento (MK4, MKG)
Bastões de Kali (MK:DA, MK:A)
Estilo(s) de luta Kempo (MK:DA)
Tae Kwon Do (MK:DA,MK:A)
Portal Games

Sonya Blade é uma personagem fictícia da série de jogos eletrônicos Mortal Kombat, criada por John Tobias e Ed Boon em 1992.

Atributos[editar | editar código-fonte]

A tenente Sonya Blade é uma das principais heroínas da série Mortal Kombat. Ela é integrante de uma unidade de elite dos Boinas Verdes e posteriormente participa da Outer World Investigation Agency. Sua impulsividade é controlada por seu superior e amigo, o major Jax. Sonya é a representação de uma mulher independente e de personalidade forte, que embora orgulhosa e teimosa, se preocupa profundamente com seus amigos e colegas. Ela possui uma rivalidade de longa data com o ladrão Kano, que representa tudo que Sonya detesta.

Concepção e criação[editar | editar código-fonte]

Originalmente, Sonya não estaria em Mortal Kombat, que teria apenas seis personagens. Ela foi adicionada ao elenco quando o presidente da Williams deu à equipe de desenvolvimento seis semanas adicionais para refinar o jogo, já com dez meses de produção.[1] Primeiramente, o personagem adicional seria Jax; quando os produtores decidiram pela adição de uma personagem feminina, Sonya foi criada e teve a história dele aplicada a ela.[2] Seu nome é o mesmo de uma das irmãs de Ed Boon, como pode ser observado na biografia de Tanya em Mortal Kombat Deception. Sua aparência é baseada na atriz e praticante de artes marciais Cynthia Rothrock.

De acordo com John Tobias, Sonya e Kano eram os personagens menos populares da primeira versão e foram substituídos, para liberar espaço e tempo para novos lutadores. Ambos aparecem em cenários de Mortal Kombat II acorrentados na arena de Kahn. Os produtores explicaram que Sonya foi deixada de lado em favor de Kitana e Mileena como parte de uma repaginação do jogo, para que o mesmo competisse melhor com Street Fighter II.[3] Mortal Kombat: Special Forces teria Jax e Sonya como personagens controláveis, mas Sonya não apareceu no jogo por problemas com o cronograma e com a saída de Tobias da empresa.

Sonya é a única dentre os sete personagens originais cuja aparência foi alterada durante toda a série. No primeiro jogo, ela usava um colã verde com uma tanga preta por cima, cabelos curtos e uma testeira preta. Tal aparência foi mantida em Mortal Kombat II. Em Mortal Kombat 3, seu colã verde ganhou listras pretas e brancas e ela passou a usar meias brancas e cabelo longo, preso em rabo de cavalo. Desde Mortal Kombat: Deadly Alliance, sua lingerie aparece por fora das calças, e em Mortal Kombat: Shaolin Monks, a personagem ganhou um piercing. Em Mortal Kombat 4, ela aparece usando boné preto e botas. Em Deadly Alliance, veste um uniforme no estilo militar com jaqueta, camisa, colã e botas pretas, mantendo tal aparência em Mortal Kombat: Armageddon. Já nos consoles de última geração, em Mortal Kombat vs DC Universe Sonya aparece primeiramente com a sua boina verde, uma Baby Look branca e calça militar, com a franja caída em um dos lados do rosto. Por sua vez, em Mortal Kombat 9 Sonya é totalmente re-estilizada novamente. Usa um top da mesma cor da calça militar, botas de salto e seu cabelo preso em um rabo de cavalo, sem mais usar a franja. No mesmo jogo, tem uma segunda roupa opcional, em que usa uma espécia de fara militar "sexy". Usa uma blusa branca, decotada e deixando sua barriga a mostra, a calça é substituída por um shorts curto, a Boina é substituída por um Head Cap, e há a adição de um óculos.

Aparições[editar | editar código-fonte]

Sonya participa de Mortal Kombat por acaso: enquanto tentava capturar Kano, sua equipe é capturada na ilha de Shang Tsung, que promete libertar a todos se ela participasse do torneio. Após a derrota de Tsung, ela e Kano são capturados novamente e levados para a Exoterra, onde se tornam prisioneiros de Kahn durante os acontecimentos de Mortal Kombat II. Apesar disso, ela consegue enviar um sinal para Jax, que liberta Sonya e prende Kano, mas o mesmo consegue fugir quando o trio retorna para a Terra.

Em Mortal Kombat III, Sonya integra o grupo de guerreiros que mantiveram suas almas durante a invasão da Exoterra e enfrenta Kano, derrubando-o de um prédio. Durante Mortal Kombat 4, Sonya é integrante da Outworld Investigation Agency e parte para Edenia em busca de Jarek, o último membro conhecido do Clã Dragão Negro. Lá, ela e Jax se juntam a Raiden e Liu Kang na luta contra Shinnok, derrotam Jarek e salvam Cyrax, que teve um malfuncionamento em um deserto. Em troca, ele passa a integrar a agência.

Em Deadly Alliance, ela parte para salvar Cyrax e Kenshi, mas acaba morta com Jax e Johnny Cage em um ataque das forças tarkatâneas. Onaga ressuscita o trio e os escraviza.

Em Mortal Kombat (2011), ela é uma das únicas sobreviventes entre os defensores do Plano Terreno, junto de Johnny Cage.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Em 2008, o site GamesRadar destacou Sonya como uma das mulheres mais icônicas dos videogames da década de 90.[4] No ano seguinte, o site GameDaily a listou como uma das loiras mais "quentes" do universo dos videogames.[5] Em 2010, ela fez parte da lista dos 50 melhores personagens de Mortal Kombat publicada pelo site UGO Entertainment, conquistando a 41ª posição.

Referências

  1. GamePro nº 76 (novembro de 1995, Estados Unidos)
  2. GamePro nº 78 (janeiro de 1996, Estados Unidos)
  3. The One Amiga nº 75 (dezembro de 1994, Estados Unidos)
  4. Game babes: A history (página 3), GamesRadar, 14 de dezembro, 2007
  5. Babe of the Week: Hottest Blondes (página 12), GameDaily, 16 de janeiro, 2009