Spaniel Russo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Spaniel/Épagneul Russo
Nome original Русский охотничий спаниель
Outros nomes Rosyjski Spaniel Myśliwski
País de origem  União Soviética ( Rússia)
Características
Não é reconhecida por qualquer clube de cães

O spaniel russo (em russo: Русский охотничий спаниель) é uma raça de spaniel padronizada em 1951 na União Soviética, depois da 2ª Guerra Mundial, através do cruzamneto entre os English Cocker Spaniels, English Springer Spaniels e outras raças spaniels. Fisicamente é similar ao Cocker Spaniel, mas é maior, pelagem curta e um corpo longo. Desenvolvido e usado como cão de caça, esta raça não sofre de quaisquer problemas de saúde que não sejam normalmente associados com spaniels. Popular em sua terra natal, a raça foi introduzida apenas no exterior na década de 1990, e ainda não é reconhecida por todos os principais clubes.

Russpaniel.jpg

Descrição[editar | editar código-fonte]

Aparência[editar | editar código-fonte]

O spaniel russo é um cão pequeno, robusto, com uma pelagem curta, firme e sedosa com franjas nas orelhas e nas pernas.[1] [2] As cores podem variar muito, e podem incluir cores sólidas sem manchas brancas, malhadas, pretos e castanho, e outras combinações.[3] A cabeça e as orelhas são geralmente escuras.[4]

O spaniel russo lembra o Cocker Spaniel Inglês, com um corpo semelhante aos outros spaniels, mas o corpo do spaniel russo tende ser maior do que o do cocker.[5]

Tanto os machos e fêmeas da raça pesam em torno de 13 a 18 kg e medem em cerca de 38 a 43 cm na altura da cernelha.[6] Isso os torna semelhantes em tamanho ou um pouco maior do que o Cocker Spaniel Inglês, que pesa cerca de 13 a 14,5 kg e tem entre 39 e 41 cm sendo que as fêmeas são relativamente um pouco menor e mais leve.[7]

Desenvolvido principalmente como cães de caça, seu objetivo é encontrar a ave apontando para o ar, e em seguida, recuperá-la no comando após o caçador disparou.[8] O spaniel russo é adequado para a caça em pântanos, campos, florestas, caçando as aves, assim como coelhos e animais pequenos.[9] A raça também é popular em sua terra natal como seu pequeno tamanho os torna adequados para morar em centro de cidades, e facilmente transportados aos locais de caça.[10]

Temperamento[editar | editar código-fonte]

É uma raça enérgica de espírito livre.[1] Mesmo que seja um cão de caça, é também mantido como cão de companhia devido à sua natureza descontraída e devotada aos seus donos.[2] É alegre, ativo e está sempre querendo brincar, de qualquer forma fica chamando a atenção abanando o rabo.[11] Eles são treináveis, podem ser um bom cão d'água,[6] e amável com as crianças.[12]

Saúde[editar | editar código-fonte]

Como todos os outros spaniels de orelhas compridas, exige cuidados para prevenir infecções no ouvido.[11] A raça tem uma tendência a ganhar peso com facilidade, o que pode ser prevenida pela ingestão equilibrada de alimentos.[9] O spaniel russo pode ser propenso a alergias alimentares, que geralmente são identificados, entre 1 e 5 meses de idade com os alérgenos mais comuns são de frango e cenoura. Não existem outros problemas de saúde específicos da raça atualmente conhecidos.[9]

História[editar | editar código-fonte]

Um selo soviético de 1988 com uma ilustração do spaniel russo

O spaniel russo é o mais recente dos cães de caça russos.[4] Originou-se majoritariamente de Cocker Spaniel Inglês e Springer Spaniel Inglês.[10] Essas raças ficaram conhecidas como spaniel russo foram mencionadas logo em 1891 na Nova Zelândia.[13]

O spaniel registrado pela primeira vez na Rússia era um cocker spaniel preto de propriedade de um caçador entusiasta do Grão-duque Nicolau Nikolaevich no final do século XIX. Por causa de suas ligações nobres, spaniels de diversas raças foram importados para São Petersburgo e Moscou. Alguns foram usados ​​para a caça, mas os spaniels mais pequenos não foram de muita utilidade para a caça de aves da Rússia, devido ao clima e às condições do terreno. Foi no início do século XX que começou a produzir seletivo para spaniels, especificamente a importação dos Springer Spaniels para criar uma melhor raça híbrida: spaniel russo.[10]

