Soquete AM3

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde novembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.
Soquete AM3

O Soquete AM3 é o sucessor do Soquete AM2+, no qual conta com 938 pinos. Tem suporte ao HT 4.0 e muito mais benefícios. Foi projetado para a nova geração de microprocessadores da AMD, os K11, lançados em março de 2009.

O Soquete AM3 será compatível com os dois tipos de memória de canal duplo: PC2-8528 (DDR 2 1.066 MHz) e PC3-10666 (DDR 3 1.333 MHz); será incluído uma interface térmica (TSI) e uma interface VID reguladora de voltagem (SVI). O sensor térmico terá muita precisão, presumindo que possa ser digital, um diodo térmico que poderá permitir ao monitor de temperaturas ser mais preciso, no qual significa atualmente melhor controle para a estabilidade e durabilidade ao fazer overclock. A interface serial VID permitirá ajustar de forma mais precisa as voltagens da CPU.

Os processadores compatíveis com Soquete AM3 são os AMD Phenom II X4, da família Deneb e Propus, que foram lançados em março de 2009. Em seguida, foram lançados outros processadores de menor consumo de energia, baseados no chipset California, os quais tem os nomes-código de Heka (Triple-core), Rana (Triple-core) e Regor (Dual-core), projetados com arquitetura de 45 nm.

Algumas empresas produtoras de placas-mãe já tem listadas as suas novas placas para serem lançadas, entre elas Asus, Gigabyte e MSI [1]; as quais, são baseadas nos chipsets AMD 790GX e 790FX. Estas tem suporte Crossfire para até quatro placas de vídeo em seus modelos de alto desempenho.

Este soquete contará com tecnologia de processadores de 45 nm. Está predestinado a lutar contra os 45 nm da Intel, os quais já estão no mercado. A AMD, junto com a IBM estão pesquisando e projetando a nova tecnologia de 32 nm. Ela pretende lançar o HT 4.0, o que se espera que seja 4 vezes mais veloz que o HT 3.0 (AM2+). Este HT terá uma velocidade aproximada de 8.200 MT/s, será super veloz e levará menos tempo para executar aplicações. Também se espera o novo paralelo avançado para processadores de mais de 4 núcleos, este tirará maior proveito dos 4 núcleos.

O soquete AM3 conta com suporte para procesadores de 45 nm, nos quais se encontram nos:

  • Athlon II X2-240
  • Athlon II X2-245
  • Athlon II X2-250
  • Athlon II 4x-640
  • Phenom II X2-545
  • Phenom II X2-550 BE
  • Phenom II X3-710
  • Phenom II X3-720 BE
  • Phenom II X4-805
  • Phenom II X4-810
  • Phenom II X4-910
  • Phenom II X4-945
  • Phenom II X4-955 BE
  • Phenom II X4-965 BE
  • Phenom II X4-970 BE
  • Phenom II X6 Hexacore 1055t
  • Phenom II X6 Hexacore 1090t
  • Sempron 140
  • Sempron 145
  • Sempron 150
  • Sempron X2 180
  • Sempron X2 190

Este novo soquete conta com tecnologia HT 3.0 (HyperTransport) e suporte para 64bits . Também é esperado o suporte ao DDR3 1333 mHz. Os novos chipsets para Soquete AM3 são:

  • 790GX(890 GX)
  • 790FX(890FX)
  • 790X(890X)

Todos com suporte nativo para DDR3 1333 mHz.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]