Space Ghost Coast to Coast

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Space Ghost Coast to Coast
Space Ghost Costa a Costa (BR)
Informação geral
Formato Série de desenho animado
Duração 15 minutos
Criador(es) Mike Lazzo
País de origem Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Elenco George Lowe
C. Martin Croker
Andy Merrill
Don Kennedy
Transmissão original 15 de Abril de 199412 de Abril de 2004
N.º de episódios 100

Space Ghost Coast to Coast é uma paródia em animação de programas de entrevistas exibido no canal pago Cartoon Network. Estreou em 1994. Os personagens principais são Space Ghost (Tad Ghostal), um super herói de desenho animado criado pela Hanna-Barbera que estrelava uma série animada da década de 1960 que levava seu nome, Zorak e Moltar, dois de seus inimigos, agora atuando como auxiliares. Outros antigos vilões aparecem, incluindo Brak, Lokar, Metallus, Viúva Negra e Tansut, todos da antiga série de Space Ghost. Esse talk show fictício é gravado no estúdio de Space Ghost no Ghost Planet. Space Ghost também tem um irmão gemêo maligno chamado Chad, que é relativamente mais inteligente. Ele pode ser distinguido pelo uso de cavanhaque, pela voz mais grave e pelo uso de gírias.

Várias celebridades são entrevistadas no programa. Elas são exibidas em uma tela de TV ao lado de Space Ghost, e, diferente do personagens centrais, eles não são animados.

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Space Ghost Coast to Coast

Space Ghost de Costa a Costa geralmente usa o formato de talk show como padrão, mas várias vezes altera esse esquema. O próprio Space Ghost é caracterizado como sendo incrivelmente estúpido. Ele aparentemente acredita que seus convidados são outros super heróis e geralmente inicia as entrevistas perguntando sobre superpoderes. Suas interações com os convidados é muitas vezes ofensiva e ilógica. Algumas vezes é difícil acreditar que o convidado sabe a natureza do programa do qual está participando. Muitas vezes as respostas não batem com as perguntas de Space Ghost, e isso se deve ao fato de que elas são muitas vezes mudadas após a entrevista. Sua relação com seus ajudantes é pior ainda. O líder da banda do programa, Zorak, um louva-deus monstruoso, e seu produtor, um homem de lava dentro de uma armadura chamado Moltar, trabalham para Space Ghost como punição pelos seus crimes, e eles não fazem questão nenhuma de esconder o fato de que eles o odeiam.

Space Ghost demonstra ser arrogante, egocêntrico, desinformado, desconhecedor da sua estupidez e violento quando provocado. Seus poderes incluem invisibilidade, voo, e a habilidade disparar rajadas energéticas de seus pulsos. Zorak é a personificação do mal e passa todo seu tempo no programa fazendo gozações de Space Ghost, o que geralmente acaba fazendo com que seu patrão dispare rajadas nele. Moltar é mais plácido em relação à sua situação, mas prefere assistir reprises da série CHiPs em seu monitor do que exercer sua função.

Os episódios tem uma duração média de 15 minutos, que são exibidos de dois em dois. Em 1995, o Cartoon Network criou um spin-off chamado Cartoon Planet, que mostra Space Ghost e seus amigos tentando apresentar um programa de televisão no Cartoon Planet. Inicialmente o programa era exibido logo após Costa a Costa. Outro spin-off foi O Show do Brak, uma sitcom que mostra Brak como um adolescente ao lado de sua família.

Produção[editar | editar código-fonte]

Parte da natureza surrealista do programa vem das respostas e ações desconexas dos convidados em relação às perguntas de Space Ghost e outros elementos do estúdio. Esse é um resultado intencional do processo de produção que foi experimentado pela primeira vez no piloto da série, nunca exibido. O episódio foi criado por Mike Lazzo, que mesclou material de arquivo e original com um vídeo promocional de Denzel Washington sendo entrevistado sobre o Oscar, não existindo nenhuma conexão entre ambos os lados. Quando o programa começou a ser feito, entrevistas similares foram programadas com os convidados para atingir o mesmo efeito humorístico.

Antes que qualquer parte dos episódios seja escrita, o convidado é entrevistado por um membro da equipe, algumas vezes usando uma roupa de Space Ghost usada por Andy Merril em algumas aberturas de Cartoon Planet. Em uma sala vazia aonde ocorre a entrevista, o convidado é instruído com direções básicas para onde olhar quando "falar" com Zorak, Moltar ou Space Ghost. O entrevistador também o instruí a se dirigir a ele como Space Ghost para manter a continuidade.

