Sophie Ellis-Bextor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sophie Ellis-Bextor
Sophie Ellis-Bextor.
Informação geral
Nome completo Sophie Michelle Ellis-Bextor
Também conhecido(a) como Mademoiselle EB
Nascimento 10 de Abril de 1979 (35 anos)
Origem Hounslow, Londres, Inglaterra
País  Reino Unido
Nacionalidade Britânica
Gênero(s) Pop
Disco
House
Nu disco
Electropop
Eletrônica
Dance pop
Alternativo
Pop rock
Ocupação(ões) Cantautora
Modelo
Instrumento(s) Guitarra
Piano
Baixo
Vocal
Extensão vocal Soprano dramático
Período em atividade 1997 - atualmente
Gravadora(s) Polydor Records
Fascination Records
Universal Music
EBGB's
Afiliação(ões) Theaudience
Manic Street Preachers
Spiller
Freemasons
The Feeling
Bob Sinclar
Mathieu Bouthier
Roger Sanchez
Brian Cross
Departure Lounge
Armin Van Buuren
Junior Caldera
Influência(s) Zulmira
Página oficial Site Oficial

Sophie Ellis-Bextor é uma cantora de música pop, compositora, modelo e DJ nascida no Reino Unido. Começou como vocalista da banda de indie rock "Theaudience", nos anos 1990. Seus trabalhos misturam música "dance" com várias vertentes da música eletrônica e, elementos de música alternativa e "pop rock".

Início[editar | editar código-fonte]

Sophie Ellis-Bextor nasceu em Londres em 10 de abril de 1979, a filha do produtor de cinema e diretor Robin Bextor e da apresentadora do Blue Peter Janet Ellis, que se separaram quando ela tinha quatro anos.[1]

Ela frequentou a St. Stephen's School e depois a Godolphin and Latymer School em Hammersmith. Algumas de suas primeiras apresentações públicas foram com a ópera infantil W11 Opera a partir da idade de treze anos, gora Bextor é a madrinha da organização.[2]

Carreira musical[editar | editar código-fonte]

Theaudience[editar | editar código-fonte]

Ellis-Bextor começou sua carreira musical em 1997, com uma banda indie chamada Theaudience. Ela era a vocalista da banda. Ela gravou um dueto com Manic Street Preachers, "Black Holes for the Young"."A Pessimist Is Never Disappointed" talvez seja a sua única música mais conhecida. A banda se separou em dezembro de 1998. Em 1999, Ellis-Bextor fez uma aparição no álbum "Departure Lounge Here".

Carreira Solo[editar | editar código-fonte]

Depois de se separar da banda "Theaudience",Sophie parou de cantar por um ano. Em 2000, Sophie colaborou com o DJ italiano Spiller sobre a adição de vocais em sua música "Groovejet", seu primeiro trabalho gravado desde se separou da banda "Theaudience"."Groovejet (If This Ain't Love)" entrou nas paradas do Reino Unido em 1 º lugar, apenas batendo a ex-Spice Girl Victoria Beckham em sua primeira excursão solo ao ponto superior. Desde então, os duas têm sido descritas como rivais. Porém elas alegam que não há qualquer rivalidade entre as duas e até já apareceram juntas em algumas fotos."Groovejet" ganhou vários prêmios: No. 1, Pop Top 20, No. 1, ILR; No. 1, Radio 1, n º 8, " Dancefloor" no início de 2000 e o single do ano no "Melody Maker".

Read My Lips[editar | editar código-fonte]

Em 2001, Sophie lançou seu álbum de estreia, Read My Lips. Ela chegou ao segundo lugar nas paradas da Inglaterra. Sua regravação da música "Take Me Home" da cantora Cher, chegou ao segundo lugar, assim como "Murder on the Dancefloor", que se tornou a música mais tocada durante 23 semanas,[3] e se tornoua canção mais tocada na Europa em 2002. Em 2002, Read My Lips foi relançado com duas músicas novas (e uma versão ao vivo de "Groovejet") e Sophie conquistou o "Recording Artist Award" naquele ano "Showbusiness Awards". Seu terceiro single, "Get Over You "/" Move This Mountain" foi lançado em junho de 2002 e chegou ao número 3. O quarto single, "Music Gets the Best of Me", subiu para o 14º lugas em dezembro. No início de 2002, Sophie Ellis-Bextor foi nomeada para o "British Female Solo Artist" Brit Award, passando a ser nomeada por mais dois anos consecutivos. [4] [5] [6] Nesse mesmo ano, ele ganhou os prêmios de Melhor Single e Melhor Ibiza Tune no Muzik Ericsson Awards.[7]

2003: Shoot from the Hip[editar | editar código-fonte]

Apesar da falta de sucesso comercial, colocou os singles "Mixed Up World" e "I Won't Change You" no top 10 britânico. Um disco mais voltado para o pop rock, com elementos de electropop, foi recebido razoavelmente pela crítica, e atingiu a 19ª posição no Reino Unido. Um ex-namorado de Sophie contribuiu como backing vocal em duas faixas do álbum. A divulgação do álbum foi encerrada assim que Sophie descobriu que estava grávida de seu primeiro filho.