Ao final de 1930, havia uma variedade de spaniels em Moscou, Leningrado e Sverdlovsk que não se adaptar a qualquer padrão da raça cocker spaniel específico, mas ainda não foram padronizados para o atual spaniel russo. Proposital de reprodução após a 2ª Guerra Mundial levou à padronização original spaniel russo em 1951.[14] Além disso a revisão das normas emitidas em 1966 e 2000.[14]

A popularidade da raça na Rússia aumentou após o início dos anos 1990, com exposições de cães de Moscou desde aquela época anualmente, incluindo entre 120 e 131 spaniels russos, que qualifica a raça como um dos mais populares, juntamente com o setter irlandês. Em 2002, o Clube Spaniel Russo foi criado nos Estados Unidos para aumentar o conhecimento da raça fora da Rússia e para permitir que os proprietários de registrar seus cães.[10]

Reconhecimento internacional[editar | editar código-fonte]

Embora não reconhecido por qualquer clube cinófilo grande, o spaniel russo é reconhecido pelo Continental Kennel Club (CKC),[1] Federação Internacional de Caninos, Kennel Club norte-americano,[4] e Universal Kennel Club Internacional.[15] Para o reconhecimento do britânico The Kennel Club de uma raça é obrigado a aplicar com os nomes e endereços dos proprietários/importadores do Reino Unido, o número de cães de raça no Reino Unido, as cópias dos pedigrees dos cães ingleses - pelo menos três gerações, deve ser reconhecido no seu país de origem e estatísticas em números de registro no país, estatísticas de entradas em shows no país e a nível internacional, as condições de saúde herdados, quando o registro da raça foi fechada, o padrão do país de origem e um breve histórico e os detalhes de todas as atividades de trabalho.[16]

Referências

  1. a b c Russian Spaniel Continental Kennel Club. Visitado em 11 de novembro de 2009.
  2. a b Russian Spaniel: Russia's Little Gundog WorldlyDogs.com. Visitado em 12 de novembro de 2009.
  3. Russian Spaniel Colors (em russo) Russian Spaniels of St. Petersburg Russianspaniel-spb.com. Visitado em 12 de novembro de 2009.
  4. a b c Russian Spaniel DogBreedInfo.com. Visitado em 11 de novembro de 2009.
  5. Second All-Russia Spaniel Competition (em russo) Russian Spaniels of Moscow Mooir-spaniel.narod.ru. Visitado em 12 de novembro de 2009.
  6. a b Cunliffe, Juliette. The Encyclopedia of Dog Breeds. [S.l.]: Parragon, 1999. p. 347. ISBN 0-75258-018-3. Visitado em 28 de novembro de 2009.
  7. The Cocker Spaniel Club: Breed Standard (em inglês) The Kennel Club. Visitado em 11 de novembro de 2009.
  8. Schroeder, Anna F.. Dreaming of a Russian Spaniel Page 2 Spaniel Journal. Visitado em 12 de novembro de 2009.
  9. a b c About the Breed Russian Spaniel Club Russianspanielclub.org. Visitado em 11 de novembro de 2009.
  10. a b c d History of the Breed (em inglês) Russian Spaniel Club Russianspanielclub.org. Visitado em 12 de novembro de 2009.
  11. a b How to distinguish healthy from sick dogs (em russo) Russian Spaniel Club of Novgorod. Visitado em 30 de novembro de 2009.
  12. Dog Breeds: Russian Spaniel Hey Dogs!. Visitado em 30 de novembro de 2009.
  13. (21 de dezembro de 1891) "Page 3 Advertisements Column 8". Evening Post. National Library of New Zealand. Visitado em 12 de novembro de 2009.
  14. a b Breed Standard Russian Spaniel Club Russianspanielclub.org. Visitado em 15 de novembro de 2009.
  15. Russian Spaniel Standard Universal Kennel Club International. Visitado em 12 de novembro de 2009.
  16. Recognition of new breeds (em inglês) The Kennel Club. Visitado em 13 de novembro de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]