São feitas perguntas ao entrevistado que muitas vezes mantêm pouca ou nenhuma conexão com a presente na versão final do episódio. Depois de terminada, a entrevista é revista pelos escritores do programa, que tiram partes dela fora do contexto e da ordem, e depois as reorganizam de modo para responder novas perguntas de Space Ghost. O episódio é escrito em cima dessas reações inusitadas pelos escritores da Williams Street (conhecida como Ghost Planet Industries).

A maior parte dos primeiros convidados do programa pareciam estar participando de uma entrevista convencional, mas a medida que a série avançou, cada vez mais convidados pareciam estar meramente cientes de que na edição estariam ao lado de personagens animados. Alguns episódios foram escritos para acomodar de forma humorística a hostilidade de alguns convidados que chamavam o programa de farsa, como o comediante (e escritor de um episódio da série) Joel Hodgson, que se recusa a interagir com os personagens. Havia também convidados familiares com o formato do programa, como o comediante "Weird Al" Yankovic, que havia preparado respostas anteriormente, mas preferiu não usá-las.

Personagens[editar | editar código-fonte]

George Lowe providencia a voz de Space Ghost.
  • Space Ghost: Tad Ghostal já foi um famoso super herói e estrela, mas caiu na obscuridade depois do cancelamento de seu programa. Ele vê seu atual emprego como relativamente medíocre se comparado a seus "dias de glória". Ele é notavelmente egoísta, idiota e desconhecedor de sua ignorância. Ele tem pouquíssima preocupação com o bem-estar alheio e muitas vezes explora seus ajudantes e ofende seus convidados.
  • Zorak: O líder e tecladista da banda do programa é um alienígena em forma de louva-deus que odeia Space Ghost. Extremamente maligno, ele já devorou até mesmo seu sobrinho. Ele é virgem por opção, por não querer ser morto pela sua parceira, como é de costume. Ele não tem remorso, nem sente pena e age apenas conforme seus interesses. Ele foi amigo de infância de Brak.
  • Moltar: É o diretor e produtor do programa. Seu corpo é feito inteiramente de lava, contido por uma armadura metálica. Ele é de longe o personagem mais competente, mas já tentou várias vezes (algumas, com sucesso) fugir do Ghost Planet em diversas ocasiões. Ele já teve um casamento feliz com uma mulher chamada Linda durante cinco anos e seu pai era um lutador profissional.
  • Chad Ghostal: O irmão gêmeo maligno de Space Ghost, cuja única diferença é o cavanhaque. É amante de Jazz e usa várias gírias antiquadas. Ele é também bem popular, principalmente entre as mulheres. É um fugitivo, acusado de assassinato e de ter escapado de um asilo no qual estava preso.
  • Tansut: É um homem obeso e covarde que usa roupas e capacete vermelhos, a fim de parecer o diabo. Durante um tempo, ele foi o apresentador do programa, dizendo aos espectadores quais seriam os convidados, e já substituiu Moltar na função de diretor.
  • Brak: Uma criatura de mentalidade infantil, sendo o vilão com menor potencial para maldade. Possui capacidade de irritar qualquer um e de comer feijões. Sua frase mais usada é um cumprimento gritado, "Oi, meu nome é Brak!". Ele parece possuir alguma deficiência mental (no Cartoon Planet, ele disse que "a radiação me lobotomizou parcialmente!", uma possível referência ao antigo desenho do Space Ghost). Ele aparece ocasionalmente, quase sempre sendo vitima de outro personagem. Ele ganhou seu próprio programa, O Show do Brak.
  • Lokar: Um ser erudito que almeja a destruição de Space Ghost. Ele é frequentemente acusado de ser efeminado por outros personagens.
  • The Original Way Outs, a banda do programa, formada por ex-vilões. São todos prisioneiros de Space Ghost, como Zorak e Moltar.
  • Harvey Homem Pássaro fez uma audição para apresentar o programa. Assim como Space Ghost, é um super herói da década de 1960 decadente, incompetente, lento e mal-educado. Ele apresentou o programa durante um episódio, aonde Space Ghost é preso por destruir a França. Ele fez outras aparições breves ao longo da série. Ele mais tarde ganharia um emprego como advogado, na sua própria série, Harvey, O Advogado.
  • Metallus: Um vilão com voz metálica.
  • Viúva Negra: Uma vilã apaixonada por Space Ghost.

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • De acordo com artigos da revista TV Guide, durante a pré-produção do programa, o ator Hervé Villechaize, famoso pela série Ilha da Fantasia, seria o ajudante de Space Ghost no programa. No entanto, Villechaize cometeu suicídio antes da produção da série começar.

Histórico de convidados[editar | editar código-fonte]

1º Temporada[editar | editar código-fonte]

2ª Temporada[editar | editar código-fonte]

3ª Temporada[editar | editar código-fonte]