2007: Trip the Light Fantastic[editar | editar código-fonte]

Ellis-bextoratgay.jpg

Sophie volta as paradas com o sucesso de "Catch You". Um disco similar ao seu de estréia, onde incorporou a disco music, e o pop rock, e que também lançou as faixas "Me & My Imagination" e "Today The Sun's On Us". Foi aclamado pelos críticos pela sua sofisticada produção, e foi considerado como um dos melhores lançamentos da década. Trip the Light Fantastic foi certificado com disco de ouro pela Indústria Fonográfica Britânica em julho de 2008, por sua venda de 100.000 cópias no Reino Unido.

Bextor apoiou George Michael em sua perna turnê pelo Reino Unido em Junho de 2007. Sua própria turnê pelo Reino Unido, a Trip the Light Fantastic Tour, estava prevista para começar em agosto de 2007, mas foi adiada depois de Ellis-Bextor ser convidado para ser "convidada especial" na turnê Beautiful World Passeie do grupo Take That que começou em outubro de 2007.[8]

2011: Make A Scene[editar | editar código-fonte]

Seu quarto álbum Make a Scene, foi lançado em junho de 2011.[9] Depois de muitos adiamentos, finalmente foi lançado através de seu selo próprio, acompanhado dos singles "Bittersweet" e "Starlight", e das colaborações feitas anteriormente entre Sophie e alguns DJ's. Incorporou elementos de synthpop, disco music, house e electropop.

2012-presente e Wanderlust[editar | editar código-fonte]

Em maios de 2011, ela revelou que já começou a trabalhar em seu quinto álbum.[10] Ela voltou à cena internacional em uma turnê em 2011, tocando em lugares como o Festival SoulNation em Jacarta, assim como na Austrália, fazendo shows em Sydney e Melbourne.[11] Ellis-Bextor colaborou com o DJ francês Bob Sinclar em uma faixa intitulada "F**k with You", que foi incluída no seu álbum, Disco Crash e se tornou um popular hit na Europa Continental[12] [13]

EP
  • 2009: Sophie Ellis-Bextor: iTunes Live in London

Singles[editar | editar código-fonte]

  • "GrooveJet (If This Ain't Love)"
  • "Take Me Home"
  • "Murder On The DanceFloor"
  • "Get Over You/Move This Mountain"
  • "Music Gets The Best Of Me"
  • "Mixed Up World"
  • "I Won't Change You"
  • "Catch You"
  • "Me And My Imagination"
  • "Today The Sun's On Us"
  • "If I Can't Dance"
  • "Heartbreak Make Me A Dancer"
  • "Not Giving Up On Love"
  • "Can't Fight This Feeling"
  • "Bittersweet"
  • "Starlight"
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. Duerden, Nick. "Sophie Ellis-Bextor. The singer talks about her family", The Guardian, 16 July 2011. Página visitada em 30 December 2011.
  2. W11 Opera, Patrons. W11opera.org. Página visitada em 17 de agosto de 2010.
  3. Murder on the Dancefloor, World Charts. Top40-charts.com. Página visitada em 17 August 2010.
  4. BRIT Awards 2004. Ukmix.org. Página visitada em 17 August 2010.
  5. Culture. "The Brits 2003, The Nominees", Guardian, 13 January 2003. Página visitada em 17 August 2010.
  6. Brits Awards: The Nominees. Contactmusic.com (15 November 2007). Página visitada em 17 August 2010.
  7. "Spiller and Jaxx take Muzik honours", BBC News, 19 October 2000. Página visitada em 17 de agosto de 2010.
  8. Sophie Ellis-Bextor's official website. Sophieellisbextor.net (11 August 2010). Página visitada em 17 August 2010.
  9. Sophie's new album and single out on 6 June!.
  10. My Day on a Plate: Sophie Ellis-Bextor Daily Telegraph. 1 May 2011
  11. SoulNation mixes best from Home and Abroad Jakarta Globe. 27 de setembro de 2011.
  12. Sophie Ellis-Bextor Wants To “F*** With You” In New Bob Sinclar Track Idolator. 15 de novembro de 2011.
  13. It's Time To Disco in Delhi. HindustanTimes. 5 de dezembro de 2011.