Sorábios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do povo sorábio.

Os sorábios são um povo eslavo ocidental relativamente pequeno, vivendo como minoria na região conhecida como Lusácia nos estados alemães da Saxônia e Brandemburgo. Também são conhecidos como lusácios, wends, serbo-lusácios ou sérvios da Lusácia.

População[editar | editar código-fonte]

Como etnicidade não reconhecida legalmente para cidadãos alemães, seu número pode ser apenas estimado. As estimativas atuais giram de 20.000 a 30.000 falantes ativos de sórbio (quase todos eles bilíngües) e cerca de 60.000 que subjetivamente se consideram sórbios.

História[editar | editar código-fonte]

Historicamente, os atuais sorábios são remanescentes dos antigos povos eslavos ocidentais constituidos pelas tribos e subtribos sorábias que viviam e ocupavam toda a parte sul (zurbelant) do que é hoje a Alemanha oriental até a Alta Idade Média. Na metade norte viviam outros povos eslavos ocidentais diferentes, entre os quais polábios e pomerânios (pág. 7, Die Sorben in Deutschland, Domowina-Verlag, Bautzen 1991). A maioria dos eslavos assentados na região foram germanizados à força ou partiram para outras regiões durante a expansão alemã para o leste (Drang nach Osten) dos séculos XII e XIII. Os sorábios foram um dos grupos mais oprimido dos eslavos ocidentais, até mesmo em tempos mais recentes da Alemanha Nazista, quando os eslavos eram vistos pelo regime, como povos que faziam jus à origem da palavra escravo > Sclavini, nome dado pelos Romanos aos povos eslavos cativos e servos deles, os Romanos, logo povos cativos da raça ariana. Os sorábios a princípio foram considerados pelo regime, como exceção, ao receber a designação de alemães falantes de língua sorábia, porém mais tarde sujeitos ao esforço de guerra, como qualquer outro alemão. Na Alemanha atual eles têm certos direitos de minoria, como por exemplo o de colocar suas crianças em escola de língua sorábia, o direito de usar o sorábio nos relacionamentos com o governo local, e o direito a placas de trânsito bilíngües.

Comunidades sorábias fora da Europa[editar | editar código-fonte]

Na metade do século XIX muitos sorábios protestantes emigraram para os Estados Unidos (Texas) e Austrália. A cidade de Serbins no condado de Lee no Texas foi fundada por esses sórbios protestantes. A maioria desses sórbios se espalharam por toda a região central do Texas e foram subseqüentemente assimilados pela cultura alemã da região. Ironicamente, o medo da assimilação pela cultura e língua alemã foi exatamente o motivo pelo qual eles deixaram a Europa. De qualquer forma, a identidade cultural permaneceu importante para algumas famílias.