Souda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Grécia Souda
Σούδα
 
—  Unidade municipal  —
O cemitério militar dos Aliados, com a cidade de Souda ao fundo
O cemitério militar dos Aliados, com a cidade de Souda ao fundo
Localização da unidade municipal de Souda na unidade regional de Chania
Localização da unidade municipal de Souda na unidade regional de Chania
Souda está localizado em: Grécia
Souda
Localização de Souda na Grécia
35° 29' N 24° 4' E
Região Creta
Unidade regional Chania
Município Chania
Administração
 - Prefeito Ioannis Perakis
Área
 - Total 22,01 km²
Altitude mínima 0 m (0 pés)
População (2001)[1]
 - Total 7 840
    • Densidade 356,2/km2 
Código postal 73200
Prefixo telefónico 28210

Souda (em grego: Σούδα) é uma cidade e antigo município de Creta, Grécia, pertencente a unidade regional de Chania. Desde a reforma administrativa de 2011 que faz parte do município de Chania como unidade municipal.[2] É um importante porto pesqueiro e naval da baía de Souda e é a principal cidade do antigo município do mesmo nome, que se estende desde o interior de Chania ao longo da costa sul da baía. Em 2001 viviam na unidade municipal 7 840 pessoas,[1] a maioria delas na cidade de Souda propriamente dita.

Souda está 6,5 km a leste do centro de Chania. A cidade é relativamente nova, e foi erigida sobre uma área de salinas e sapais. Os turcos conheciam a área como "Tuzla", o termo turco para salinas. Em 1870, eles começaram a construir uma nova localidade, que cresceu com a ampliação de seu porto. A baía de Souda é um dos portos naturais mais profundos do Mediterrâneo, além de ser fácil de defender.

Hoje Souda é o ponto de chegada para balsas vindas do porto do Pireu (Atenas). Na cidade há um hospital militar e algumas estruturas ligadas à base naval da OTAN situada em frente da cidade, na península de Acrotíri, no outro lado da baía.[3] Um silo de cereais ofusca o centro da cidade. Presumivelmente devido à sua natureza militar, a cidade é pouco frequentada por turistas.

Junto à praia a noroeste da cidade, já na península de Acrotíri, encontra-se o cemitério dos Aliados da Segunda Guerra Mundial. Tem 1 527 sepulturas, a maioria delas de soldados mortos durante a invasão alemã de Creta, em 1941. Uma das sepulturas do lado norte é a do arqueólogo britânico John Pendlebury, curador de Cnossos pela Escola Britânica de Atenas e um dos líderes das escavações na ilha até ao início da guerra,[3] que morreu executado pelos alemães após ter sido ferido quando combatia com amigos seus cretenses no terceiro dia da invasão.[4]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Souda», especificamente desta versão.
  1. a b Resultados do censo de 18 de março de 2001 (em grego) www.statistics.gr Serviço Estatístico Nacional da Grécia. Visitado em 10 de janeiro de 2014.
  2. Kallikratis law. Visitado em 20-12-2011.
  3. a b Fisher, John; Garvey, Geoff (2007) (em inglês), The Rough Guide to Crete (7ª ed.), Nova Iorque, Londres, Deli: Rough Guides, p. 317–321, ISBN 978-1-84353-837-0 
  4. Hammond, N. G. L. (1948) (em inglês), John Pendlebury in Crete, Cambridge University Press 


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Souda